serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

F01 Comportamento e Mecanismos Comportamentais .
F01.145 Comportamento .
F01.145.113 Comportamento Animal .
F01.145.113.111 Comportamento Apetitivo .
L01 Ciência da Informação .
L01.470 Armazenamento e Recuperação da Informação .
L01.470.875 Ferramenta de Busca .
N04 Administração de Serviços de Saúde .
N04.590 Administração dos Cuidados ao Paciente .
N04.590.715 Equipe de Assistência ao Paciente .
N04.590.715.550 Equipe de Respostas Rápidas de Hospitais .
SP8 Desastres .
SP8.946 Administração de Desastres .
SP8.946.117 Estado de Alerta em Emergências .
SP8.946.117.226 Resgate, Assistência e Proteção em Desastres .
SP8.946.117.226.250 Busca e Resgate .
SP8.946.936 Recursos Humanos em Desastres .
SP8.946.936.991 Equipe de Desastre .
SP8.946.936.991.957 Equipe de Busca e Resgate .
SP9 Direito Sanitário .
SP9.020 Direitos Humanos .
SP9.020.020 Direitos Civis .
SP9.020.020.090 Direito a buscar Asilo .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Equipe de Busca e Resgate .
Equipe de Busca e Salvamento .
Pessoal de Resgate .
Equipe especializada em operações que tenham por finalidade colocar vidas humanas ou animais em lugar seguro e a salvo. (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992) .
1.00
100
 
Busca e Resgate .
Resgate .
Salvamento .
Socorro, Busca e Salvamento .
Busca e Salvamento .
1. Emprego de aeronaves, embarcações de superfície, submarinos e outro qualquer equipamento especial, para a busca e salvamento no mar e na terra. O mesmo que SAR - SEARCH AND RESCUE = SOCORRO, BUSCA E SALVAMENTO. 2. Conjunto de operações com a finalidade de encontrar, preservar vidas e colocar seres humanos e animais a salvo e em lugar seguro e adequado. (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992) .
0.83
120
 
Ferramenta de Busca .
Buscador .
Motor de Busca .
Software usado para localizar dados ou informação armazenados de forma legível por máquina, localmente ou distantes, tal como um sítio na INTERNET. .
0.48
261294
 
Equipe de Respostas Rápidas de Hospitais .
Equipe Código Azul .
Equipe de Código Azul .
Equipe de Reanimação .
Equipe Hospitalar de Resposta Rápida .
Equipe de Ressuscitação Cardiopulmonar .
Equipe Médica de Emergência .
Time de Resposta Rápida .
Time de Resposta Rápida em Hospital .
Equipe de Resposta Rápida .
Equipe multidisciplinar mais frequentemente composta por pessoal treinado em UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana para avaliação de pacientes que desenvolvem sinais ou sintomas de DETERIORAÇÃO CLÍNICA grave. .
0.44
20560
 
Comportamento Apetitivo .
Comportamento de Procura .
Comportamento de Busca .
Comportamento animal de busca. A fase variável de introdução de um padrão ou sequência instintivos de comportamento, como por exemplo, a busca por comida ou os padrões sequenciais de corte anteriores ao acasalamento. .
0.43
113772
 
Direito a buscar Asilo .
Direito ao Asilo .
Direito de Asilo .
Direito de Buscar e Receber Asilo .
Direito de Asilo e Refugiados .
Direito de Asilo Diplomático .
Direito de Asilo Político .
O Artigo 14 da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 afirma que (1) Todo ser humano, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países. (2) Esse direito não pode ser invocado em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito comum ou por atos contrários aos objetivos e princípios das Nações Unidas. (Fonte: http://www.onu.org.br/img/2014/09/DUDH.pdf) A Convenção das Nações Unidas de 1951 sobre o Estatuto dos Refugiados e o Protocolo de 1967 relativo ao Estatuto dos Refugiados orienta a legislação nacional em matéria de asilo político. De acordo com esses acordos, um refugiado (ou, nos casos em que a repressão de meios de base tenha sido aplicado diretamente ou ambientalmente ao refugiado) é uma pessoa que está fora do território de seu próprio país (ou local de residência habitual se apátridas) devido ao medo da perseguição em proteção motivos. Os motivos protegidos incluem raça, casta, nacionalidade, religião, opiniões políticas e participação e/ou participação em qualquer grupo social ou atividades sociais específicas. Renderizar verdadeiras vítimas de perseguição para o seu perseguidor é uma violação particularmente odiosa de um princípio chamado de não-refoulement, parte do direito das Nações. (Fonte: Convenção relativa ao Estatuto dos Refugiados, 1951. Disponível em: http://www.acnur.org/t3/fileadmin/Documentos/portugues/BDL/Convencao_relativa_ao_Estatuto_dos_Refugiados.pdf ; Protocolo de 1967 relativo ao Estatuto dos Refugiados. Disponível em: http://www.acnur.org/fileadmin/scripts/doc.php?file=fileadmin/Documentos/portugues/BD_Legal/Instrumentos_Internacionais/Protocolo_de_1967) .
0.43
10