serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.037 Enzimas Desubiquitinantes .
D08.811.037.750 Proteases Específicas de Ubiquitina .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.300 Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.887 Proteases Específicas de Ubiquitina .
D08.811.277.656.675 Metaloproteases .
D08.811.277.656.675.374 Metaloendopeptidases .
D08.811.277.656.675.374.102 Proteínas ADAM .
D09 Carboidratos .
D09.400 Glicoconjugados .
D09.400.430 Glicoproteínas .
D09.400.430.500 Proteínas ADAM .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.033 Proteínas ADAM .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.014 Antígeno CD47 .
D12.776.395.550.550 Glicoproteínas de Membrana Associadas ao Lisossomo .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.147 Antígeno CD47 .
D12.776.543.550.527 Glicoproteínas de Membrana Associadas ao Lisossomo .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.705 Receptores Imunológicos .
D12.776.543.750.705.408 Integrinas .
D12.776.860 Escleroproteínas .
D12.776.860.300 Proteínas da Matriz Extracelular .
D12.776.938 Proteínas Ubiquitinadas .
D12.776.947 Ubiquitinas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Antígeno CD47 .
Antígenos CD47 .
Antígeno IAP-50 .
Proteína Associada a Integrinas p50 .
Proteína p50 Associada a Integrinas .
Receptor CD47 de Trombospondina-1 .
Receptor de Trombospondina-1 CD47 .
Glicoproteína de membrana expressa ubiquamente. Interage com uma variedade de INTEGRINAS e medeia respostas para PROTEÍNAS EXTRACELULARES DE MATRIZ. .
0.91
 
Proteínas de Membrana .
Proteínas da Membrana Celular .
Proteínas de Superfície Celular .
Proteínas Integrais de Membrana .
Proteínas de Superfície .
PROTEÍNAS DA SUPERFÍCIE CELULAR .
PROTEÍNAS DA MEMBRANA .
PROTEÍNAS INTEGRAIS DA MEMBRANA .
Proteínas encontradas em membranas, incluindo membranas celulares e intracelulares. Consistem em dois grupos, as proteínas periféricas e as integrais. Elas incluem a maioria das enzimas associadas a membranas, proteínas antigênicas, proteínas de transporte e receptores de drogas, hormônios e lectinas. .
0.38
 
Glicoproteínas de Membrana Associadas ao Lisossomo .
Proteínas de Membrana Lisossomal .
Glicoproteinas de membrana integral encontradas ubiquamente no LISOSSOMO. .
0.37
 
Ubiquitinas .
Proteínas Semelhantes a Ubiquitina .
Proteínas Similares a Ubiquitina .
Família de proteínas estruturalmente relacionadas com a ubiquitina. As ubiquitinas e as proteínas semelhantes à ubiquitina participam de várias funções celulares, como a degradação de proteínas e a RESPOSTA A CHOQUE TÉRMICO, conjugando-se a outras proteínas. .
0.35
 
Integrinas .
Proteínas de Adesão Celular de Receptores .
Receptores de Moléculas de Adesão Celular .
Família de glicoproteínas transmembranosas (GLICOPROTEÍNAS DE MEMBRANA) consistindo em heterodímeros não covalentes. Elas interagem com uma ampla variedade de ligantes, abrangendo as PROTEÍNAS EXTRACELULARES DE MATRIZ, COMPLEMENTO e outras células, enquanto seus domínios intracelulares interagem com o CITOESQUELETO. As integrinas consistem em pelo menos três famílias identificadas: RECEPTORES DE CITOADESINA, RECEPTORES DE ADESÃO DE LEUCÓCITOS e RECEPTORES DE ANTÍGENOS muito tardios. Cada família contém uma subunidade beta comum (CADEIAS BETA DE INTEGRINAS) combinada com uma ou mais subunidades alfa distintas. Estes receptores participam da adesão célula-célula e célula-matriz em muitos processos fisiologicamente importantes, incluindo o desenvolvimento embrionário, HEMOSTASIA, TROMBOSE, CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS, mecanismos de defesa imunológica e não imunológica e transformação oncogênica. .
0.34
 
Proteínas ADAM .
Família de glicoproteínas ancoradas na membrana contendo uma desintegração e domínio de metaloprotease. São responsáveis pela clivagem proteolítica de muitas proteínas transmembranas e a liberação de seu domínio extracelular. .
0.33
 
Proteínas da Matriz Extracelular .
Proteínas Extracelulares de Matriz .
Compostos orgânicos macromoleculares que contêm carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio e, geralmente, enxofre. Essas macromoléculas (proteínas) formam uma malha intrincada reticulada na qual as células se inserem para construir os tecidos. Variações nos tipos relativos de macromoléculas e sua organização determina o tipo de matriz extracelular, cada uma adaptada para os requisitos funcionais do tecido. As duas principais classes de macromoléculas que formam a matriz extracelular são: as glicosaminoglicanas, geralmente ligadas a proteínas (proteoglicanas) e proteínas fibrosas (ex., COLÁGENO, ELASTINA, FRIBRONECTINAS e LAMININA). .
0.33
 
Proteínas Ubiquitinadas .
Proteínas modificadas covalentemente com UBIQUITINAS ou PROTEÍNAS SEMELHANTES A UBIQUITINAS. .
0.33
 
Proteases Específicas de Ubiquitina .
Família de Proteases Específicas de Ubiquitina .
Membros da família das peptidases C19 que regulam a transdução de sinal por meio da remoção da UBIQUITINA de substratos proteicos específicos via um processo conhecido como desubiquitinação ou desubiquitinação. .
0.33