serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D02 Compostos Orgânicos .
D02.455 Hidrocarbonetos .
D02.455.426 Hidrocarbonetos Cíclicos .
D02.455.426.559 Hidrocarbonetos Aromáticos .
D02.455.426.559.389 Derivados de Benzeno .
D02.455.426.559.389.097 Benzenossulfonatos .
D02.455.426.559.389.097.250 Etamsilato .
D02.886 Compostos de Enxofre .
D02.886.645 Ácidos de Enxofre .
D02.886.645.600 Ácidos Sulfônicos .
D02.886.645.600.080 Ácidos Arilsulfônicos .
D02.886.645.600.080.050 Sulfonatos de Arila .
D02.886.645.600.080.050.100 Benzenossulfonatos .
D02.886.645.600.080.050.100.300 Etamsilato .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.464 Ligases .
D08.811.464.938 Complexos Ubiquitina-Proteína Ligase .
D08.811.464.938.750 Ubiquitina-Proteína Ligases .
D08.811.464.938.750.092 Ciclossomo-Complexo Promotor de Anáfase .
D10 Lipídeos .
D10.251 Ácidos Graxos .
D10.251.355 Ácidos Graxos Insaturados .
D10.251.355.255 Eicosanoides .
D10.251.355.255.550 Prostaglandinas .
D10.251.355.255.550.775 Prostaglandinas Sintéticas .
D10.251.355.255.550.775.125 Iloprosta .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.262 Ciclinas .
D12.644.360.262.180 Ciclina E .
D12.776 Proteínas .
D12.776.167 Proteínas de Ciclo Celular .
D12.776.167.024 Ciclossomo-Complexo Promotor de Anáfase .
D12.776.167.218 Ciclinas .
D12.776.167.218.180 Ciclina E .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.262 Ciclinas .
D12.776.476.262.180 Ciclina E .
D23 Fatores Biológicos .
D23.469 Mediadores da Inflamação .
D23.469.050 Autacoides .
D23.469.050.175 Eicosanoides .
D23.469.050.175.725 Prostaglandinas .
D23.469.050.175.725.775 Prostaglandinas Sintéticas .
D23.469.050.175.725.775.125 Iloprosta .
D23.469.700 Prostaglandinas Sintéticas .
D23.469.700.275 Iloprosta .
G08 Fenômenos Fisiológicos Reprodutivos e Urinários .
G08.686 Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos .
G08.686.195 Ciclo Estral .
G08.686.195.500 Estro .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.175 Processos Climáticos .
G16.500.175.500 Tempestades Ciclônicas .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.037 Desastres .
SP4.001.037.403 Desastres Naturais .
SP4.001.037.403.524 Desastre Meteorológico .
SP4.001.037.403.524.285 Tempestades Ciclônicas .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.117 Climatologia .
SP4.011.117.383 Conceitos Meteorológicos .
SP4.011.117.383.492 Tempestades Ciclônicas .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.587 Meteorologia .
SP8.473.654.587.462 Tempestades Ciclônicas .
SP8.473.654.587.462.377 Ciclogênese .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Ciclo Estral .
Ciclo Estrual .
Período de alterações fisiológicas e comportamentais cíclicas em fêmeas de mamíferos não primatas que apresentam ESTRO. O ciclo estral geralmente consiste em 4 ou 5 períodos distintos correspondentes ao estado endócrino (PROESTRO; ESTRO; METESTRO; DIESTRO e ANESTRO). .
1.00
783858
 
Estro .
CICLO ESTRIAL .
Período no CICLO ESTRAL associado com receptividade sexual máxima e fertilidade em fêmeas de mamíferos não primatas. .
0.86
14916989
 
Tempestades Ciclônicas .
Ciclone .
Ciclones .
Furacão .
Furacões .
Tempestade Tropical .
Tormenta Tropical .
Tormentas Tropicais .
Tempestades Tropicais .
Tufão .
Tufões .
Furacões (Desastres) .
Furacões (Saúde Ambiental) .
Furacões [Saúde ambiental] .
1) Sistemas não frontais de baixa pressão sobre águas tropicais ou subtropicais com convexão organizada e padrão definido de circulação de vento na superfície. 2) Área de concentração de energia cinética na atmosfera, ou seja, de ventos fortes. Essa energia vem da distribuição de massas de ar diferentes entre si em temperatura, pressão e densidade. Tipos: Frontais - São os que se formam ao longo das frentes; Orográficos - Formam-se sobre as áreas montanhosas. Predominam a sotavento das montanhas e cordilheiras e são sempre mais intensos no outono e inverno; Superiores - Desenvolvem-se em níveis elevados (troposfera superior) e propagam-se para os níveis inferiores até a superfície; ocorrem com mais frequência no outono e inverno; Termais - São muito mais intensos e cobrem maiores áreas no verão, desaparecendo quase que por completo no inverno; ocorrem pelo aquecimento de certas regiões livres de atividades frontais; Tropicais - veja em CICLONE TROPICAL. .
0.65
1121511
 
Ciclina E .
Proteína de 50-kDa que se complexa com QUINASE 2 DEPENDENTE DE CICLINA no fim da fase G1 do ciclo celular. .
0.59
12541
 
Ciclossomo-Complexo Promotor de Anáfase .
Ciclossomo .
Ciclossomo ou Complexo Promotor de Anáfase .
Complexo Promotor de Anáfase .
Complexo Promotor de Anáfase-Ciclossomo .
Complexo Promotor de Anáfase ou Ciclossomo .
Ciclossomo do Complexo Promotor de Anáfase .
Ciclossomo Complexo Promotor de Anáfase .
Ubiquitina E3 ligase envolvida inicialmente na regulação da transição da metáfase para anáfase durante a MITOSE por meio da ubiquitinação de PROTEÍNAS DO CICLO CELULAR específicas. A atividade da enzima é fortemente regulada por subunidades e cofatores, que modulam a ativação, a inibição e a especificidade do substrato. O complexo promotor de anáfase, ou o APC-C, também está envolvido na diferenciação dos tecidos na PLACENTA, CRISTALINO e MÚSCULO ESQUELÉTICO, além da regulação pós-mitótica da PLASTICIDADE NEURONAL e da excitabilidade. .
0.58
01284
 
Iloprosta .
Cicloprost .
Cicloprosta .
Iloprost .
Eicosanoide, derivado da via da cicloxigenase no metabolismo do ácido araquidônico. É um análogo estável e sintético do EPOPROSTENOL, porém com maior meia-vida que seu composto relacionado. Sua ação é semelhante à da prostaciclina. A Iloprosta produz vasodilatação e inibe a agregação plaquetária. .
0.58
161937
 
Etamsilato .
Ciclonamina .
Derivado do benzenossulfonato utilizado como hemostático sistêmico. .
0.57
1179
 
Ciclogênese .
Processo pelo qual se cria ou se desenvolve um novo ciclone. No Oceano Pacífico Oriental, precisamente ao sul da Guatemala e Chiapas, inicia-se o crescimento de furacões durante a primavera e o verão. .
0.57
00