serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.186 Sistema Nervoso Central .
A08.186.854 Medula Espinal .
A08.186.854.697 Corno Dorsal da Medula Espinal .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.033 Álcoois .
D02.033.100 Amino Álcoois .
D02.033.415 Álcoois Graxos .
D02.033.415.640 Pentanóis .
D02.092 Aminas .
D02.092.063 Amino Álcoois .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.040 Hidrolases Anidrido Ácido .
D08.811.277.040.330 GTP Fosfo-Hidrolases .
D08.811.277.040.330.200 Dinaminas .
D08.811.277.040.330.200.100 Dinamina I .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.224 Catepsinas .
D08.811.277.656.224.130 Catepsina C .
D08.811.277.656.262 Cisteína Proteases .
D08.811.277.656.262.186 Catepsina C .
D08.811.277.656.350 Exopeptidases .
D08.811.277.656.350.350 Dipeptidil Peptidases e Tripeptidil Peptidases .
D08.811.277.656.350.350.100 Catepsina C .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.696 Fosfotransferases .
D08.811.913.696.445 Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308 DNA Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308.300 DNA Polimerase Dirigida por DNA .
D08.811.913.696.445.308.300.225 DNA Polimerase I .
D10 Lipídeos .
D10.289 Álcoois Graxos .
D10.289.640 Pentanóis .
D10.532 Lipoproteínas .
D10.532.091 Apolipoproteínas .
D10.532.091.200 Apolipoproteínas A .
D10.532.091.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.276 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.644.276.937 Somatomedinas .
D12.644.276.937.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
D12.776 Proteínas .
D12.776.070 Apoproteínas .
D12.776.070.400 Apolipoproteínas .
D12.776.070.400.200 Apolipoproteínas A .
D12.776.070.400.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.862 Somatomedinas .
D12.776.124.862.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.125 Proteínas de Ligação ao Cálcio .
D12.776.157.125.050 Anexinas .
D12.776.157.125.050.100 Anexina A5 .
D12.776.220 Proteínas do Citoesqueleto .
D12.776.220.600 Proteínas dos Microtúbulos .
D12.776.220.600.450 Proteínas Associadas aos Microtúbulos .
D12.776.220.600.450.200 Dinaminas .
D12.776.220.600.450.200.100 Dinamina I .
D12.776.467 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.776.467.937 Somatomedinas .
D12.776.467.937.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
D12.776.521 Lipoproteínas .
D12.776.521.120 Apolipoproteínas .
D12.776.521.120.200 Apolipoproteínas A .
D12.776.521.120.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.990 Proteínas de Transporte Vesicular .
D12.776.543.990.400 Dinaminas .
D12.776.543.990.400.100 Dinamina I .
D13 Ácidos Nucleicos, Nucleotídeos e Nucleosídeos .
D13.695 Nucleotídeos .
D13.695.578 Polinucleotídeos .
D13.695.578.550 Polirribonucleotídeos .
D13.695.578.550.650 Poli I .
D23 Fatores Biológicos .
D23.529 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D23.529.937 Somatomedinas .
D23.529.937.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Amino Álcoois .
Compostos que possuem tanto um grupo hidroxila (-OH) como um grupo amino (-NH2). .
0.54
 
Corno Dorsal da Medula Espinal .
Lamina I .
Lamina III .
Lamina IV .
Núcleo de Clarke .
Uma de três colunas centrais da medula espinal. É composta por SUBSTÂNCIA CINZENTA da lâmina espinal I-IV. .
0.50
 
Fator de Crescimento Insulin-Like I .
Fator de Crescimento Semelhante à Insulina I .
Fator de Crescimento Insulina-Símile I .
Fator I de Crescimento Semelhante à Insulina .
Fator I de Crescimento Similar à Insulina .
Fator de Crescimento Similar à Insulina Tipo I .
IGF-I .
Somatomedina C .
Peptídeo básico bem caracterizado supostamente secretado pelo fígado e circula no sangue. Tem atividades reguladora de crescimento (similar à insulina) e mitogênica. Este fator de crescimento possui uma principal (mas não absoluta) dependência do HORMÔNIO DE CRESCIMENTO. Acredita-se ser ativa principalmente em adultos, em contraste com o FATOR DE CRESCIMENTO INSULIN-LIKE II, que é o principal fator de crescimento fetal. .
0.47
 
Apolipoproteína A-I .
Apo A-I .
Componente proteico mais abundante das LIPOPROTEÍNAS HDL. Esta proteína atua como aceptor do COLESTEROL liberado das células, promovendo o efluxo do colesterol para o HDL e depois para o FÍGADO, para ser excretado (transporte reverso do colesterol). Atua também como cofator da LECITINA COLESTEROL ACILTRANSFERASE, que forma ÉSTERES DE COLESTEROL nas partículas de HDL. As mutações no gene APOA1 causam deficiência de HDL, como na doença familiar de deficiência da alfa lipoproteína e em alguns pacientes com a DOENÇA DE TANGIER. .
0.47
 
DNA Polimerase I .
DNA Polimerase I Dependente de DNA .
Pol I .
Fragmento Klenow .
DNA Polimerase alfa .
DNA polimerase dependente de DNA, caracterizada em procariotos, e que pode estar presente em organismos superiores. Tem tanto atividade de exonuclease 3'-5'quanto 5'-3', mas não pode usar o DNA de fita dupla nativo como molde-iniciador. Não é inibida por reagentes sulfidrílicos e é ativa tanto na síntese quanto no reparo do DNA. Ec 2.7.7.7. .
0.47
 
Dinamina I .
Subtipo de dinamina encontrada principalmente em NEURÔNIOS do encéfalo. .
0.45
 
Anexina A5 .
Anexina V .
Proteína Anticoagulante I de Placenta .
Ancorina CII .
Calfobindina I .
Endonexina II .
Lipocortina V .
PAP-I .
Proteína da família anexina isolada da PLACENTA humana e outros tecidos. Inibe a FOSFOLIPASE A2 citosólica e demonstra atividade anticoagulante. .
0.45
 
Poli I .
Inosina Polinucleotídeos .
Ácidos Poli-Inosínicos .
INOSINA POLINUCLEOTÍDIOS .
Grupo de ribonucleotídeos inosina nos quais os resíduos fosfato de cada ribonucleotídeo inosina atuam como pontes formando ligações diéster entre as moléculas de ribose. .
0.45
 
Catepsina C .
Dipeptidil Peptidase I .
Dipeptidil Aminopeptidase I .
Cisteína protease semelhante à papaína que possui especificidade para dipeptídeos amino terminais. A enzima desempenha papel na ativação de várias serinoproteases pró-inflamatórias pela remoção de seus dipeptídeos amino terminais inibitórios. Mutações genéticas que causam a perda da atividade da catepsina C em seres humanos estão associadas com a DOENÇA DE PAPILLON-LEFEVRE. .
0.45
 
Pentanóis .
Pentil Álcoois .
Álcoois Amílicos .
Álcool Pentil .
Formas isômeras e derivados do pentanol (C5H11OH). .
0.45