serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

C14 Doenças Cardiovasculares .
C14.280 Cardiopatias .
C14.280.067 Arritmias Cardíacas .
C14.280.067.198 Fibrilação Atrial .
C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.452 Doenças Metabólicas .
C18.452.845 Deficiências na Proteostase .
C18.452.845.500 Amiloidose .
C23 Condições Patológicas, Sinais e Sintomas .
C23.550 Processos Patológicos .
C23.550.073 Arritmias Cardíacas .
C23.550.073.198 Fibrilação Atrial .
D05 Substâncias Macromoleculares .
D05.500 Complexos Multiproteicos .
D05.500.049 Amiloide .
D09 Carboidratos .
D09.400 Glicoconjugados .
D09.400.430 Glicoproteínas .
D09.400.430.875 Fibrilinas .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.024 Peptídeos beta-Amiloides .
D12.776 Proteínas .
D12.776.049 Amiloide .
D12.776.049.407 Proteínas Amiloidogênicas .
D12.776.049.407.249 Precursor de Proteína beta-Amiloide .
D12.776.049.407.249.500 Peptídeos beta-Amiloides .
D12.776.049.407.750 Proteína Amiloide A Sérica .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.050 Proteínas da Fase Aguda .
D12.776.124.050.725 Proteína Amiloide A Sérica .
D12.776.124.270 Fibrina .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.341 Fibrilinas .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.039 Precursor de Proteína beta-Amiloide .
D12.776.543.039.500 Peptídeos beta-Amiloides .
D12.776.860 Escleroproteínas .
D12.776.860.300 Proteínas da Matriz Extracelular .
D12.776.860.300.400 Fibrilinas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Amiloide .
Fibrilas Amiloides .
Complexo fibroproteico que consiste de proteínas organizadas em uma estrutura beta-pregueada específica em cruz. Esta estrutura fibrilar revelou ser um padrão alternativo de dobramento para uma variedade de proteínas funcionais. Depósitos de amiloide na forma de PLACA AMILOIDE estão associados com várias doenças degenerativas. A estrutura amiloide também tem sido encontrada em certo número de proteínas funcionais que não estão relacionadas com doenças. .
1.00
3713131
 
Proteína Amiloide A Sérica .
Proteína Amiloide SAA .
Proteína Amiloide Sérica SAA .
Proteína Relacionada ao Soro A .
Proteína AA .
Proteína AA. .
PROTEÍNA DAS FIBRILAS AMILÓIDES AA .
Proteína Amiloide Sérica A .
Proteína Amiloide A do Soro .
Proteína Amiloide AA .
Proteína Amiloide A .
Proteína AA das Fibrilas Amiloides .
Proteína de REAÇÃO DE FASE AGUDA presente em baixas concentrações no soro normal, mas encontrada em concentrações elevadas no soro de pessoas idosas e em pacientes com AMILOIDOSE. É o precursor circulante da proteína amiloide A, que se encontra depositada nas fibrilas amiloides do tipo AA. .
0.72
253538
 
Peptídeos beta-Amiloides .
Proteína beta Amiloide .
Proteína beta de Alzheimer .
Proteína Amiloide A4 .
Proteína A4 Amiloide .
Proteína Amiloide beta .
beta-Proteína Amiloide .
Peptídeo beta-Amiloide .
beta-Péptido Amiloide .
beta-Peptídeos Amiloides .
Peptídeos Amiloides beta .
Peptídeos beta Amiloide .
Peptídeos beta Amiloides .
Proteína Fibrilar Amiloide de Alzheimer .
Peptídeos gerados a partir do precursor dos peptídeos beta-amiloide. Uma forma amiloide fibrilar destes peptídeos é o principal componente das placas amiloides encontradas em indivíduos com doença de Alzheimer e em idosos com trissomia 21 (SÍNDROME DE DOWN). O peptídeo é encontrado predominantemente no sistema nervoso, mas há relatos de sua presença em tecidos não neurais. .
0.64
5824375
 
Fibrilinas .
Fibrilina .
Família de glicoproteínas de matriz extracelular que é estruturalmente semelhante a PROTEÍNAS DE LIGAÇÃO A TGF-BETA LATENTE, mas contém domínios de ligação a TGF-beta adicionais, além de domínios únicos nas suas regiões N- e C-terminais. As fibrilinas se arranjam em MICROFIBRILAS de 10-12 nm que atuam em uma variedade de interações celulares com a MATRIZ EXTRACELULAR e processos de desenvolvimento como a manutenção e arranjamento do TECIDO ELÁSTICO e o direcionamento de fatores de crescimento para a matriz extracelular. .
0.58
01410
 
Amiloidose .
Grupo de doenças esporádicas, familiares e/ou hereditárias, degenerativas e infecciosas, tendo como ponto comum o dobramento anormal de proteína e depósito de AMILOIDE. Como o depósito de amiloide aumenta, ele desloca as estruturas normais do tecido, causando perda funcional. Vários sinais e sintomas dependem do local e tamanho dos depósitos. .
0.56
33017410
 
Fibrina .
Antitrombina I .
Proteína derivada do FIBRINOGÊNIO na presença de TROMBINA, que forma parte do coágulo sanguíneo. .
0.55
9812888
 
Fibrilação Atrial .
Fibrilação Auricular .
Ritmo cardíaco anormal caracterizado por descargas de impulsos elétricos descoordenados e rápidos, nas câmaras superiores do coração (ÁTRIOS DO CORAÇÃO). Em tal caso, o sangue não pode ser eficazmente bombeado nas câmaras inferiores do coração (VENTRÍCULOS DO CORAÇÃO). É causado por geração de impulso anormal. .
0.54
105443611