serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

C01 Infecções Bacterianas e Micoses .
C01.252 Infecções Bacterianas .
C01.252.410 Infecções por Bactérias Gram-Positivas .
C01.252.410.890 Infecções Estreptocócicas .
C01.252.410.890.731 Febre Reumática .
C01.252.410.890.731.649 Cardiopatia Reumática .
C14 Doenças Cardiovasculares .
C14.240 Anormalidades Cardiovasculares .
C14.240.400 Cardiopatias Congênitas .
C14.280 Cardiopatias .
C14.280.195 Cardiomegalia .
C14.280.195.160 Cardiomiopatia Dilatada .
C14.280.238 Cardiomiopatias .
C14.280.238.070 Cardiomiopatia Dilatada .
C14.280.238.235 Cardiomiopatias Diabéticas .
C14.280.400 Cardiopatias Congênitas .
C14.280.647 Isquemia Miocárdica .
C14.280.647.250 Doença das Coronárias .
C14.280.874 Cardiopatia Reumática .
C14.907 Doenças Vasculares .
C14.907.585 Isquemia Miocárdica .
C14.907.585.250 Doença das Coronárias .
C16 Doenças e Anormalidades Congênitas, Hereditárias e Neonatais .
C16.131 Anormalidades Congênitas .
C16.131.240 Anormalidades Cardiovasculares .
C16.131.240.400 Cardiopatias Congênitas .
C19 Doenças do Sistema Endócrino .
C19.246 Diabetes Mellitus .
C19.246.099 Complicações do Diabetes .
C19.246.099.625 Cardiomiopatias Diabéticas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Cardiopatias .
Doenças do Coração .
Doenças Cardíacas .
Cardiopatia Grave .
Afecções que envolvem o CORAÇÃO, inclusive anomalias estruturais e funcionais. .
1.00
168954735
 
Cardiomiopatias .
Doenças Miocárdicas .
Doenças do Miocárdio .
Miocardiopatias Primárias .
Miocardiopatias Secundárias .
Miocardiopatias .
Grupo de doenças na qual a característica dominante é o envolvimento do próprio músculo cardíaco. As cardiomiopatias são classificadas de acordo com suas características patofisiológicas predominantes (CARDIOMIOPATIA DILATADA, CARDIOMIOPATIA HIPERTRÓFICA, CARDIOMIOPATIA RESTRITIVA) ou seus fatores etiológicos/patológicos (CARDIOMIOPATIA ALCOÓLICA, FIBROELASTOSE ENDOCÁRDICA). .
0.88
70324127
 
Cardiopatias Congênitas .
Malformação Cardiovascular .
Defeitos Cardiovasculares Congênitos .
Anormalidades Cardíacas .
Anormalidades do desenvolvimento relacionadas a estruturas do coração. Estes defeitos estão presentes ao nascimento, mas podem ser descobertos mais tarde na vida. .
0.75
186042826
 
Doença das Coronárias .
Coronariopatia .
Doença Cardíaca Coronária .
Cardiopatia Coronariana .
Desequilíbrio entre as necessidades funcionais miocárdicas e a capacidade dos VASOS CORONÁRIOS para fornecer suficiente fluxo sanguíneo. É uma forma de ISQUEMIA MIOCÁRDICA (fornecimento insuficiente de sangue ao músculo cardíaco), causada por uma diminuição da capacidade dos vasos coronarianos. .
0.69
2652122419
 
Cardiopatia Reumática .
Doença de Bouillaud .
Manifestação cardíaca de afecções reumatológicas sistêmicas, como a FEBRE REUMÁTICA. A cardiopatia reumática pode envolver qualquer parte do coração, mais frequentemente as VALVAS CARDÍACAS e o ENDOCÁRDIO. .
0.69
 
Cardiomiopatias Diabéticas .
Complicações da diabetes em que a REMODELAÇÃO VENTRICULAR na ausência de ATEROSCLEROSE CORONÁRIA e hipertensão resulta em distúrbios cardíacos, tipicamente DISFUNÇÃO VENTRICULAR ESQUERDA. As alterações sempre resultam em hipertrofia miocárdica, necrose miocárdica e fibrose, além de deposição de colágeno devida ao comprometimento da tolerância à glicose. .
0.67
121099
 
Isquemia Miocárdica .
Cardiopatia Isquêmica .
Doença Isquêmica do Coração .
Transtorno da função cardíaca causado por fluxo sanguíneo insuficiente ao tecido muscular do coração. A diminuição do fluxo sanguíneo pode ser devido ao estreitamento das artérias coronárias (DOENÇA DA ARTÉRIA CORONARIANA), à obstrução por um trombo (TROMBOSE CORONARIANA), ou menos comum, ao estreitamento difuso de arteríolas e outros vasos pequenos dentro do coração. A interrupção grave do suprimento sanguíneo ao tecido miocárdico pode resultar em necrose do músculo cardíaco (INFARTO DO MIOCÁRDIO). .
0.66
116735625
 
Cardiomiopatia Dilatada .
Cardiomiopatia Congestiva .
Miocardiopatia Congestiva .
Miocardiopatia Dilatada .
Forma de doença do MÚSCULO CARDÍACO caracterizada por dilatação ventricular, DISFUNÇÃO VENTRICULAR e INSUFICIÊNCIA CARDÍACA. Entre os fatores de risco estão TABAGISMO, CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, HIPERTENSÃO, INFECÇÃO, GRAVIDEZ, e mutações no gene LMNA que codifica a LÂMINA TIPO A, uma proteína da LÂMINA NUCLEAR. .
0.66
40014437