serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.383 Compostos Heterocíclicos com 1 Anel .
D03.383.679 Pirazinas .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.696 Fosfotransferases .
D08.811.913.696.445 Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308 DNA Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308.300 DNA Polimerase Dirigida por DNA .
D08.811.913.696.445.308.300.225 DNA Polimerase I .
D10 Lipídeos .
D10.532 Lipoproteínas .
D10.532.091 Apolipoproteínas .
D10.532.091.200 Apolipoproteínas A .
D10.532.091.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.262 Ciclinas .
D12.644.360.262.400 Ciclina I .
D12.776 Proteínas .
D12.776.070 Apoproteínas .
D12.776.070.400 Apolipoproteínas .
D12.776.070.400.200 Apolipoproteínas A .
D12.776.070.400.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.050 Proteínas da Fase Aguda .
D12.776.124.050.250 Fibrinogênio .
D12.776.124.125 Fatores de Coagulação Sanguínea .
D12.776.124.125.500 Fibrinogênio .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.125 Proteínas de Ligação ao Cálcio .
D12.776.157.125.050 Anexinas .
D12.776.157.125.050.100 Anexina A5 .
D12.776.167 Proteínas de Ciclo Celular .
D12.776.167.218 Ciclinas .
D12.776.167.218.400 Ciclina I .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.262 Ciclinas .
D12.776.476.262.400 Ciclina I .
D12.776.521 Lipoproteínas .
D12.776.521.120 Apolipoproteínas .
D12.776.521.120.200 Apolipoproteínas A .
D12.776.521.120.200.100 Apolipoproteína A-I .
D12.776.811 Precursores de Proteínas .
D12.776.811.300 Fibrinogênio .
D13 Ácidos Nucleicos, Nucleotídeos e Nucleosídeos .
D13.695 Nucleotídeos .
D13.695.578 Polinucleotídeos .
D13.695.578.550 Polirribonucleotídeos .
D13.695.578.550.650 Poli I .
D23 Fatores Biológicos .
D23.119 Fatores de Coagulação Sanguínea .
D23.119.490 Fibrinogênio .
E05 Técnicas de Pesquisa .
E05.318 Métodos Epidemiológicos .
E05.318.760 Características de Estudos Epidemiológicos .
E05.318.760.250 Estudos Clínicos como Assunto .
E05.318.760.250.500 Ensaios Clínicos como Assunto .
E05.318.760.250.500.200 Ensaios Clínicos Fase I como Assunto .
N05 Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715 Qualidade da Assistência à Saúde .
N05.715.360 Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715.360.775 Características de Estudos Epidemiológicos .
N05.715.360.775.088 Estudos Clínicos como Assunto .
N05.715.360.775.088.500 Ensaios Clínicos como Assunto .
N05.715.360.775.088.500.200 Ensaios Clínicos Fase I como Assunto .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.850 Saúde Pública .
N06.850.520 Métodos Epidemiológicos .
N06.850.520.450 Características de Estudos Epidemiológicos .
N06.850.520.450.250 Estudos Clínicos como Assunto .
N06.850.520.450.250.250 Ensaios Clínicos como Assunto .
N06.850.520.450.250.250.200 Ensaios Clínicos Fase I como Assunto .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.002 Controle de Medicamentos e Entorpecentes .
VS2.002.003 Avaliação de Medicamentos .
VS2.002.003.001 Aprovação de Drogas .
VS2.002.003.001.003 Ensaios Clínicos como Assunto .
VS2.002.003.001.003.001 Ensaios Clínicos Fase I como Assunto .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Pirazinas .
Pirazínico .
Pirazínicos .
Compostos orgânicos heterocícliocs aromáticos com a fórmula C4H4N2. .
0.59
 
Fibrinogênio .
Fator I de Coagulação .
Fator I .
Fator de Coagulação I .
Glicoproteína plasmática coagulada pela trombina, composta por um dímero de três pares de cadeias polipeptídicas não idênticas (alfa, beta e gama) mantidas juntas por pontes dissulfeto. A coagulação do fibrinogênio é uma mudança de sol para gel envolvendo arranjos moleculares complexos; enquanto o fibrinogênio é lisado pela trombina para formar polipeptídeos A e B, a ação proteolítica de outras enzimas libera diferentes produtos de degradação do fibrinogênio. .
0.33
 
Ensaios Clínicos Fase I como Assunto .
Ensaios Clínicos Fase I .
Avaliação de Drogas FDA Fase I .
Estudos de Avaliação FDA Fase I .
Trabalhos sobre estudos desenvolvidos para avaliar a segurança do diagnóstico, terapêutica ou medicamentos profiláticos, dispositivos ou técnicas em sujeitos saudáveis e determinar a variação da dose de segurança (se apropriado). Estes testes também são utilizados para determinar as propriedades farmacológicas e farmacocinéticas (toxicidade, metabolismo, absorção, eliminação e rota preferida de administração). Envolvem um pequeno número de pessoas e usualmente cerca de um ano. Este conceito inclui estudos de fase I conduzidos nos Estados Unidos e em outros países. .
0.33
 
Apolipoproteína A-I .
Apo A-I .
Componente proteico mais abundante das LIPOPROTEÍNAS HDL. Esta proteína atua como aceptor do COLESTEROL liberado das células, promovendo o efluxo do colesterol para o HDL e depois para o FÍGADO, para ser excretado (transporte reverso do colesterol). Atua também como cofator da LECITINA COLESTEROL ACILTRANSFERASE, que forma ÉSTERES DE COLESTEROL nas partículas de HDL. As mutações no gene APOA1 causam deficiência de HDL, como na doença familiar de deficiência da alfa lipoproteína e em alguns pacientes com a DOENÇA DE TANGIER. .
0.33
 
DNA Polimerase I .
DNA Polimerase I Dependente de DNA .
Pol I .
Fragmento Klenow .
DNA Polimerase alfa .
DNA polimerase dependente de DNA, caracterizada em procariotos, e que pode estar presente em organismos superiores. Tem tanto atividade de exonuclease 3'-5'quanto 5'-3', mas não pode usar o DNA de fita dupla nativo como molde-iniciador. Não é inibida por reagentes sulfidrílicos e é ativa tanto na síntese quanto no reparo do DNA. Ec 2.7.7.7. .
0.32
 
Ciclina I .
Subtipo de ciclina encontrada abundantemente em tecidos pós-mitóticos. Em contraste com as ciclinas clássicas, seus níveis não oscilam durante o ciclo celular. .
0.31
 
Anexina A5 .
Anexina V .
Proteína Anticoagulante I de Placenta .
Ancorina CII .
Calfobindina I .
Endonexina II .
Lipocortina V .
PAP-I .
Proteína da família anexina isolada da PLACENTA humana e outros tecidos. Inibe a FOSFOLIPASE A2 citosólica e demonstra atividade anticoagulante. .
0.31
 
Poli I .
Inosina Polinucleotídeos .
Ácidos Poli-Inosínicos .
INOSINA POLINUCLEOTÍDIOS .
Grupo de ribonucleotídeos inosina nos quais os resíduos fosfato de cada ribonucleotídeo inosina atuam como pontes formando ligações diéster entre as moléculas de ribose. .
0.31