serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A13 Estruturas Animais .
A13.655 Nematocisto .
B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.308 Cnidários .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.075 Apiaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.075.199 Cnidium .
B01.650.940.800.575.912.250.100 Asteraceae .
B01.650.940.800.575.912.250.100.241 Cnicus .
B01.650.940.800.575.912.250.618 Lilianae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.937 Zingiberales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.937.522 Marantaceae .
C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.654 Transtornos Nutricionais .
C18.654.521 Desnutrição .
C18.654.521.500 Deficiências Nutricionais .
C18.654.521.500.708 Deficiência de Proteína .
C18.654.521.500.708.626 Desnutrição Proteico-Calórica .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.285 Antígenos de Neoplasias .
D23.050.285.050 Antígenos Glicosídicos Associados a Tumores .
D23.050.550 Epitopos .
D23.050.550.325 Antígenos Glicosídicos Associados a Tumores .
D23.101 Biomarcadores .
D23.101.140 Biomarcadores Tumorais .
D23.101.140.075 Antígenos Glicosídicos Associados a Tumores .
SP6 Nutrição em Saúde Pública .
SP6.016 Transtornos Nutricionais .
SP6.016.052 Deficiências Nutricionais .
SP6.016.052.058 Desnutrição .
SP6.016.052.058.089 Deficiência de Proteína .
SP6.016.052.058.089.005 Desnutrição Proteico-Calórica .
Z01 Localizações Geográficas .
Z01.107 Américas .
Z01.107.084 Região do Caribe .
Z01.107.084.900 Índias Ocidentais .
Z01.107.084.900.600 Martinica .
Z01.639 Ilhas .
Z01.639.880 Índias Ocidentais .
Z01.639.880.600 Martinica .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Cnicus .
Cnicus benedictus .
Cardo Santo .
Cardo-Santo .
Gênero de planta da família ASTERACEAE. Seus membros contêm cnicina. .
0.42
22
 
Nematocisto .
Cnida .
Cápsula de parede dupla encontrado em águas-vivas e outros CNIDÁRIOS cujas funções incluem a captura de presas, defesa, locomoção e adesão. Os nematocistos contêm VENENOS DE CNIDÁRIOS tóxicos que são injetados na vítima por meio de um túbulo farpado. .
0.41
065
 
Cnidários .
Cnidaria .
CELENTERADOS .
Filo de invertebrados radialmente simétricos que se caracterizam por possuírem células urticantes denominadas nematócitos, cujos membros possuem VENENOS DE CNIDÁRIOS. As classes são: ANTHOZOA, CUBOZOA, HYDROZOA e SCYPHOZOA . .
0.36
292713
 
Cnidium .
Gênero de plantas da família APIACEAE. Seus membros contêm ostol. .
0.36
0125
 
Desnutrição Proteico-Calórica .
Marasmo .
Desnutrição Energético-Proteica .
Desnutrição Proteico-Energética .
DEP 18544 .
Apresenta como condicionantes biológicos a deficiência energética e proteica com redução de massa muscular e adiposa. Os grupos mais vulneráveis são o dos idosos e o das crianças menores de cinco anos, causando atraso no crescimento e desenvolvimento. Pode apresentar-se em forma leve, moderada ou grave e, quanto à cronologia, pode ser pregressa ou recente. (GOUVEIA 1999) .
0.33
12146890
 
Antígenos Glicosídicos Associados a Tumores .
Antígenos Glicosídicos Associados ao Câncer .
Antígenos Carboidratos Associados a Tumores .
Antígenos CA .
ANTÍGENOS CARBOIDRATOS ASSOCIADOS AO CÂNCER .
Antígenos glicosídicos expressos por tecidos malignos. Estes antígenos são úteis como marcadores tumorais e podem ser quantificados no soro com anticorpos monoclonais por meio da técnica de radioimunoensaio. .
0.33
265102
 
Marantaceae .
Agutiguepa .
Agutiguepe .
Araruta-Caixulta .
Araruta-Comum .
Araruta-Especial .
Araruta-Gigante .
Araruta-Palmeira .
Araruta-Raiz-Redonda .
Araruta-Ramosa .
Aru-Aru .
Embiri .
Urubá-de-Caboclo .
Araruta .
Calathea .
Maranta .
Maranta arundinacea .
Marantáceas .
Thalia .
Família de plantas (ordem ZINGIBERALES, subclasse Zingiberidae, classe Liliopsida). .
0.31
450
 
Martinica .
Ilha nas Pequenas Antilhas, uma das Ilhas de Barlavento. Sua capital é Fort-de-France. Foi descoberta por Colombo em 1502 e desde seu povoamento pelos Franceses em 1635 passou pelas mãos holandesas e britânicas. Foi transformada em departamento ultramarino francês em 1946. Uma avaliação de seu nome refere às mulheres nativas na costa chamada "Madinina" quando Colombo aproximou-se da ilha. O significado nunca foi descoberto, mas foi inscrito em quadros antigos como Martinica, influenciado pelo nome de São Martin. .
0.30
7441