serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.383 Compostos Heterocíclicos com 1 Anel .
D03.383.742 Pirimidinas .
D03.383.742.680 Nucleosídeos de Pirimidina .
D03.383.742.680.245 Citidina .
D03.383.742.680.245.500 Desoxicitidina .
D03.383.742.680.245.500.950 Zalcitabina .
D03.383.742.680.705 Timidina .
D03.383.742.680.705.950 Zidovudina .
D03.633 Compostos Heterocíclicos de Anéis Fundidos .
D03.633.100 Compostos Heterocíclicos com 2 Anéis .
D03.633.100.759 Purinas .
D03.633.100.759.590 Nucleosídeos de Purina .
D03.633.100.759.590.616 Inosina .
D03.633.100.759.590.616.130 Didanosina .
D13 Ácidos Nucleicos, Nucleotídeos e Nucleosídeos .
D13.570 Nucleosídeos .
D13.570.230 Desoxirribonucleosídeos .
D13.570.230.329 Desoxicitidina .
D13.570.230.329.950 Zalcitabina .
D13.570.230.500 Didesoxinucleosídeos .
D13.570.230.500.090 Didanosina .
D13.570.230.500.925 Zalcitabina .
D13.570.230.500.950 Zidovudina .
D13.570.230.855 Timidina .
D13.570.230.855.950 Zidovudina .
D13.570.583 Nucleosídeos de Purina .
D13.570.583.616 Inosina .
D13.570.583.616.130 Didanosina .
D13.570.685 Nucleosídeos de Pirimidina .
D13.570.685.245 Citidina .
D13.570.685.245.500 Desoxicitidina .
D13.570.685.245.500.950 Zalcitabina .
D13.570.685.705 Timidina .
D13.570.685.705.950 Zidovudina .
D13.570.800 Ribonucleosídeos .
D13.570.800.573 Inosina .
D13.570.800.573.130 Didanosina .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.026 Esgotos .
SP4.026.287 Lodos (Saúde Ambiental) .
SP4.026.287.598 Lodos Ativados .
SP4.026.287.598.149 Lodos Ativados por Aeração Prolongada .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Zidovudina .
Azidotimidina .
Azidotimidina (AZT) .
AZT 13401 .
AZT (Antiviral) .
Retrovir .
Composto didesoxinucleosídeo no qual o grupo 3'-hidroxi da molécula de açúcar foi substituído por um grupo azida. Esta modificação impede a formação de ligações fosfodiester que são necessárias para o término das cadeias de ácidos nucleicos. O composto é um potente inibidor da replicação do HIV, agindo como um terminador de cadeia do DNA viral durante a transcrição reversa. Melhora a função imunológica, reverte parcialmente a disfunção neurológica induzida pelo HIV e melhora certas outras anormalidades clínicas associadas com a SIDA. Seu principal efeito colateral tóxico é a supressão dose-dependente da medula óssea, resultando em anemia e leucopenia. .
0.53
2259298
 
Didanosina .
ddI (Antiviral) .
2',3'-Didesoxi-Inosina .
Didesoxi-Inosina .
2,3-Didesoxiinosina .
Composto didesoxinucleosídeo no qual o grupo 3'-hidroxi da molécula de açúcar foi substituído por um átomo de hidrogênio. Essa modificação impede a formação de ligações diester que são necessárias para o término das cadeias de ácidos nucleicos. A didanosina é um inibidor potente da replicação do HIV, agindo como um terminador da cadeia do DNA viral através da sua ligação com a transcriptase reversa. A ddI é, então, metabolizada em trifosfato de didesoxiadenosina, seu suposto metabólito ativo. .
0.35
391936
 
Lodos Ativados por Aeração Prolongada .
C.A.O. .
Lodos Ativados por Tanques de Oxidação .
0.35
 
Zalcitabina .
ddC (Antiviral) .
2',3'-Didesoxicitidina .
Didesoxicitidina .
Didesoxicitidina (DDC) .
Dideoxicitidina (DDC) .
Composto didesoxinucleosídeo no qual o grupo 3'-hidroxi da molécula de açúcar foi substituído por um átomo de hidrogênio. Esta modificação impede a formação de ligações fosfodiester que são necessárias para completar as cadeias de ácidos nucleicos. O composto é um potente inibidor da replicação do HIV em baixas concentrações, atuando como um terminador de cadeia do DNA viral através da sua ligação à transcriptase reversa. Seu principal efeito colateral tóxico é a degeneração axonal resultando em neuropatia periférica. .
0.33
201126