serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.654 Transtornos Nutricionais .
C18.654.521 Desnutrição .
C18.654.521.500 Deficiências Nutricionais .
C18.654.521.500.133 Deficiência de Vitaminas .
C18.654.521.500.133.770 Deficiência de Vitamina D .
D04 Compostos Policíclicos .
D04.210 Compostos de Anéis Fundidos .
D04.210.500 Esteroides .
D04.210.500.247 Colestanos .
D04.210.500.247.222 Colestenos .
D04.210.500.247.222.159 Colecalciferol .
D04.210.500.247.222.474 Ergocalciferóis .
D04.210.500.247.808 Esteróis .
D04.210.500.247.808.146 Colecalciferol .
D04.210.500.247.808.412 Ergocalciferóis .
D04.210.500.812 Secoesteroides .
D04.210.500.812.768 Vitamina D .
D04.210.500.812.768.196 Colecalciferol .
D04.210.500.812.768.462 Ergocalciferóis .
D10 Lipídeos .
D10.570 Lipídeos de Membrana .
D10.570.938 Esteróis .
D10.570.938.146 Colecalciferol .
D10.570.938.439 Ergocalciferóis .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.920 Proteína de Ligação a Vitamina D .
D12.776.826 Receptores Citoplasmáticos e Nucleares .
D12.776.826.535 Receptores de Calcitriol .
SP6 Nutrição em Saúde Pública .
SP6.006 Dieta .
SP6.006.022 Micronutrientes .
SP6.006.022.028 Vitaminas na Dieta .
SP6.016 Transtornos Nutricionais .
SP6.016.052 Deficiências Nutricionais .
SP6.016.052.063 Deficiência de Vitaminas .
SP6.016.052.063.119 Deficiência de Vitamina D .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Deficiência de Vitamina D .
Doença nutricional produzida pela deficiência de VITAMINA D na dieta, produção insuficiente de vitamina D na pele, absorção inadequada de vitamina D da dieta, ou conversão anormal de vitamina D em seus metabólitos bioativos. Manifesta-se clinicamente por RAQUITISMO em crianças e OSTEOMALACIA em adultos. .
0.91
25712528
 
Vitamina D .
Vitamina que inclui tanto os colecalciferóis como os ERGOCALCIFERÓIS e que têm em comum o efeito de impedir ou curar o RAQUITISMO em animais. Também pode ser analisada como um hormônio, já que sua formação ocorre na PELE por ação dos RAIOS ULTRAVIOLETA sobre os precursores 7-dehidrocolesterol e ERGOSTEROL e atua sobre os receptores de vitamina D para regular o CÁLCIO, contrapondo-se ao HORMÔNIO PARATIREÓIDEO. .
0.58
54026919
 
Vitaminas na Dieta .
Composto orgânico, essencial em quantidades muito pequenas, para dar suporte ao funcionamento fisiológico normal, que geralmente não pode ser biossintetizada em taxas equivalentes às necessidades do organismo. (MAHAN & ESCOTT-STUMP 2002) .
0.50
 
Ergocalciferóis .
Calciferóis .
Vitamina D 2 .
Derivados de ESGOSTEROL formados por RAIOS ULTRAVIOLETA quebrando a ligação C9-C10. Diferem do COLECALCIFEROL por possuirem uma dupla ligação entre o C22 e C23 e um grupo metil no C24. .
0.49
222360
 
Receptores de Calcitriol .
Receptores de Colecalciferol .
Receptores de Vitamina D .
Receptores de Vitamina D 3 .
Proteínas geralmente encontradas no citoplasma que ligam especificamente calcitriol, migram para o núcleo e regulam a transcrição de segmentos específicos de DNA, com a participação das proteínas que interagem com o receptor D (denominadas DRIP). A vitamina D é convertida no fígado e rim em calcitriol e finalmente atua através desses receptores. .
0.49
376690
 
Colecalciferol .
Vitamina D 3 .
Derivado de 7-desidroxicolesterol, formado por RAIOS ULTRAVIOLETA quebrando a ligação C9-C10. Difere do ERGOCALCIFEROL por ter uma ligação simples entre o C22 e C23 e faltar o grupo metil no C24. .
0.48
636310
 
Proteína de Ligação a Vitamina D .
Proteína Ligante de Vitamina D .
Globulina de Componente Grupo-Específico .
Globulina de Ligação a Vitamina D .
Proteína Gc .
Componente Grupo-Específico .
PROTEÍNA DE LIGAÇÃO DE VITAMINA D .
GLOBULINA DE LIGAÇÃO DA VITAMINA D .
Alfa-globulina encontrada no plasma humano e de outros vertebrados. É aparentemente sintetizada no fígado e carreia vitamina D e seus metabólitos através da circulação e medeia a resposta do tecido. Também é conhecida como um componente específico de grupo (Gc). Os subtipos Gc são utilizados para determinar fenótipos específicos e frequências de gene. Esses dados são empregados na classificação de grupos populacionais, investigação de paternidade e na medicina forense. .
0.48
71450