serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D05 Substâncias Macromoleculares .
D05.500 Complexos Multiproteicos .
D05.500.337 Alvo Mecanístico do Complexo 1 de Rapamicina .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.300 Enzimas Ativadoras do Complemento .
D08.811.277.300.280 Complemento C1r .
D08.811.277.300.290 Complemento C1s .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.696 Fosfotransferases .
D08.811.913.696.620 Fosfotransferases (Aceptor do Grupo Álcool) .
D08.811.913.696.620.682 Proteínas Quinases .
D08.811.913.696.620.682.700 Proteínas Serina-Treonina Quinases .
D08.811.913.696.620.682.700.931 Serina-Treonina Quinases TOR .
D08.811.913.696.620.682.700.931.500 Alvo Mecanístico do Complexo 1 de Rapamicina .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.861 Serpinas .
D12.644.861.140 Proteínas Inativadoras do Complemento 1 .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.274 Proteínas do Sistema Complemento .
D12.776.124.486.274.045 Enzimas Ativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.045.280 Complemento C1r .
D12.776.124.486.274.045.290 Complemento C1s .
D12.776.124.486.274.050 Complemento C1 .
D12.776.124.486.274.050.280 Complemento C1r .
D12.776.124.486.274.050.290 Complemento C1s .
D12.776.124.486.274.920 Proteínas Inativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.920.250 Proteínas Inativadoras do Complemento 1 .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.925 Serina-Treonina Quinases TOR .
D12.776.476.925.500 Alvo Mecanístico do Complexo 1 de Rapamicina .
D12.776.872 Serpinas .
D12.776.872.140 Proteínas Inativadoras do Complemento 1 .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Complemento C1 .
Complemento 1 .
Primeiro componente do complemento a atuar na ativação da VIA CLÁSSICA DO COMPLEMENTO. É um complexo trimolecular dependente de cálcio e composto de três subcomponentes: COMPLEMENTO C1Q, COMPLEMENTO C1R e COMPLEMENTO C1S na proporção 1:2:2. Quando o C1 intacto se liga a pelo menos dois anticorpos (envolvendo C1q), C1r e C1s são sequencialmente ativados, levando às próximas etapas da cascata da ATIVAÇÃO DO COMPLEMENTO. .
1.00
 
Complemento C1s .
Complemento 1s .
C1 Esterase .
Complemento 1 Esterase .
Subcomponente do complemento C1 de 77 kDa codificado pelo gene C1S, uma serina protease, existindo como uma pró-enzima (homodimérica) no complexo intacto do complemento C1. Sobre a ligação do COMPLEMENTO C1Q aos anticorpos, o COMPLEMENTO C1R ativado cliva o C1s em duas cadeias, A (pesada) e B (leve, a serina protease), unidas por ligações dissulfetos formando o C1s ativo. O C1s ativado, por sua vez, cliva o COMPLEMENTO C2 e o COMPLEMENTO C4 para formar C4b2a (CONVERTASE DO COMPLEMENTO C3 DA VIA CLÁSSICA). .
0.81
 
Proteínas do Sistema Complemento .
Proteínas do Complemento .
Proteínas do Sistema de Complemento .
Complemento .
Glicoproteínas séricas que participam da ATIVAÇÃO DO COMPLEMENTO, mecanismo de defesa do hospedeiro que gera o COMPLEXO DE ATAQUE À MEMBRANA DO SISTEMA COMPLEMENTO. Estão incluídas as glicoproteínas das diversas vias de ativação do complemento (VIA CLÁSSICA DO COMPLEMENTO, VIA ALTERNATIVA DO COMPLEMENTO e via de complemento de lectina). .
0.76
 
Proteínas Inativadoras do Complemento 1 .
Inativadores do Complemento 1 .
Inibidores da C1 Esterase .
Inativadores do C1 .
Inibidores do Complemento 1 .
Inibidores do Complemento 1 Esterase .
Proteínas séricas que inibem, antagonizam ou inativam o COMPLEMENTO C1 ou suas subunidades. .
0.72
 
Alvo Mecanístico do Complexo 1 de Rapamicina .
Complexo 1 TOR .
Complexo TOR 1 .
TORC1 .
Alvo do Complexo 1 de Rapamicina .
mTORC1 .
Complexo mTORC1 .
Complexo multiproteico conservado evolutivamente que age como um sensor de energia celular e um regulador da síntese proteica para o crescimento e proliferação celular. Consiste de SERINA-TREONINA QUINASES TOR, PROTEÍNA ASSOCIADA REGULATÓRIA A MTOR, PROTEÍNA MLST8 e proteína 1 do substrato AKT1. A atividade do complexo é regulada por SIROLIMO, INSULINA, FATORES DE CRESCIMENTO, ÁCIDOS FOSFATÍDICOS, alguns aminoácidos ou seus derivados e ESTRESSE OXIDATIVO. .
0.65
 
Complemento C1r .
Complemento 1r .
Subcomponente do complemento C1 de 80 kDa, existindo como uma pró-enzima serina protease no complexo intacto do complemento C1. Quando o COMPLEMENTO C1Q liga-se aos anticorpos, a estrutura terciária se altera causando ativação autolítica do complemento C1r, que é clivado em duas cadeias[A (pesada) e B (leve, a serina protease)] conectadas por ligações dissulfetos. A serina protease C1r ativada, por sua vez, ativa a pró-enzima do COMPLEMENTO C1S pela clivagem da ligação Arg426-Ile427. Nenhum fragmento é liberado quando ambos, C1r ou C1s, são clivados. .
0.62