serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.493 Peixes .
B01.050.150.900.493.200 Cipriniformes .
B01.050.150.900.493.200.244 Cyprinidae .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.131 Artrópodes .
B01.050.500.131.617 Insetos .
B01.050.500.131.617.720 Pterigotos .
B01.050.500.131.617.720.500 Neópteros .
B01.050.500.131.617.720.500.500 Holometábolos .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750 Dípteros .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750.712 Nematóceros .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750.712.500 Culicomorfos .
B01.050.500.131.617.720.500.500.750.712.500.750 Chironomidae .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.401 Fabaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.401.012 Abrus .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.597 Manifestações Neurológicas .
C10.597.751 Transtornos das Sensações .
C10.597.751.941 Transtornos da Visão .
C10.597.751.941.339 Diplopia .
C11 Oftalmopatias .
C11.966 Transtornos da Visão .
C11.966.339 Diplopia .
C23 Condições Patológicas, Sinais e Sintomas .
C23.888 Sinais e Sintomas .
C23.888.592 Manifestações Neurológicas .
C23.888.592.763 Transtornos das Sensações .
C23.888.592.763.941 Transtornos da Visão .
C23.888.592.763.941.339 Diplopia .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.224 Catepsinas .
D08.811.277.656.224.130 Catepsina C .
D08.811.277.656.262 Cisteína Proteases .
D08.811.277.656.262.186 Catepsina C .
D08.811.277.656.350 Exopeptidases .
D08.811.277.656.350.350 Dipeptidil Peptidases e Tripeptidil Peptidases .
D08.811.277.656.350.350.100 Catepsina C .
F01 Comportamento e Mecanismos Comportamentais .
F01.829 Psicologia Social .
F01.829.316 Processos Grupais .
F01.829.316.171 Diplomacia .
F02 Fenômenos Psicológicos .
F02.463 Processos Mentais .
F02.463.785 Pensamento .
F02.463.785.373 Tomada de Decisões .
F02.463.785.373.520 Negociação .
F02.463.785.373.520.500 Diplomacia .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.144 Ciclo Celular .
G04.144.220 Divisão Celular .
G04.144.220.220 Divisão do Núcleo Celular .
G04.144.220.220.687 Meiose .
G04.144.220.220.687.444 Prófase Meiótica I .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.113 Divisão Celular .
G05.113.220 Divisão do Núcleo Celular .
G05.113.220.687 Meiose .
G05.113.220.687.500 Prófase Meiótica I .
G05.700 Ploidias .
G05.700.264 Diploide .
I01 Ciências Sociais .
I01.738 Política .
I01.738.305 Diplomacia .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Prófase Meiótica I .
Diacinese .
Diplóteno .
Estágio Diacinese .
Estágio Diplóteno .
Estágio Leptóteno .
Estágio Zigóteno .
Leptóteno .
Zigóteno .
Prófase 1 .
Prófase I .
Prófase Meiótica 1 .
Estágio Zigóteno .
Estágio de Leptóteno .
Estágio de Zigoteno .
Prófase da primeira divisão da MEIOSE (na qual ocorre a SEGREGAÇÃO DE CROMOSSOMOS homólogos). É dividida em cinco estágios: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese. .
0.54
 
Diploide .
Constituição cromossômica de células, em que cada tipo de CROMOSSOMO é representado duas vezes. Símbolo: 2N ou 2X. .
0.46
 
Diplopia .
Poliopia .
Visão Dupla .
Poliopsia .
Sintoma visual no qual um único objeto é percebido pelo córtex visual como dois objetos ao invés de um. Entre os transtornos associados com esta afecção estão ERROS DE REFRAÇÃO, ESTRABISMO, DOENÇAS DO NERVO OCULOMOTOR, DOENÇAS DO NERVO TROCLEAR, DOENÇAS DO NERVO ABDUCENTE e doenças do TRONCO ENCEFÁLICO e LOBO OCCIPITAL. .
0.45
 
Diplomacia .
Diplomata .
Arte e prática de conduzir negociações entre pessoas, nações ou outras partes, como organizações. .
0.44
 
Catepsina C .
Dipeptidil Peptidase I .
Dipeptidil Aminopeptidase I .
Cisteína protease semelhante à papaína que possui especificidade para dipeptídeos amino terminais. A enzima desempenha papel na ativação de várias serinoproteases pró-inflamatórias pela remoção de seus dipeptídeos amino terminais inibitórios. Mutações genéticas que causam a perda da atividade da catepsina C em seres humanos estão associadas com a DOENÇA DE PAPILLON-LEFEVRE. .
0.43
 
Abrus .
Alcaçuz-da-América .
Açacumirim .
Cipó-de-Alcaçuz .
Feijão-Vermelho .
Feijão-Carumbé .
Fruta-de-Conta .
Ervilha do Rosário .
Jequirity .
Jequiriti .
Jiquiriti .
Juqueriti .
Olho-de-Cabra .
Olho-de-Pombo .
Piriquitá .
Piriquiti .
Tento .
Tento-Miúdo .
Tento-Pequeno .
Gênero de planta da família FABACEAE cujos membros contêm o composto altamente tóxico ABRINA. .
0.43
 
Chironomidae .
Mosquitos não Picadores .
Tendipes .
Chironomus .
Moscas não Mordedoras .
Família de moscas não mordedoras da ordem dos DÍPTEROS. Glândulas salivares do gênero Chironomus são utilizadas em estudos de genética e bioquímica celulares. .
0.42
 
Cyprinidae .
Godião .
Bordalo .
Ruivaca .
Barbos .
Escalo .
Leucisco .
Vairão .
Robalinho .
Notropis .
Tenca .
Tinca .
Família de peixes de água doce que envolve os vairões ou CARPAS. .
0.41