serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A13 Estruturas Animais .
A13.079 Escamas de Animais .
A14 Sistema Estomatognático .
A14.549 Boca 6947 .
A14.549.167 Dentição .
A14.549.167.900 Componentes do Dente .
A14.549.167.900.255 Esmalte Dentário .
A17 Tegumento Comum .
A17.907 Escamas de Animais .
B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.992 Roedores .
B01.050.150.900.649.313.992.419 Dasyproctidae .
C14 Doenças Cardiovasculares .
C14.907 Doenças Vasculares .
C14.907.454 Transtornos Hemostáticos .
C14.907.454.240 Síndrome de Ehlers-Danlos .
C15 Doenças Sanguíneas e Linfáticas .
C15.378 Doenças Hematológicas .
C15.378.463 Transtornos Hemorrágicos .
C15.378.463.515 Transtornos Hemostáticos .
C15.378.463.515.240 Síndrome de Ehlers-Danlos .
C16 Doenças e Anormalidades Congênitas, Hereditárias e Neonatais .
C16.131 Anormalidades Congênitas .
C16.131.831 Anormalidades da Pele .
C16.131.831.428 Síndrome de Ehlers-Danlos .
C16.320 Doenças Genéticas Inatas .
C16.320.850 Dermatopatias Genéticas .
C16.320.850.180 Cútis Laxa .
C16.320.850.260 Síndrome de Ehlers-Danlos .
C17 Doenças da Pele e do Tecido Conjuntivo .
C17.300 Doenças do Tecido Conjuntivo .
C17.300.200 Doenças do Colágeno .
C17.300.200.310 Síndrome de Ehlers-Danlos .
C17.300.230 Cútis Laxa .
C17.800 Dermatopatias .
C17.800.804 Anormalidades da Pele .
C17.800.804.428 Síndrome de Ehlers-Danlos .
C17.800.827 Dermatopatias Genéticas .
C17.800.827.180 Cútis Laxa .
C17.800.827.260 Síndrome de Ehlers-Danlos .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Dasyproctidae .
Cotias .
Cutia Brasileira .
Cutias .
Aguti .
Cutias Brasileiras .
Dasiproctídeos .
Dasyprocta .
Dasyprocta leporina .
Myoprocta .
Cutiara .
Cutiaras .
Myoprocta acouchy .
Myoprocta pratti .
Família de roedores herbívoros da América Central e do Sul que compreende os gêneros Dasyprocta (agoutis) e Myoprocta. Assemelham-se a porquinhos-da-índia (COBAIAS), porém são maiores e possuem pernas mais compridas. Seu pelo é avermelhado ou marrom escuro. .
1.00
2116
 
Síndrome de Ehlers-Danlos .
Cutis Elastica .
Grupo heterogêneo de DOENÇAS DO COLÁGENO autossômicas e hereditárias causadas por deficiências na síntese ou na estrutura dos COLÁGENOS FIBRILARES. Há numerosos subtipos: clássico, de hipermobilidade, vascular e outros. Entre as características clínicas comuns estão pele e articulações hiperextensíveis, fragilidade da pele e menor capacidade de cicatrização. .
0.55
852661
 
Esmalte Dentário .
Cutícula Dentária .
Esmalte .
Cutícula de Esmalte .
Camada rígida, delgada e translúcida, de substância calcificada que reveste e protege a dentina da coroa do dente. É a substância mais dura do corpo e é quase que completamente composta de sais de cálcio. Ao microscópio, é composta de bastões delgados (prismas do esmalte) mantidos conectados por uma substância cimentante, e apresenta-se revestido por uma bainha de esmalte. (Tradução livre do original: Jablonski, Dictionary of Dentistry, 1992, p286) .
0.55
136617187
 
Cútis Laxa .
Cútis Flácida .
Dermatólise .
Dermatomegalia .
Cútis Laxa (Hiperelástica) .
Grupo de doenças do tecido conjuntivo nas quais a pele pende em dobras pendulosas frouxas, consideradas associadas com formação diminuída de tecido elástico bem como uma anormalidade na formação de elastina, e usualmente ocorrendo como distúrbio genético e ocasionalmente em uma forma adquirida. A forma congênita, que está presente ao nascimento ou desenvolve-se durante os primeiros meses de vida, é transmitida como: um caráter recessivo autossômico, associado com complicações graves, incluindo manifestações pulmonares e cardiovasculares, divertículos dos tratos urinário e gastrintestinal e múltiplas hérnias; um caráter dominante autossômico, que é essencialmente benigno, sendo apenas de importância cosmética; ou um caráter recessivo ligado ao X, que se associa com uma diminuição na atividade de lisil oxidase, a enzima responsável pela formação de grupos aldeído, os quais são essenciais para ligações cruzadas do colágeno. O tipo ligado ao X é caracterizado por divertículos e disfunção da bexiga, crescimento de cornos occipitais ósseos e inteligência relativamente normal. Os indivíduos afetados têm caracteristicamente uma aparência prematuramente envelhecida, nariz adunco com narinas evertidas, lábio superior longo, pálpebras inferiores evertidas e bochechas pendentes. A forma adquirida, que muitas vezes é precedida por uma enfermidade febril vaga, usualmente apresenta-se após a puberdade, mas algumas vezes não aparece até a meia idade ou mais tarde. (Dorland, 28a ed) .
0.54
29691
 
Escamas de Animais .
Escamas Animais .
Escamas Cuticulares .
Escamas Dérmicas .
Escamas da Derme .
Escamas Epidérmicas .
Escamas da Epiderme .
Extensões rígidas, córneas, quebradiças, lisas, estriadas ou em forma de placa do estrato córneo ou da camada externa da pele. Serve como proteção em peixes, répteis, aves e mamíferos. .
0.50
23