serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.198 Caryophyllanae .
B01.650.940.800.575.912.250.198.500 Caryophyllales .
B01.650.940.800.575.912.250.198.500.100 Amaranthaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.198.500.100.130 Amaranthus .
B01.650.940.800.575.912.250.198.500.100.333 Celosia .
B04 Vírus .
B04.820 Vírus de RNA .
B04.820.504 Nidovirales .
B04.820.504.540 Coronaviridae .
B04.820.504.540.800 Torovirus .
C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.450 Neoplasias de Tecido Conjuntivo e de Tecidos Moles .
C04.557.450.565 Neoplasias de Tecido Conjuntivo .
C04.557.450.565.550 Mixoma .
C04.557.450.565.550.312 Complexo de Carney .
C04.557.450.565.590 Neoplasias de Tecido Fibroso .
C04.557.450.565.590.595 Neoplasias Fibroepiteliais .
C04.557.450.565.590.595.150 Tumor de Brenner .
C04.557.470 Neoplasias Epiteliais e Glandulares .
C04.557.470.625 Neoplasias Fibroepiteliais .
C04.557.470.625.150 Tumor de Brenner .
C04.588 Neoplasias por Localização .
C04.588.894 Neoplasias Torácicas .
C04.588.894.309 Neoplasias Cardíacas .
C04.588.894.309.500 Complexo de Carney .
C13 Doenças Urogenitais Femininas e Complicações na Gravidez .
C13.351 Doenças Urogenitais Femininas .
C13.351.500 Doenças dos Genitais Femininos .
C13.351.500.056 Doenças dos Anexos .
C13.351.500.056.630 Doenças Ovarianas .
C13.351.500.056.630.705 Neoplasias Ovarianas .
C13.351.500.056.630.705.265 Tumor de Brenner .
C13.351.937 Neoplasias Urogenitais .
C13.351.937.418 Neoplasias dos Genitais Femininos .
C13.351.937.418.685 Neoplasias Ovarianas .
C13.351.937.418.685.265 Tumor de Brenner .
C14 Doenças Cardiovasculares .
C14.280 Cardiopatias .
C14.280.459 Neoplasias Cardíacas .
C14.280.459.500 Complexo de Carney .
C16 Doenças e Anormalidades Congênitas, Hereditárias e Neonatais .
C16.131 Anormalidades Congênitas .
C16.131.077 Anormalidades Múltiplas .
C16.131.077.229 Complexo de Carney .
C16.131.831 Anormalidades da Pele .
C16.131.831.108 Complexo de Carney .
C19 Doenças do Sistema Endócrino .
C19.391 Transtornos Gonadais .
C19.391.630 Doenças Ovarianas .
C19.391.630.705 Neoplasias Ovarianas .
C19.391.630.705.265 Tumor de Brenner .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.125 Aminoácidos .
D12.125.068 Aminoácidos Básicos .
D12.125.068.050 Arginina .
D12.125.068.050.525 NG-Nitroarginina Metil Éster .
D12.125.095 Diamino Aminoácidos .
D12.125.095.104 Arginina .
D12.125.095.104.525 NG-Nitroarginina Metil Éster .
D12.776 Proteínas .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.650 Proteoglicanas .
D12.776.395.650.750 Proteoglicanas de Sulfatos de Condroitina .
D12.776.395.650.750.687 Hialectinas .
D12.776.395.650.750.687.275 Brevicam .
D12.776.503 Lectinas .
D12.776.503.280 Lectinas Tipo C .
D12.776.503.280.437 Hialectinas .
D12.776.503.280.437.275 Brevicam .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.275 Meio Ambiente .
G16.500.275.157 Ecossistema .
G16.500.275.157.812 Zonas Úmidas .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.230 Meio Ambiente .
N06.230.124 Ecossistema .
N06.230.124.625 Zonas Úmidas .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.016 Recursos Hídricos .
SP4.016.132 Água 12871 .
SP4.016.132.553 Águas de Superfície .
SP4.016.132.553.934 Zonas Úmidas .
SP4.026 Esgotos .
SP4.026.292 Tratamento de Águas Residuárias .
SP4.026.292.663 Tratamento Biológico .
SP4.026.292.663.214 Zonas Úmidas .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.482 Geografia .
SP8.473.654.482.147 Zonas Úmidas .
Z01 Localizações Geográficas .
Z01.058 África .
Z01.058.290 África ao Sul do Saara .
Z01.058.290.175 África Austral .
Z01.058.290.175.580 Namíbia .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Celosia .
Crista-de-Galo .
Cristada .
Beijo-de-Palmas .
Bredo-de-Namorado .
Flor-dos-Amores .
Galacrista .
Galiscrita .
Galocrista .
Martinete .
Veludilho .
Veludo .
Gênero de plantas da família AMARANTHACEAE. Suas folhas jovens são utilizadas como alimento na Ásia. Os membros possuem betacianinas, celogentinas, betaxantinas e celosianos. .
1.00
050
 
Amaranthus .
Planta do Amaranto .
Amaranto .
Amaranthus caudatus .
Cauda-de-Raposa .
Amaranthus viridis .
Bredo .
Caruru .
Caruru de Mancha .
Caruru Verde .
Amaranthus tricolor .
Tampala .
Amaranto (Planta) .
Gênero de plantas (família AMARANTHACEAE) mais conhecidas como fonte de grãos ricos em proteína e do Corante Vermelho número 2 (CORANTE AMARANTO). Às vezes, o Cardo-Rolador refere-se ao Amaranthus, porém com maior frequência à SALSOLA. .
0.61
58626
 
