serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.075 Apiaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.075.333 Foeniculum .
B01.650.940.800.575.912.250.456 Gentianales .
B01.650.940.800.575.912.250.456.937 Rubiaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.456.937.250 Cinchona .
D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.132 Alcaloides .
D03.132.206 Alcaloides de Cinchona .
D03.132.206.719 Quinina .
D03.605 Compostos Heterocíclicos de Anel em Ponte .
D03.605.687 Quinuclidinas .
D03.605.687.762 Quinina .
D03.633 Compostos Heterocíclicos de Anéis Fundidos .
D03.633.100 Compostos Heterocíclicos com 2 Anéis .
D03.633.100.810 Quinolinas .
D03.633.100.810.762 Quinina .
D04 Compostos Policíclicos .
D04.210 Compostos de Anéis Fundidos .
D04.210.500 Esteroides .
D04.210.500.054 Androstanos .
D04.210.500.054.079 Androstenos .
D04.210.500.054.079.500 Finasterida .
D04.210.500.925 Esteroides Heterocíclicos .
D04.210.500.925.100 Azasteroides .
D04.210.500.925.100.250 Finasterida .
J01 Tecnologia, Indústria e Agricultura .
J01.637 Manufaturas .
J01.637.450 Óleos Industriais .
N03 Economia e Organizações de Saúde .
N03.219 Economia .
N03.219.463 Administração Financeira .
N03.219.463.085 Financiamento de Capital .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.006 Engenharia Ambiental .
SP4.006.067 Economia Ambiental .
SP4.006.067.558 Financiamento de Capital .
SP4.051 Aspectos Gerais .
SP4.051.547 Financiamento de Capital .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.004 Controle e Fiscalização de Saneantes .
VS2.004.001 Saneantes .
VS2.004.001.001 Produtos para Limpeza Geral .
VS2.004.001.001.005 Óleos Industriais .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Foeniculum .
Anis-Doce .
Falso-Anis .
Finóquio .
Fiolho .
Fiolho-Doce .
Fiuncho .
Funcho-de-Cabeça .
Funcho-Amargo .
Funcho .
Funcho-da-Itália .
Funcho-de-Bolonha .
Funcho-de-Florença .
Foeniculum vulgare .
Funcho-Doce .
Funcho-Hortense .
Funcho-Romano .
Maratro .
Gênero de planta da família APIACEAE utilizada em ESPECIARIAS. .
0.64
5203
 
Cinchona .
Casca Tanífera do Peru .
Quina .
Quina-do-Amazonas .
Gênero de árvores rubiáceas da América do Sul que produzem os tóxicos ALCALOIDES DE CINCHONA (suas cascas), QUININA, QUINIDINA, cinchonina, cinchonidina e outros que são utilizados para tratar MALÁRIA e ARRITMIAS CARDÍACAS. .
0.52
9221
 
/economia .
/custo .
/tarifas .
/finanças .
/administração financeira .
/financiamento .
/fundos .
/salários .
/aspectos econômicos .
Usado tanto para os aspectos econômicos de qualquer assunto como para os aspectos de administração financeira. Inclui o levantamento e a provisão de fundos. .
0.52
 
Finasterida .
Finasteride .
Inibidor oralmente ativo 3-OXO-5-ALFA-ESTEROIDE 4-DESIDROGENASE. É usado como uma alternativa à cirurgia para o tratamento da HIPERPLASIA PROSTÁTICA. .
0.48
402022
 
Óleos Industriais .
Engomadores de Roupas .
Ceras para Pisos .
Finalizador .
Neutralizadores para Lavagem de Roupas .
Óleos Comerciais .
Polidores .
Vernizes .
Finalizadores .
Amaciantes .
Lustradores .
Óleos que são usados em aplicações industriais ou comerciais. .
0.48
12421
 
Financiamento de Capital .
Aspectos Financeiros .
Financiamento .
Fundos de Capital .
Autofinanciamento .
Provimento de Capital .
Aspectos financiais .
Recursos financeiros institucionais para instalações e equipamento que passam a fazer parte do patrimônio da instituição. .
0.45
613820
 
Quinina .
Quinino .
Alcaloide extraído da casca da planta arbórea Cinchona. É usado como uma droga antimalárica, sendo o ingrediente ativo nos extratos da Cinchona usado para este fim desde antes de 1633. A quinina também é antipirética e analgésica e tem sido usada em preparações contra o resfriado comum com aquele propósito. Era de uso corrente como um agente amargo e flavorizante, e ainda é usada para o tratamento da babesiose. A quinina também é útil em alguns transtornos musculares, especialmente cãibras noturnas na perna e miotonia congênita, por causa dos seus efeitos diretos na membrana e nos canais de sódio do músculo. Os mecanismos dos seus efeitos antimaláricos não são bem compreendidos. .
0.45
695399