serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

E05 Técnicas de Pesquisa .
E05.318 Métodos Epidemiológicos .
E05.318.740 Estatística como Assunto .
E05.318.740.500 Modelos Estatísticos .
E05.318.740.500.700 Modelos de Riscos Proporcionais .
E05.318.740.600 Probabilidade .
E05.318.740.600.700 Modelos de Riscos Proporcionais .
E05.318.740.750 Análise de Regressão .
E05.318.740.750.725 Modelos de Riscos Proporcionais .
E05.318.740.998 Análise de Sobrevida .
E05.318.740.998.825 Modelos de Riscos Proporcionais .
E05.318.760 Características de Estudos Epidemiológicos .
E05.318.760.500 Estudos Epidemiológicos .
E05.318.760.500.500 Estudos de Casos e Controles .
E05.318.760.500.750 Estudos de Coortes .
E05.599 Modelos Teóricos .
E05.599.835 Modelos Estatísticos .
E05.599.835.900 Modelos de Riscos Proporcionais .
N03 Economia e Organizações de Saúde .
N03.349 Planejamento em Saúde .
N03.349.380 Pesquisa sobre Serviços de Saúde .
N03.349.380.710 Estudos de Casos Organizacionais .
N05 Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715 Qualidade da Assistência à Saúde .
N05.715.360 Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde .
N05.715.360.455 Estudos de Casos Organizacionais .
N05.715.360.750 Estatística como Assunto .
N05.715.360.750.530 Modelos Estatísticos .
N05.715.360.750.530.650 Modelos de Riscos Proporcionais .
N05.715.360.750.625 Probabilidade .
N05.715.360.750.625.650 Modelos de Riscos Proporcionais .
N05.715.360.750.695 Análise de Regressão .
N05.715.360.750.695.650 Modelos de Riscos Proporcionais .
N05.715.360.750.795 Análise de Sobrevida .
N05.715.360.750.795.825 Modelos de Riscos Proporcionais .
N05.715.360.775 Características de Estudos Epidemiológicos .
N05.715.360.775.175 Estudos Epidemiológicos .
N05.715.360.775.175.200 Estudos de Casos e Controles .
N05.715.360.775.175.250 Estudos de Coortes .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.850 Saúde Pública .
N06.850.520 Métodos Epidemiológicos .
N06.850.520.450 Características de Estudos Epidemiológicos .
N06.850.520.450.500 Estudos Epidemiológicos .
N06.850.520.450.500.500 Estudos de Casos e Controles .
N06.850.520.450.500.750 Estudos de Coortes .
N06.850.520.830 Estatística como Assunto .
N06.850.520.830.500 Modelos Estatísticos .
N06.850.520.830.500.700 Modelos de Riscos Proporcionais .
N06.850.520.830.600 Probabilidade .
N06.850.520.830.600.700 Modelos de Riscos Proporcionais .
N06.850.520.830.750 Análise de Regressão .
N06.850.520.830.750.725 Modelos de Riscos Proporcionais .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.012 Doença Ambiental .
SP4.001.012.153 Epidemiologia .
SP4.001.012.153.239 Estudos Epidemiológicos .
SP4.001.012.153.239.130 Estudos de Casos e Controles .
SP4.001.012.153.239.135 Estudos de Coortes .
SP5 Epidemiologia e Bioestatística .
SP5.001 Epidemiologia .
SP5.001.012 Estudos Epidemiológicos .
SP5.001.012.038 Epidemiologia Analítica .
SP5.001.012.038.049 Estudos Observacionais como Assunto .
SP5.001.012.038.049.030 Estudos de Casos e Controles .
SP5.001.012.038.049.035 Estudos de Coortes .
V03 Características dos Estudos .
V03.100 Relatos de Casos .
V03.175 Estudo Clínico .
V03.175.250 Ensaio Clínico .
V03.175.250.050 Ensaio Clínico Adaptado .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Estudos Epidemiológicos .
Estudos elaborados para examinar associações, geralmente relações de causas hipotéticas. De modo geral, o objetivo é identificar ou medir os efeitos dos fatores de riscos ou das exposições. Os tipos de estudo analítico são ESTUDOS DE CASOS E CONTROLES , ESTUDOS DE COORTES e ESTUDOS TRANSVERSAIS. .
0.74
 
Relatos de Casos .
Informes de Casos .
Relato de Caso .
Caso 12063 .
Casos .
Estudo de Casos .
Estudo de Caso .
Estudos de Casos .
Histórico de Casos .
Histórico de Caso .
Histórico do Caso .
Apresentação de Caso .
Apresentação de Casos .
Relatos de Casos [Tipo de Publicação] .
1. Apresentações clínicas que podem ser seguidas pelos estudos avaliativos que conduzem eventualmente a um diagnóstico. 2. Estudo de caso: O estudo de caso é definido como a investigação empírica de um fenômeno que dificilmente pode ser isolado ou dissociado do seu contexto. Ela procura estudar o conjunto das variações intra-sistema, que são as variações produzidas de modo natural em um determinado meio. (Yin, 1993; Hartz, 1997) .
0.43
00
 
Estudos de Coortes .
Análise de Coortes .
Estudos Fechados de Coortes .
Estudos Históricos de Coortes .
Estudos de Incidência .
Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a fatores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de determinada doença ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos. .
0.40
 
Estudos de Casos e Controles .
Grupos de Estudo .
Estudos de Comparação de Casos .
Estudos de Referência de Casos .
Estudos de Caso-Controle com Emparelhamento .
Estudos de Caso-Controle Aninhados .
Estudos de Caso-Controle Combinados .
Comparações que começam com a identificação de pessoas com a doença ou desfecho de interesse e um grupo controle (comparação, referência) sem a doença ou desfecho de interesse. A relação de um atributo é examinada pela comparação de ambos os grupos com relação à frequência ou níveis de desfecho ao longo do tempo. .
0.37
 
Modelos de Riscos Proporcionais .
Modelos de Riscos .
Modelos estatísticos usados na análise de sobrevivência que estabelecem que o efeito dos fatores de estudo no índice de risco da população em estudo é multiplicativo e não muda no transcurso do tempo. .
0.34
10163417
 
Estudos de Casos Organizacionais .
Estudos de Casos em Administração .
Descrições e avaliações de organizações específicas de cuidados de saúde. .
0.34
5611537
 
Ensaio Clínico Adaptado .
Ensaio Clínico Adaptativo .
Estudo clínico em que uma oportunidade prospectivamente planejada é incluída para modificar os designs de ensaios (ou modelos experimentais) e hipóteses com base na análise de dados de indivíduos no estudo. .
0.33
00