serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.500 Helmintos .
B01.050.500.500.294 Nematoides .
B01.050.500.500.294.100 Adenofórios .
B01.050.500.500.294.100.275 Enoplídios .
B01.050.500.500.294.100.275.780 Trichuroidea .
B01.050.500.500.294.100.275.780.180 Capillaria .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.838 Ranunculaceae .
C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.435 Neoplasias Complexas Mistas .
C04.557.435.110 Adenomioma .
C04.557.470 Neoplasias Epiteliais e Glandulares .
C04.557.470.035 Adenoma .
C04.557.470.035.120 Adenoma de Células Hepáticas .
C04.557.470.200 Carcinoma .
C04.557.470.200.025 Adenocarcinoma .
C04.557.470.200.025.255 Carcinoma Hepatocelular .
C04.588 Neoplasias por Localização .
C04.588.274 Neoplasias do Sistema Digestório .
C04.588.274.623 Neoplasias Hepáticas .
C04.588.274.623.040 Adenoma de Células Hepáticas .
C04.588.274.623.160 Carcinoma Hepatocelular .
C06 Doenças do Sistema Digestório .
C06.301 Neoplasias do Sistema Digestório .
C06.301.623 Neoplasias Hepáticas .
C06.301.623.040 Adenoma de Células Hepáticas .
C06.301.623.160 Carcinoma Hepatocelular .
C06.552 Hepatopatias .
C06.552.308 Insuficiência Hepática .
C06.552.308.500 Falência Hepática .
C06.552.308.500.356 Encefalopatia Hepática .
C06.552.697 Neoplasias Hepáticas .
C06.552.697.040 Adenoma de Células Hepáticas .
C06.552.697.160 Carcinoma Hepatocelular .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.228 Doenças do Sistema Nervoso Central .
C10.228.140 Encefalopatias .
C10.228.140.163 Encefalopatias Metabólicas .
C10.228.140.163.360 Encefalopatia Hepática .
C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.452 Doenças Metabólicas .
C18.452.132 Encefalopatias Metabólicas .
C18.452.132.360 Encefalopatia Hepática .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.395.550.200.200 Caderinas .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.543.550.200.200 Caderinas .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.301 Antígenos de Superfície .
D23.050.301.350 Moléculas de Adesão Celular .
D23.050.301.350.200 Caderinas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Adenoma de Células Hepáticas .
Adenoma Hepatocelular .
Hepatoma Benigno .
Adenoma Hepático .
Tumor epitelial benigno do FÍGADO. .
0.77
26797
 
Adenoma .
Adenoma Basocelular .
Adenoma Folicular .
Adenoma Microcístico .
Adenoma Monomorfo .
Adenoma Papilar .
Adenoma Trabecular .
Tumor epitelial benigno com organização glandular. .
0.55
78543735
 
Ranunculaceae .
Ranunculáceas .
Beesia .
Consolida .
Hepatica .
Isopyrum .
Família das plantas 'buttercup' (ordem Ranunculales, subclasse Magnoliidae, classe Magnoliopsida) cujas folhas, normalmente são alternadas e sem caule. Geralmente, as flores possuem duas a cinco sépalas livres e podem ser radialmente simétricas ou irregulares. .
0.47
 
Carcinoma Hepatocelular .
Hepatoma .
Neoplasia maligna primária de células hepáticas epiteliais. Abrange desde o tumor bem diferenciado com CÉLULAS EPITELIAIS, indistinguíveis dos HEPATÓCITOS normais até a neoplasia pouco diferenciada. As células podem ser uniformes, marcadamente pleomórficas, ou ainda, podem formar CÉLULAS GIGANTES. Vários esquemas classificatórios têm sido propostos. .
0.47
43570644
 
Encefalopatia Hepática .
Encefalopatia Portossistêmica .
COMA HEPÁTICO .
Síndrome caracterizada por disfunção do sistema nervoso central em associação com FALÊNCIA HEPÁTICA, incluindo derivações portossistêmicas. Entre as características clínicas estão letargia e CONFUSÃO (progredindo frequentemente para o COMA), Asterixe, NISTAGMO PATOLÓGICO, reflexos oculovestibulares bruscos, postura de descerebração e descorticação, ESPASTICIDADE MUSCULAR e reflexo plantar extensor bilateral (v. REFLEXO DE BABINSKI). A ELETROENCEFALOGRAFIA pode demonstrar ondas trifásicas. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp1117-20; Plum & Posner, Diagnosis of Stupor and Coma, 3rd ed, p222-5) .
0.46
 
Caderinas .
Caderina .
E-Caderinas .
N-Caderinas .
P-Caderinas .
Uvomorulina .
Moléculas de Adesão de Hepatócitos .
Caderina-E .
Caderina-N .
Caderina-P .
Moléculas de Adesão Hepática .
Proteínas de adesão celular dependentes de cálcio. São importantes para a formação das JUNÇÕES ADHERENS entre células. As caderinas são classificadas de acordo com sua especificidade imunológica e tecidual por letras (E de epitelial, N de neural e P de placenta) ou por números (caderina 12 ou N-caderina 2 para a caderina do encéfalo). As caderinas promovem a adesão celular via um mecanismo homofílico e desempenham um papel na construção de tecidos e de todo o corpo do animal. .
0.46
9618616
 
Adenomioma .
Neoplasia benigna do músculo (geralmente músculo liso) com elementos glandulares; ocorre mais frequentemente no útero e nos ligamentos uterinos. (Stedman, 25a ed) .
0.45
9406
 
Capillaria .
Hepaticola hepatica .
Capillaria hepatica .
Capillaria philippinensis .
Gênero de nematoides tricuroides parasitas do fígado e intestino de vários mamíferos e aves. Duas espécies, C. hepatica e C. philippinensis, produzem frequentemente infestações fatais no homem. .
0.45
53419