serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.131 Artrópodes .
B01.050.500.131.365 Crustáceos .
B01.050.500.131.365.160 Copépodes .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.455 Hidrocarbonetos .
D02.455.426 Hidrocarbonetos Cíclicos .
D02.455.426.392 Hidrocarbonetos Alicíclicos .
D02.455.426.392.368 Cicloparafinas .
D02.455.426.392.368.450 Ciclopentanos .
D02.455.426.392.368.533 Ciclopropanos .
D04 Compostos Policíclicos .
D04.345 Compostos Macrocíclicos .
D04.345.133 Cicloparafinas .
D04.345.566 Peptídeos Cíclicos .
D04.345.566.235 Ciclosporinas .
D10 Lipídeos .
D10.251 Ácidos Graxos .
D10.251.355 Ácidos Graxos Insaturados .
D10.251.355.255 Eicosanoides .
D10.251.355.255.550 Prostaglandinas .
D10.251.355.255.550.775 Prostaglandinas Sintéticas .
D10.251.355.255.550.775.125 Iloprosta .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.262 Ciclinas .
D12.644.641 Peptídeos Cíclicos .
D12.644.641.235 Ciclosporinas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.167 Proteínas de Ciclo Celular .
D12.776.167.218 Ciclinas .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.262 Ciclinas .
D23 Fatores Biológicos .
D23.469 Mediadores da Inflamação .
D23.469.050 Autacoides .
D23.469.050.175 Eicosanoides .
D23.469.050.175.725 Prostaglandinas .
D23.469.050.175.725.775 Prostaglandinas Sintéticas .
D23.469.050.175.725.775.125 Iloprosta .
D23.469.700 Prostaglandinas Sintéticas .
D23.469.700.275 Iloprosta .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.175 Processos Climáticos .
G16.500.175.500 Tempestades Ciclônicas .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.037 Desastres .
SP4.001.037.403 Desastres Naturais .
SP4.001.037.403.524 Desastre Meteorológico .
SP4.001.037.403.524.285 Tempestades Ciclônicas .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.117 Climatologia .
SP4.011.117.383 Conceitos Meteorológicos .
SP4.011.117.383.492 Tempestades Ciclônicas .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.587 Meteorologia .
SP8.473.654.587.462 Tempestades Ciclônicas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Cicloparafinas .
Cicloalquenos .
Cicloalquinos .
Cicloalcenos .
Olefinas Cíclicas .
Cicloalcanos .
Cicloalcinos .
Hidrocarbonetos alicíclicos em que três ou mais átomos de carbono em cada molécula estão ligados em uma estrutura de anel e cada anel de átomos de carbono estão ligados a átomos de hidrogênio ou grupos alquil. O membro mais simples deste grupo é o ciclopropano (C3H6), ciclobutano (C4H8), cicloexano (C6H12) e seus derivados, como o metilcicloexano (C6H11CH3). .
1.00
 
Iloprosta .
Cicloprost .
Cicloprosta .
Iloprost .
Eicosanoide, derivado da via da cicloxigenase no metabolismo do ácido araquidônico. É um análogo estável e sintético do EPOPROSTENOL, porém com maior meia-vida que seu composto relacionado. Sua ação é semelhante à da prostaciclina. A Iloprosta produz vasodilatação e inibe a agregação plaquetária. .
0.63
 
Ciclopropanos .
Ciclopropano de cicloparafina com três carbonos (fórmula estrutural (CH2)3) e seus derivados. .
0.62
 
Ciclinas .
Grande família de proteínas reguladoras que funcionam como subunidades acessórias para uma variedade de QUINASES DEPENDENTES DE CICLINA. Geralmente funcionam como ATIVADORES DE ENZIMAS que conduzem o CICLO CELULAR pelas transições entre as fases. Um subconjunto de ciclinas também pode funcionar como reguladores transcricionais. .
0.59
 
Tempestades Ciclônicas .
Ciclone .
Ciclones .
Furacão .
Furacões .
Tempestade Tropical .
Tormenta Tropical .
Tormentas Tropicais .
Tempestades Tropicais .
Tufão .
Tufões .
Furacões (Desastres) .
Furacões (Saúde Ambiental) .
Furacões [Saúde ambiental] .
1) Sistemas não frontais de baixa pressão sobre águas tropicais ou subtropicais com convexão organizada e padrão definido de circulação de vento na superfície. 2) Área de concentração de energia cinética na atmosfera, ou seja, de ventos fortes. Essa energia vem da distribuição de massas de ar diferentes entre si em temperatura, pressão e densidade. Tipos: Frontais - São os que se formam ao longo das frentes; Orográficos - Formam-se sobre as áreas montanhosas. Predominam a sotavento das montanhas e cordilheiras e são sempre mais intensos no outono e inverno; Superiores - Desenvolvem-se em níveis elevados (troposfera superior) e propagam-se para os níveis inferiores até a superfície; ocorrem com mais frequência no outono e inverno; Termais - São muito mais intensos e cobrem maiores áreas no verão, desaparecendo quase que por completo no inverno; ocorrem pelo aquecimento de certas regiões livres de atividades frontais; Tropicais - veja em CICLONE TROPICAL. .
0.58
 
Copépodes .
Copepoda .
Copépodos .
Calanoida .
Calanoides .
Ciclopoides .
Cyclopoida .
Harpacticoida .
Harpacticoides .
Lepeophtheirus salmonis .
Mesocyclops .
Piolho-do-Salmão .
Siphonostomatoida .
Grande subclasse de CRUSTÁCEOS (predominantemente marinhos, com mais de 14.000 espécies). As 10 ordens englobam organismos planctônicos e bênticos, incluindo as formas parasitárias e de vida livre. Os copépodes planctônicos constituem o principal elo entre o FITOPLÂNCTON e os níveis tróficos superiores da cadeia alimentar marinha. .
0.58
 
Ciclopentanos .
Ciclopentadienos .
Ciclopentenos .
Grupo de hidrocarbonetos alicíclicos com a fórmula geral R-C5H9. .
0.57
 
Ciclosporinas .
Grupo de undecapeptídeos cíclicos intimamente relacionados derivados do fungo Trichoderma polysporum e Cylindocarpon lucidum. Possuem algumas ações antineoplásicas e antifúngicas e significantes efeitos imunossupressores. As ciclosporinas têm sido utilizadas nos trasplantes de órgãos e tecidos para suprimir a rejeição. .
0.56