serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.519 Mecanismos Moleculares de Ação Farmacológica .
D27.505.519.389 Inibidores Enzimáticos .
D27.505.519.389.745 Inibidores de Proteases .
D27.505.519.389.745.085 Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina .
D27.505.519.625 Neurotransmissores .
D27.505.519.625.120 Colinérgicos .
D27.505.519.625.120.200 Antagonistas Colinérgicos .
D27.505.519.625.120.200.500 Antagonistas Muscarínicos .
D27.505.519.625.375 Histamínicos .
D27.505.519.625.375.425 Antagonistas dos Receptores Histamínicos .
D27.505.519.914 Sequestrantes .
D27.505.519.914.500 Quelantes .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.577 Neurotransmissores .
D27.505.696.577.120 Colinérgicos .
D27.505.696.577.120.200 Antagonistas Colinérgicos .
D27.505.696.577.120.200.500 Antagonistas Muscarínicos .
D27.505.696.577.375 Histamínicos .
D27.505.696.577.375.425 Antagonistas dos Receptores Histamínicos .
D27.720 Usos Especializados de Substâncias Químicas .
D27.720.832 Sequestrantes .
D27.720.832.500 Quelantes .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
/antagonistas & inibidores .
/antagonistas e inibidores .
/antagonistas .
/inibidores .
Usado com compostos químicos, fármacos e substâncias endógenas para indicar substâncias ou agentes que neutralizam seus efeitos biológicos por qualquer mecanismo. .
1.00
 
Antagonistas dos Receptores Histamínicos .
Antagonistas da Histamina .
Antagonistas Histamínicos .
Anti-Histaminas .
Anti-Histamínicos .
Anti-Histamínico .
Antagonistas de Histamina .
Fármacos que se ligam a receptores da histamina, bloqueando assim a ação da histamina ou de agonistas histamínicos, sem ativação dos referidos receptores. Os anti-histamínicos clássicos bloqueiam somente os receptores H1 da histamina. .
0.55
 
Quelantes .
Agentes Quelantes .
Complexons .
Antagonistas de Metais .
Compostos químicos que se ligam a íons e os removem de soluções. Muitos quelantes agem por meio da formação de COMPLEXOS DE COORDENAÇÃO com METAIS. .
0.53
 
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina .
Inibidores da Quininase II .
Inibidores da ACE .
Inibidores da Enzima Conversora da Angiotensina .
INIBIDORES DE ENZIMA CONVERSORA DA ANGIOTENSINA .
Classe de drogas cujas principais indicações são o tratamento da hipertensão e da insuficiência cardíaca. Exercem seu efeito hemodinâmico principalmente inibindo o sistema renina-angiotensina. Também modulam a atividade do sistema nervoso simpático e aumentam a síntese de prostaglandinas. Provocam principalmente vasodilatação e natriurese leve, sem afetar a velocidade e a contratibilidade cardíaca. .
0.52
 
Antagonistas Muscarínicos .
Agente Antimuscarínico .
Agentes Antimuscarínicos .
Antimuscarínico .
Antimuscarínicos .
Antagonista Muscarínico .
Drogas que se ligam a RECEPTORES MUSCARÍNICOS, bloqueando assim a ação da ACETILCOLINA endógena ou de agonistas exógenos. Os antagonistas muscarínicos apresentam amplo leque de efeitos, incluindo ações sobre a íris e músculos ciliares do olho, vasos do coração e sanguíneos, secreções do trato respiratório, sistema gastrointestinal, glândulas salivares, motilidade gastrointestinal, tônus da bexiga urinária e sistema nervoso central. .
0.52
 
Inibidores de Proteases .
Inibidor de Protease .
Inibidor de Proteases .
Inibidores de Endopeptidases .
Inibidores de Peptidases .
Inibidores de Peptídeo Hidrolases .
Inibidores de Peptídeo Peptidoidrolases .
Antagonistas de Proteases .
Inibidores de Proteinases .
INIBIDORES DE PEPTÍDIO HIDROLASES .
INIBIDORES DE PEPTÍDIO PEPTIDOIDROLASES .
INIBIDORES DA PROTEASE .
INIBIDORES DO PEPTÍDIO HIDROLASE .
INIBIDORES DA PEPTIDASE .
INIBIDORES DO PEPTÍDIO PEPTIDOIDROLASE .
ANTAGONISTAS DA PROTEASE .
INIBIDORES DA PROTEINASE .
INIBIDORES DE ENDOPEPTIDASE .
Compostos que inibem ou antagonizam a biossíntese ou ações de proteases (ENDOPEPTIDASES). .
0.51