serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.500 Helmintos .
B01.050.500.500.294 Nematoides .
B01.050.500.500.294.400 Cromadoria .
B01.050.500.500.294.400.968 Estrongilídios .
B01.050.500.500.294.400.968.100 Ancylostomatoidea .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.228 Doenças do Sistema Nervoso Central .
C10.228.140 Encefalopatias .
C10.228.140.490 Epilepsia .
C10.228.140.490.360 Epilepsias Parciais .
C10.228.140.490.360.290 Epilepsia do Lobo Temporal .
C10.228.140.490.375 Epilepsia Generalizada .
C10.228.140.490.375.260 Epilepsia Tipo Ausência .
C10.228.140.490.375.290 Epilepsia Tônico-Clônica .
C10.228.140.490.493 Síndromes Epilépticas .
C10.228.140.490.493.125 Epilepsia Tipo Ausência .
C10.228.140.490.493.375 Epilepsia do Lobo Temporal .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Epilepsia do Lobo Temporal .
Epilepsia Psicomotora Benigna da Infância .
EPILEPSIA UNCINADA .
Forma de epilepsia relacionada à localização (focal), caracterizada por ataques recidivantes que surgem de focos dentro do lobo temporal, mais comumente de seu aspecto mesial. Uma ampla variedade de fenômenos psíquicos podem estar associados, incluindo ilusões, alucinações, estados descognitivos e experiências afetivas. A maioria dos ataques parciais complexos (ver EPILEPSIA PARCIAL COMPLEXA) se origina dos lobos temporais. Os ataques do lobo temporal podem ser classificados por etiologia, como criptogênico, familiar ou sintomático. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p321) .
1.00
28911140
 
Epilepsia .
Aura 3776 .
Epilepsia ao Despertar .
Epilepsia com Crises de Grande Mal ao Despertar .
Epilepsia Criptogênica .
Epilepsias .
Epilepsias Criptogênicas .
Distúrbio Convulsivo .
Epilepsia do Despertar .
Transtorno Convulsivo .
Convulsão Epilética .
Convulsões Epilépticas .
Convulsões Epiléticas .
Crise Epiléptica .
Crise Epilética .
Transtorno caracterizado por episódios recorrentes de disfunção cerebral paroxística, devido a súbita descarga neuronal excessiva e desordenada. Os sistemas de classificação da epilepsia geralmente se baseiam em (1) sinais clínicos dos episódios de ataques (ex. ataque motor), (2) etiologia (ex. pós-traumático), (3) localização anatômica da origem do ataque (ex. ataque do lobo frontal), (4) tendência em se alastrar para outras estruturas encefálicas, e (5) padrões temporais (ex. epilepsia noturna). (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p313) .
0.72
211360814
 
Epilepsia Tipo Ausência .
Epilepsia Minor .
Epilepsia de Ausência .
Epilepsia do Tipo Ausência .
Pequeno Mal Acinético .
Picnoepilepsia .
Epilepsia do Pequeno Mal .
Epilepsia Menor .
Transtorno de convulsão que geralmente ocorre na infância caracterizado por descargas cerebrais elétricas rítmicas de início generalizado. Os sinais clínicos incluem cessação súbita de atividades rotineiras, normalmente sem perda do tônus postural. O piscar rítmico das pálpebras ou mordiscar dos lábios frequentemente acompanham as CONVULSÕES. A duração normal é de 5 a 10 segundos e podem ocorrer muitos episódios por dia. A epilepsia do tipo ausência juvenil é caracterizada pelo início na fase juvenil de ataques do tipo ausência e um aumento na incidência de mioclonia e de ataques tônico-clônicos. (Tradução livre do original: Menkes, Textbook of Child Neurology, 5th ed, p736) .
0.58
563336
 