Namíbia .
África do Sudoeste .
República na África austral, ao sul de ANGOLA e a oeste de BOTSUANA. Sua capital é Windhoek. .
0.42
2861
 
Brevicam .
Brevican .
Hialectina específica para ENCÉFALO que pode ter papel na diferenciação terminal de NEURÔNIOS. É encontrado em altos níveis de expressão em NEOPLASIAS ENCEFÁLICAS e em modelos experimentais de GLIOMA. .
0.39
0109
 
Zonas Úmidas .
Biofiltros (Pântanos Construídos) .
Pântanos Artificiais .
Mangues .
Lodaçais .
Lodaçal .
Terra Pantanosa .
Pântanos .
Brejos .
Braço de Rio .
Igarapé .
Marimbu .
Atoleiros .
Pantanal .
Turfeira .
Lamaçal .
Charco .
Alagadiço .
Manguezais .
Restinga .
Marisma Costeiro .
Mangues Salinos .
Esteros .
Marisma .
Esteiros .
Orla Marítima .
Manguezal .
Mangue .
Biofiltros [Pântanos construído] .
1) Ambientes ou habitats na interface entre ecossistemas verdadeiramente terrestres e sistemas verdadeiramente aquáticos tornando-os diferentes de cada um deles mas altamente dependentes de ambos. Adaptações a baixo [nível de] oxigênio do solo caracterizam muitas das espécies de zonas úmidas. 2) Pântanos: Área com cobertura vegetal que se encontra inundada ou saturada por água superficial ou subterrânea durante uma parte significativa do ano. A vegetação é adaptada para viver nas condições de solo saturada (Tradução livre do original: USGS 1048). 3) Manguezais: Floresta ou associação vegetal halófila em que predomina esse tipo de árvore e que se pode formar junto a praias, à foz de rios, ou na margem lamacenta de portos, rios, lagoas etc. (Fonte: Dicionário Houaiss da língua portuguesa). 4) Marisma: Terreno à beira de mar ou rio baixo e pantanoso que se inunda pela ação das marés (Fonte: Material IV - Glossário de Proteção Civil, OPAS, 1992). 5) Orla Marítima: Terra costeira baixa, parcialmente sob a água do mar, ao menos nas marés cheias, e que possui características ecológicas especiais. .
0.39
1555406
 
NG-Nitroarginina Metil Éster .
L-NAME .
N ômega-Nitro-L-arginina Metil Éster .
Ng-Nitro-L-Arginina Metil Éster .
N omega-Nitro-Larginina Metil Éster .
Inibidor não seletivo da óxido nítrico sintase. Tem sido utilizada experimentalmente na indução da hipertensão. .
0.39
8311849
 
Torovirus .
Torovirus Porcino .
Vírus Berne .
Torovirus Bovino .
Vírus Breda .
Torovirus Equino .
Torovirus Humano .
Torovirus Suíno .
Toroviridae .
Gênero da família CORONAVIRIDAE que é caracterizado por partículas envelopadas contendo peplômeros, com nucleocapsídeoo tubular elongado de simetria helicoide. Foram encontrados torovírus em associação com infecções entéricas em cavalos (vírus Berne), gado (vírus Breda), suínos e humanos. A transmissão ocorre provavelmente pela rota fecal-oral. .
0.38
289
 
Complexo de Carney .
Complexo de Carney Tipo 2 .
Complexo de Carney Tipo II .
Complexo de Carney Mixoma-Endócrino .
Síndrome de Carney .
Síndrome LAMB .
Mixomas, Manchas Pigmentadas e Hiperatividade Endócrina .
Síndrome NAME .
Complexo de Manchas Lentigíneas, Mixomas e Hiperatividade Endócrina .
Complexo de Manchas Lentiginosas, Mixomas e Hiperatividade Endócrina .
Complexo de Manchas Pigmentadas, Mixomas e Hiperatividade Endócrina .
Lentigos, Mixoma Atrial, Mixoma Mucocutâneo, Nevo Azul .
Nevos, Mixoma Atrial, Neurofibroma Mixoide, Efélide .
Síndrome autossômica dominante caracterizada por MIXOMAS cardíacos e cutâneos, LENTIGO (pele com manchas pigmentadas) e endocrinopatia com seus tumores endócrinos associados. Os mixomas cardíacos podem levar a MORTE SÚBITA CARDÍACA e outras complicações em pacientes com complexo de Carney. O gene que codifica a proteína PRKAR 1A é um dos genes dos loci gênicos que desencadeiam a doença (tipo 1). Um segundo locus gênico está no cromossomo 2p16 (tipo 2). .
0.37
7154
 
Tumor de Brenner .
Tumor fibroepitelial liso (sólido ou cístico) (NEOPLASIAS FIBROEPITELIAIS), geralmente encontrado nos OVÁRIOS, podendo também ser encontrado na região anexa e nos RINS. Consiste em um estroma fibroso, com ninhos de células epiteliais; estas às vezes se assemelham às células de transição que revestem bexiga urinária. Estes tumores geralmente são benignos e assintomáticos. Entretanto, formas malignas têm sido descritas. .
0.37
19478