serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A01 Regiões do Corpo .
A01.923 Tronco .
A01.923.600 Pelve .
B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.093 Arecaceae .
B03 Bactérias .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.455 Hidrocarbonetos .
D02.455.849 Terpenos .
D02.455.849.291 Diterpenos .
D02.455.849.291.686 Rianodina .
D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.132 Alcaloides .
D03.132.740 Rianodina .
D03.383 Compostos Heterocíclicos com 1 Anel .
D03.383.129 Azóis .
D03.383.129.578 Pirróis .
D03.383.129.578.805 Rianodina .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.399 Isomerases .
D08.811.399.403 DNA Topoisomerases .
D08.811.399.403.483 DNA Topoisomerases Tipo I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.687 Proteínas de Ligação a Poli-ADP-Ribose .
D12.776.157.687.375 DNA Topoisomerases Tipo I .
D12.776.660 Proteínas Nucleares .
D12.776.660.720 Proteínas de Ligação a Poli-ADP-Ribose .
D12.776.660.720.375 DNA Topoisomerases Tipo I .
G01 Fenômenos Físicos .
G01.311 Fenômenos Geológicos .
G01.311.750 Rios 26022 .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.275 Meio Ambiente .
G16.500.275.280 Água Doce .
G16.500.275.280.650 Rios 26022 .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.230 Meio Ambiente .
N06.230.232 Água Doce .
N06.230.232.650 Rios 26022 .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.107 Microbiologia .
SP4.011.107.178 Bactérias .
SP4.016 Recursos Hídricos .
SP4.016.132 Água 12871 .
SP4.016.132.553 Águas de Superfície .
SP4.016.132.553.894 Bacias .
SP4.016.132.553.914 Rios 26022 .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.482 Geografia .
SP8.473.654.482.087 Bacias .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
/microbiologia .
/bactérias .
/fungos .
/bacteriologia .
/micologia .
/rickettsia .
Usado com órgãos, animais, plantas superiores e doenças para estudos microbiológicos. Para parasitos usa-se /parasitologia e para vírus, /virologia. .
0.48
 
Bactérias .
Bacteria .
Eubacteria .
Eubactérias .
Bactérias Deslizantes .
Esquizomicetos .
Bactérias Curvas e Espirais .
Bactéria Fototrófica .
Bactérias com Brotos e Apêndices .
Um dos três domínios da vida, também denominado Eubacterias (os outros são Eukarya e ARCHAEA). São micro-organismos procarióticos, unicelulares, com parede celular geralmente rígida. Multiplicam-se por divisão celular e apresentam três formas principais: redonda (cocos), bastonete (bacilos) e espiral (espiroquetas). Podem ser classificadas pela resposta ao OXIGÊNIO (aeróbicas, anaeróbicas, ou anaeróbicas facultativas), pelo modo de obter energia: quimiotróficas (via reação química) ou PROCESSOS FOTOTRÓFICOS (via reação com luz), quimiotróficas, pela fonte de energia química. As quimiolitotróficas (a partir de compostos inorgânicos) ou CRESCIMENTO QUIMIOAUTOTRÓFICO (a partir de compostos orgânicos), e pela fonte de CARBONO, NITROGÊNIO, etc. PROCESSOS HETEROTRÓFICOS (a partir de fontes orgânicas) e PROCESSOS AUTOTRÓFICOS (a partir de DIÓXIDO DE CARBONO). Podem também ser classificadas por serem coradas ou não (com base na estrutura da PAREDE CELULAR) pelo CRISTAL VIOLETA: Gram-positivas ou Gram-negativas. .
0.48
1083115786
 
Rios 26022 .
Arroio .
Arroios .
Córrego .
Córregos .
Riacho .
Riachos .
Grandes correntes naturais de ÁGUA DOCE formadas pela convergência de afluentes e que desembocam em um grande volume de água (lago ou oceano). .
0.45
 
Bacias .
Designação geral das depressões de um terreno. Depressão de terreno rodeada de montes. Conjunto de vertentes que margeiam rio ou mar interior. (Dicionário Aurélio Eletrônico, 1996) .
0.43
260
 
Rianodina .
Carboxilato de metilpirrol isolado da RYANIA, que rompe o CANAL DE LIBERAÇÃO DE CÁLCIO DO RECEPTOR DE RIANODINA, modificando a liberação de CÁLCIO a partir do RETÍCULO SARCOPLASMÁTICO resultando na alteração da CONTRAÇÃO MUSCULAR. Foi previamente utilizado em INSETICIDAS. É utilizado experimentalmente em conjunto com a TAPSIGARGINA e outros inibidores de captação de cálcio pela ATPASE CÁLCICA no RETÍCULO SARCOPLASMÁTICO. .
0.41
122800
 
DNA Topoisomerases Tipo I .
Proteína de Quebra e Religação do DNA .
Proteína Nicking-Closing do DNA .
Enzima Relaxante do DNA .
Enzima de Relaxamento do DNA .
Proteína Relaxante do DNA .
Proteína de Relaxamento do DNA .
DNA Topoisomerase .
DNA Topoisomerase I .
Enzima Destorcedora do DNA .
Proteína Destorcedora do DNA .
Proteínas Destorcedoras do DNA .
Enzimas Destorcedoras do DNA .
DNA Topoisomerases Tipo I Eucarióticas .
DNA Topoisomerase I Eucariótica .
DNA Topoisomerases Tipo I Bacterianas .
Topoisomerase I Bacteriana .
DNA Topoisomerases Tipo I Arqueais .
DNA Topoisomerases Tipo I Archaeais .
PROTEÍNA QUE FECHA NICKS DO DNA .
PROTEÍNA ÔMEGA .
PROTEÍNA QUE FECHA "NICKS" DO DNA .
PROTEÍNA "NICKING-CLOSING" DO DNA .
DNA TOPOISOMERASE que catalisa a quebra, independente de ATP, de uma das duas fitas de DNA, seguida pela passagem da fita não quebrada através da quebra, e reajuntamento da fita quebrada. As enzimas DNA Topoisomerases Tipo I realiza reduzem o estresse topológico na estrutura do DNA através do relaxamento das voltas da super-hélice no DNA e dos anéis nodulares na hélice do DNA. .
0.41
114416
 
Pelve .
Pélvis .
Bacia .
Espaço ou compartimento rodeado pela cintura pélvica (pelve óssea). É subdividida em pelve maior e PELVE MENOR. A cintura pélvica é formada pelos OSSOS PÉLVICOS e o SACRO. .
0.39
39616316
 
Arecaceae .
Arecáceas .
Pupunheira .
Bactris gasipaes .
Palmae .
Palmaceae .
Palmeiras Brasileiras .
Bactris .
Metroxylon .
Pupunha .
Palmeira-Pupunha .
Pejibaye .
Pijiguao .
Família de palmeiras (ordem Arecales, subclasse Arecidae, classe Liliopsida). .
0.38
671389