Epilepsias Parciais .
Epilepsia Focal .
Epilepsia Parcial Simples .
Transtorno de Crise Convulsiva Parcial .
Epilepsia Abnominal .
Epilepsia Digestória .
Transtorno Convulsivo Focal .
Transtorno de Convulsão Focal .
Epilepsia Parcial .
Epilepsia Gelástica .
Transtorno Convulsivo Parcial .
Transtorno de Convulsão Parcial .
Transtorno de Crise Parcial .
Epilepsia Convulsiva Parcial .
Crises Convulsivas Parciais Simples .
Convulsões Parciais Simples .
Crises Parciais Simples .
Epilepsia Convulsivo Parcial .
Epilepsia de Convulsão Parcial .
EPILEPSIA SECUNDÁRIA GENERALIZADA .
EPILEPSIA RELACIONADA A LOCALIZAÇÃO .
Afecções caracterizadas por descargas neuronais paroxísticas recidivantes que surgem de uma região focal cerebral. As crises convulsivas parciais são divididas em simples e complexas, dependendo da consciência permanecer inalterada (crise parcial simples) ou perturbada (crise parcial complexa). Ambos os tipos podem caracterizar uma ampla variedade de sintomas autônomos, sensoriais e motores. As crises parciais podem ser classificadas por sinais clínicos associados ou pela localização anatômica dos focos de crises. Uma crise generalizada secundária refere-se a uma crise parcial que se alastra para envolver o cérebro difusamente. .
0.58
1528102
 
Epilepsia Tônico-Clônica .
Epilepsia de Grande Mal .
Epilepsia Maior .
Transtorno Convulsivo de Grande Mal .
Transtorno de Crise de Grande Mal .
Transtorno Convulsivo Motor Maior .
Transtorno de Crise Motora Maior .
Transtorno de Crise Tônico-Clônica .
Transtorno de Crise Convulsiva Tônico-Clônica .
Transtorno de Crise Epiléptica Tônico-Clônica .
Transtorno de Crise Tônico Clônica .
Epilepsia Major .
Epilepsia do Grande Mal .
Transtorno de Ataque de Grande Mal .
Transtorno de Ataque Motor Maior .
Transtorno de Ataque Tônico Clônico .
Transtorno convulsivo generalizado caracterizado por convulsões motoras maiores recidivantes. A fase tônica breve inicial é marcada por flexão do tronco, seguida de extensão difusa do tronco e extremidades. A fase clônica caracteriza-se por contrações flexoras rítmicas do tronco e membros, dilatação pupilar, elevação da pressão arterial e pulso, incontinência urinária e mordida da língua. Esta fase é seguida de um estado profundo de depressão da consciência (estado pós-ictal), progredindo gradualmente de minutos a horas. O transtorno pode ser criptogênico, familiar ou sintomático (causado por um processo de doença identificado). .
0.57
344092
 
Epilepsia Generalizada .
Epilepsia Tônica .
Transtorno de Crise Convulsiva Generalizada .
Transtorno Convulsivo Generalizado .
Transtorno de Crise não Convulsiva Generalizada .
Transtorno de Crise Generalizada .
Transtorno de Ataque Convulsivo Generalizado .
Transtorno de Ataque no Convulsivo Generalizado .
Transtorno de Ataque Generalizado .
EPILEPSIA ATÔNICA .
EPILEPSIA PRIMÁRIA GENERALIZADA .
Afecções recorrentes caracterizadas por crises epilépticas que surgem difusa e simultaneamente dos dois hemisférios do cérebro. A classificação geralmente é baseada nas manifestações motoras da crise (ex. convulsiva, não convulsiva, acinética, atônica, etc.) ou na etiologia (ex., idiopática, criptogênica e sintomática). (Tradução livre do original: Mayo Clin Proc, 1996 Apr;71(4):405-14) .
0.56
432716
 
Ancylostomatoidea .
Bunostomum .
Uncinaria .
Uncinaria stenocephala .
Superfamília de nematódeos uncinados parasitas que compreendem quatro gêneros: ANCYLOSTOMA, NECATOR, Bunostomum e Uncinaria. ANCYLOSTOMA e NECATOR ocorrem em humanos e outros mamíferos. Bunostomum é comum em ruminantes e Uncinaria, em lobos, raposas e cães. .
0.56
35691