serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.274 Proteínas do Sistema Complemento .
D12.776.124.486.274.920 Proteínas Inativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.920.325 Proteínas Inativadoras do Complemento C3b .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.519 Mecanismos Moleculares de Ação Farmacológica .
D27.505.519.389 Inibidores Enzimáticos .
D27.505.519.389.375 Inibidores de Integrase .
D27.505.519.389.616 Inibidores da Monoaminoxidase .
D27.505.519.389.745 Inibidores de Proteases .
D27.505.519.389.745.085 Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina .
D27.505.954 Usos Terapêuticos .
D27.505.954.122 Anti-Infecciosos .
D27.505.954.122.388 Antivirais .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
/antagonistas & inibidores .
/antagonistas e inibidores .
/antagonistas .
/inibidores .
Usado com compostos químicos, fármacos e substâncias endógenas para indicar substâncias ou agentes que neutralizam seus efeitos biológicos por qualquer mecanismo. .
1.00
 
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina .
Inibidores da Quininase II .
Inibidores da ACE .
Inibidores da Enzima Conversora da Angiotensina .
INIBIDORES DE ENZIMA CONVERSORA DA ANGIOTENSINA .
Classe de drogas cujas principais indicações são o tratamento da hipertensão e da insuficiência cardíaca. Exercem seu efeito hemodinâmico principalmente inibindo o sistema renina-angiotensina. Também modulam a atividade do sistema nervoso simpático e aumentam a síntese de prostaglandinas. Provocam principalmente vasodilatação e natriurese leve, sem afetar a velocidade e a contratibilidade cardíaca. .
0.76
 
Antivirais .
Agente Antiviral .
Agentes Antivirais .
Antiviral .
Inibidores de Vírus .
Agentes usados na profilaxia ou no tratamento das VIROSES. Entre seus modos de ação estão o impedimento da replicação viral por meio da inibição da polimerase de DNA viral; unindo-se a receptores específicos de superfície celular, inibindo a penetração viral ou provocando a perda do capsídeo; inibindo a síntese proteica viral o bloqueando as etapas finais da montagem viral. .
0.73
 
Inibidores da Monoaminoxidase .
Inibidores de MAO .
Inibidores Reversíveis de Monoaminoxidase .
Grupo quimicamente heterogêneo de drogas que têm em comum a capacidade de bloquear a desaminação oxidativa das monoaminas que ocorrem na natureza. (Tradução livre do original: From Gilman, et al., Goodman and Gilman's The Pharmacological Basis of Therapeutics, 8th ed, p414) .
0.73
 
Inibidores de Proteases .
Inibidor de Protease .
Inibidor de Proteases .
Inibidores de Endopeptidases .
Inibidores de Peptidases .
Inibidores de Peptídeo Hidrolases .
Inibidores de Peptídeo Peptidoidrolases .
Antagonistas de Proteases .
Inibidores de Proteinases .
INIBIDORES DE PEPTÍDIO HIDROLASES .
INIBIDORES DE PEPTÍDIO PEPTIDOIDROLASES .
INIBIDORES DA PROTEASE .
INIBIDORES DO PEPTÍDIO HIDROLASE .
INIBIDORES DA PEPTIDASE .
INIBIDORES DO PEPTÍDIO PEPTIDOIDROLASE .
ANTAGONISTAS DA PROTEASE .
INIBIDORES DA PROTEINASE .
INIBIDORES DE ENDOPEPTIDASE .
Compostos que inibem ou antagonizam a biossíntese ou ações de proteases (ENDOPEPTIDASES). .
0.71
 
Inibidores de Integrase .
Compostos que inibem ou antagonizam a biossíntese ou as ações da integrase. .
0.70
 
Proteínas Inativadoras do Complemento C3b .
Proteínas Inativadores do Complemento C3b .
Inativadores do Complemento 3b .
Inativadores do C3b .
Inibidores do C3b .
Fatores de Ativação do Conglutinogênio .
Inativadores de Complemento 3b .
Inativadores de C3b .
Inibidores de C3b .
Proteínas endógenas que inibem ou inativam o COMPLEMENTO C3B. Incluem o FATOR H DO COMPLEMENTO e o FATOR I DO COMPLEMENTO (inativador C3b/C4b). Clivam ou induzem a clivagem do C3b em fragmentos inativos sendo, assim, importantes na inibição da ATIVAÇÃO DO COMPLEMENTO e sua sequência citolítica. .
0.70