serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

E04 Procedimentos Cirúrgicos Operatórios .
E04.928 Procedimentos Cirúrgicos Torácicos .
E04.928.710 Esternotomia .
E05 Técnicas de Pesquisa .
E05.318 Métodos Epidemiológicos .
E05.318.308 Coleta de Dados .
E05.318.308.985 Estatísticas Vitais .
E05.318.308.985.525 Morbidade .
E05.318.308.985.525.375 Incidência .
E05.318.760 Características de Estudos Epidemiológicos .
E05.318.760.500 Estudos Epidemiológicos .
E05.318.760.500.750 Estudos de Coortes .
E05.318.760.500.875 Estudos Transversais .
N01 Características da População .
N01.224 Demografia .
N01.224.935 Estatísticas Vitais .
N01.224.935.597 Morbidade .
N01.224.935.597.500 Incidência .
N05 Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715 Qualidade da Assistência à Saúde .
N05.715.360 Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715.360.775 Características de Estudos Epidemiológicos .
N05.715.360.775.175 Estudos Epidemiológicos .
N05.715.360.775.175.250 Estudos de Coortes .
N05.715.360.775.175.275 Estudos Transversais .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.850 Saúde Pública .
N06.850.505 Medidas em Epidemiologia .
N06.850.505.400 Demografia .
N06.850.505.400.975 Estatísticas Vitais .
N06.850.505.400.975.525 Morbidade .
N06.850.505.400.975.525.375 Incidência .
N06.850.520 Métodos Epidemiológicos .
N06.850.520.308 Coleta de Dados .
N06.850.520.308.985 Estatísticas Vitais .
N06.850.520.308.985.525 Morbidade .
N06.850.520.308.985.525.375 Incidência .
N06.850.520.450 Características de Estudos Epidemiológicos .
N06.850.520.450.500 Estudos Epidemiológicos .
N06.850.520.450.500.750 Estudos de Coortes .
N06.850.520.450.500.875 Estudos Transversais .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.012 Doença Ambiental .
SP4.001.012.153 Epidemiologia .
SP4.001.012.153.239 Estudos Epidemiológicos .
SP4.001.012.153.239.135 Estudos de Coortes .
SP4.001.012.153.239.140 Estudos Transversais .
SP4.001.012.153.244 Métodos Epidemiológicos .
SP4.001.012.153.244.150 Incidência .
SP5 Epidemiologia e Bioestatística .
SP5.001 Epidemiologia .
SP5.001.012 Estudos Epidemiológicos .
SP5.001.012.033 Epidemiologia Descritiva .
SP5.001.012.033.034 Estudos Transversais .
SP5.001.012.038 Epidemiologia Analítica .
SP5.001.012.038.049 Estudos Observacionais como Assunto .
SP5.001.012.038.049.035 Estudos de Coortes .
SP5.001.012.038.049.040 Estudos Transversais .
SP5.001.032 Medidas de Ocorrência de Doenças .
SP5.001.032.058 Incidência .
V03 Características dos Estudos .
V03.100 Relatos de Casos .
V03.175 Estudo Clínico .
V03.175.250 Ensaio Clínico .
V03.175.250.500 Ensaio Clínico Controlado .
V03.175.250.500.500 Ensaio Clínico Controlado Aleatório .
V03.175.250.500.500.125 Ensaio de Equivalência .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Estudos de Coortes .
Análise de Coortes .
Estudos Fechados de Coortes .
Estudos Históricos de Coortes .
Estudos de Incidência .
Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a fatores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de determinada doença ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos. .
0.88
 
Incidência .
Taxa de Incidência .
Coeficiente de Incidência .
Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período. .
0.53
3644215588
 
/epidemiologia .
/endemia .
/epidemia .
/frequência .
/incidência .
/morbidade .
/ocorrência .
/surtos .
/prevalência .
/vigilância .
Usado com doenças humanas e animais para a sua distribuição, fatores causais e características das doenças em populações definidas. Inclui a incidência, frequência, prevalência, e os surtos endêmicos e epidêmicos; também inclui os levantamentos ou estimativas de morbidade em áreas geográficas e em populações específicas. Por último, usado com descritores geográficos para a localização de aspectos epidemiológicos de uma doença. Exclui mortalidade para o qual existe o qualificador /mortalidade. .
0.53
 
Estudos Transversais .
Levantamentos de Frequência de Doenças .
Estudos de Prevalência .
Estudos de Corte Transversal .
Estudos Seccionais .
Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001) .
0.53
 
Ensaio Clínico .
Estudo de Intervenção .
Estudos de Intervenção .
Ensaio Clínico [Tipo de Publicação] .
Trabalho que relata os resultados de um estudo clínico em que aos participantes são atribuídas uma ou mais intervenções, de forma que os pesquisadores possam avaliar as intervenções nos desfechos biomédicos e naqueles relacionados à saúde. As atribuições são determinadas pelo protocolo de estudo. Os participantes podem receber intervenções diagnósticas, terapêuticas ou de outro tipo. Enquanto a maioria dos ensaios clínicos envolve humanos, esse tipo de publicação pode ser usado para artigos de clínica veterinária, satisfazendo aos mesmos requisitos dos ensaios com humanos. .
0.52
00
 
Relatos de Casos .
Informes de Casos .
Relato de Caso .
Caso 12063 .
Casos .
Estudo de Casos .
Estudo de Caso .
Estudos de Casos .
Histórico de Casos .
Histórico de Caso .
Histórico do Caso .
Apresentação de Caso .
Apresentação de Casos .
Relatos de Casos [Tipo de Publicação] .
1. Apresentações clínicas que podem ser seguidas pelos estudos avaliativos que conduzem eventualmente a um diagnóstico. 2. Estudo de caso: O estudo de caso é definido como a investigação empírica de um fenômeno que dificilmente pode ser isolado ou dissociado do seu contexto. Ela procura estudar o conjunto das variações intra-sistema, que são as variações produzidas de modo natural em um determinado meio. (Yin, 1993; Hartz, 1997) .
0.50
00
 
Esternotomia .
Incisão no ESTERNO. .
0.48
371808
 
Ensaio de Equivalência .
Ensaio Clínico de Equivalência .
Ensaio de não Inferioridade .
Ensaio de Superioridade .
Estudo de Equivalência .
Ensaio que visa mostrar que um novo tratamento não é melhor e nem pior do que o tratamento padrão. .
0.48
00