serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

E05 Técnicas de Pesquisa .
E05.318 Métodos Epidemiológicos .
E05.318.760 Características de Estudos Epidemiológicos .
E05.318.760.250 Estudos Clínicos como Assunto .
E05.318.760.250.500 Ensaios Clínicos como Assunto .
E05.318.760.250.500.365 Ensaios Clínicos Controlados como Assunto .
E05.318.760.250.500.365.250 Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto .
E05.318.760.250.500.365.500 Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto .
N05 Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715 Qualidade da Assistência à Saúde .
N05.715.360 Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715.360.775 Características de Estudos Epidemiológicos .
N05.715.360.775.088 Estudos Clínicos como Assunto .
N05.715.360.775.088.500 Ensaios Clínicos como Assunto .
N05.715.360.775.088.500.387 Ensaios Clínicos Controlados como Assunto .
N05.715.360.775.088.500.387.250 Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto .
N05.715.360.775.088.500.387.500 Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.850 Saúde Pública .
N06.850.520 Métodos Epidemiológicos .
N06.850.520.450 Características de Estudos Epidemiológicos .
N06.850.520.450.250 Estudos Clínicos como Assunto .
N06.850.520.450.250.250 Ensaios Clínicos como Assunto .
N06.850.520.450.250.250.365 Ensaios Clínicos Controlados como Assunto .
N06.850.520.450.250.250.365.250 Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto .
N06.850.520.450.250.250.365.500 Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto .
SP5 Epidemiologia e Bioestatística .
SP5.001 Epidemiologia .
SP5.001.012 Estudos Epidemiológicos .
SP5.001.012.038 Epidemiologia Analítica .
SP5.001.012.038.059 Epidemiologia Experimental .
SP5.001.012.038.059.055 Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto .
SP5.001.012.038.059.060 Ensaios Clínicos Controlados como Assunto .
V03 Características dos Estudos .
V03.175 Estudo Clínico .
V03.175.250 Ensaio Clínico .
V03.175.250.500 Ensaio Clínico Controlado .
V03.175.250.500.500 Ensaio Clínico Controlado Aleatório .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.002 Controle de Medicamentos e Entorpecentes .
VS2.002.003 Avaliação de Medicamentos .
VS2.002.003.001 Aprovação de Drogas .
VS2.002.003.001.003 Ensaios Clínicos como Assunto .
VS2.002.003.001.003.005 Ensaios Clínicos Controlados como Assunto .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto .
Ensaios Clínicos Aleatórios .
Ensaios Controlados Aleatórios .
Ensaios Clínicos Controlados Randomizados como Assunto .
Ensaios Clínicos Aleatórios como Assunto .
Ensaios Controlados Aleatórios como Assunto .
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios .
Trabalhos sobre ensaios clínicos que envolvem pelo menos um tratamento teste e um tratamento controle, com matrícula simultânea e acompanhamento de grupos testes e de tratamento controle, e nos quais os tratamentos a serem administrados são selecionados por um processo randômico, como o uso de uma tabela de números randômicos. .
0.79
 
Ensaios Clínicos Controlados não Aleatórios como Assunto .
Estudos Quasi-Experimentais .
Estudos em que os participantes são designados para um tratamento, procedimento ou intervenção por métodos que não são aleatórios. Ensaios clínicos não aleatórios são chamados, algumas vezes, de ensaios clínicos quasi-experimentais ou ensaios de desenhos de grupo controle não equivalentes. .
0.73
 
Ensaios Clínicos Controlados como Assunto .
Ensaios Clínicos Terapêuticos como Assunto .
Ensaios Clínicos Controlados .
Ensaios Clínicos Terapêuticos .
Trabalhos sobre ensaios clínicos que envolvem um ou mais tratamentos teste, com pelo menos um tratamento controlado, resultado especificado para avaliar a intervenção estudada e um método isento de subjetividade para a escolha dos pacientes para o tratamento teste. O tratamento pode ser com drogas, dispositivos ou procedimentos estudados em relação ao seu diagnóstico, terapêutica ou eficácia de sua profilaxia. As medidas controle incluem placebos, remédios, não tratamento, formas e administração de dosagens e comparações históricas, etc. Quando se usa técnicas matemáticas randomizadas, como o uso de uma tabela de números randômicos é empregado para escolher pacientes para os tratamentos teste ou controle, os ensaios são caracterizados como ENSAIOS CLÍNICOS CONTROLADOS ALEATÓRIOS COMO ASSUNTO. .
0.67
 
Ensaio Clínico Controlado Aleatório .
Ensaio Controlado Aleatório .
Ensaio Clínico Controlado Randomizado .
Ensaio Clínico Controlado Aleatório [Tipo de Publicação] .
Ensaio Controlado Aleatório [Tipo de Publicação] .
Trabalho que relata um ensaio clínico que envolve pelo menos um tratamento teste e um tratamento controle, de início e seguimento simultâneos dos grupos teste e controle, e nos quais os tratamentos a serem administrados são selecionados por processo aleatório, como o uso de uma tabela de números aleatórios. .
0.65
00