serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.618 Lilianae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100 Asparagales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100.060 Asparagaceae .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.092 Aminas .
D02.092.877 Compostos de Amônio Quaternário .
D02.092.877.674 Compostos de Fenilamônio .
D02.092.877.674.033 Cloreto de (4-(m-Clorofenilcarbamoiloxi)-2-butinil)trimetilamônio .
D02.092.877.883 Compostos de Trimetil Amônio .
D02.092.877.883.088 Compostos de Betanecol .
D02.092.877.883.088.100 Betanecol .
D02.092.877.883.333 Colina .
D02.092.877.883.333.115 Carbacol .
D02.092.877.883.777 Muscarina .
D02.145 Compostos Aza .
D02.145.074 Compostos Azabicíclicos .
D02.145.074.722 Tropanos .
D02.145.074.722.822 Derivados da Escopolamina .
D02.145.074.722.822.550 N-Metilescopolamina .
D02.241 Ácidos Carboxílicos .
D02.241.081 Ácidos Acíclicos .
D02.241.081.251 Carbamatos .
D02.241.081.251.133 Compostos de Betanecol .
D02.241.081.251.133.100 Betanecol .
D02.455 Hidrocarbonetos .
D02.455.326 Hidrocarbonetos Acíclicos .
D02.455.326.397 Alquinos .
D02.455.326.397.325 Cloreto de (4-(m-Clorofenilcarbamoiloxi)-2-butinil)trimetilamônio .
D02.675 Oniocompostos .
D02.675.276 Compostos de Amônio Quaternário .
D02.675.276.148 Compostos de Betanecol .
D02.675.276.148.100 Betanecol .
D02.675.276.210 Cloreto de (4-(m-Clorofenilcarbamoiloxi)-2-butinil)trimetilamônio .
D02.675.276.232 Colina .
D02.675.276.232.115 Carbacol .
D02.675.276.580 Muscarina .
D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.132 Alcaloides .
D03.132.545 Muscarina .
D03.132.889 Tropanos .
D03.132.889.601 Derivados da Escopolamina .
D03.132.889.601.550 N-Metilescopolamina .
D03.605 Compostos Heterocíclicos de Anel em Ponte .
D03.605.084 Compostos Bicíclicos Heterocíclicos com Pontes .
D03.605.084.500 Compostos Azabicíclicos .
D03.605.084.500.722 Tropanos .
D03.605.084.500.722.822 Derivados da Escopolamina .
D03.605.084.500.722.822.550 N-Metilescopolamina .
D03.605.869 Tropanos .
D03.605.869.822 Derivados da Escopolamina .
D03.605.869.822.550 N-Metilescopolamina .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.695 Receptores Acoplados a Proteínas-G .
D12.776.543.750.695.475 Receptores Muscarínicos .
D12.776.543.750.720 Receptores de Neurotransmissores .
D12.776.543.750.720.360 Receptores Colinérgicos .
D12.776.543.750.720.360.500 Receptores Muscarínicos .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.519 Mecanismos Moleculares de Ação Farmacológica .
D27.505.519.625 Neurotransmissores .
D27.505.519.625.120 Colinérgicos .
D27.505.519.625.120.140 Agonistas Colinérgicos .
D27.505.519.625.120.140.500 Agonistas Muscarínicos .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.577 Neurotransmissores .
D27.505.696.577.120 Colinérgicos .
D27.505.696.577.120.140 Agonistas Colinérgicos .
D27.505.696.577.120.140.500 Agonistas Muscarínicos .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Agonistas Muscarínicos .
Agonistas Colinérgicos Muscarínicos .
Drogas que se ligam a receptores colinérgicos muscarínicos ativando-os (RECEPTORES MUSCARÍNICOS). Agonistas muscarínicos são os mais frequentemente usados quando se deseja aumentar o tônus da musculatura lisa, especialmente no trato gastrointestinal, na bexiga urinária e no olho. Também podem ser usados para diminuir o ritmo cardíaco. .
0.71
333673
 
Colinérgicos .
Agentes Colinérgicos .
Agentes Nicotínicos .
Agentes de Acetilcolina .
Agentes Muscarínicos .
Acetilcolínicos .
Colinomiméticos .
Muscarínicos .
Nicotínicos .
Efeito Colinérgico .
Colimiméticos .
Qualquer fármaco usado por suas ações em sistemas colinérgicos. Encontram-se neste grupo agonistas e antagonistas, fármacos que afetam o ciclo da ACETILCOLINA, e aqueles que afetam a sobrevivência dos neurônios colinérgicos. O termo "fármacos colinérgicos" às vezes é usado no sentido mais restrito de AGONISTAS MUSCARÍNICOS, mas os textos modernos desencorajam este uso. .
0.41
281867
 
Receptores Muscarínicos .
Receptores Muscarínicos de Acetilcolina .
Uma das principais classes de receptores colinérgicos. Os receptores muscarínicos foram originalmente definidos pela sua preferência pela MUSCARINA em detrimento à NICOTINA. Existem vários subtipos (geralmente M1, M2, M3 ...) que são caracterizados pelas suas ações celulares, farmacologia e biologia molecular. .
0.39
6112772
 
Asparagaceae .
Agavaceae .
Agaváceas .
Agaveáceas .
Anemarrhenaceae .
Asparagáceas .
Convallariaceae .
Hesperaloe .
Hiacintáceas .
Hyacinthaceae .
Muscari .
Nolinoideae .
Polianthes .
Ihyacinthaceae .
Família de angiospermas de hábito arbustivo ou subarbustivo da classe Magnoliopsida. .
0.39
277
 
Muscarina .
Alcaloide tóxico encontrado na Amanita muscaria (cogumelo mosca) e outros fungos da espécie Inocybe. É a primeira substância parassimpática a ser estudada e causa ativação parassimpática profunda que pode terminar em convulsões e morte. A atropina é o antídoto específico. .
0.37
2895
 
Betanecol .
Urecolina .
Agonista muscarínico que hidrolisa lentamente sem efeito nicotínico. O betanecol é geralmente utilizado para aumentar o tônus da musculatura lisa, como no trato gastrointestinal após cirurgia abdominal ou na retenção urinária na ausência de obstrução. Pode causar hipotensão, alterações na FREQUÊNCIA CARDÍACA e ESPASMO BRÔNQUICO. .
0.36
7933
 
Cloreto de (4-(m-Clorofenilcarbamoiloxi)-2-butinil)trimetilamônio .
McN-A-343 .
Droga que ativa seletivamente certas subclasses de receptores muscarínicos, além de ativar os receptores nicotínicos pós-ganglionares. É comumente utilizada experimentalmente para distinguir subtipos de receptores muscarínicos. .
0.35
1258
 
N-Metilescopolamina .
Antagonista muscarínico usado para estudar as características de ligação dos receptores colinérgicos muscarínicos. .
0.35
1979
 
Carbacol .
Carbamilcolina .
Encontra-se dentre os AGONISTAS COLINÉRGICOS, é lentamente hidrolisado e atua tanto sobre RECEPTORES MUSCARÍNICOS quanto RECEPTORES NICOTÍNICOS. .
0.33
6313385