serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B04 Vírus .
B04.613 Vírus Oncogênicos .
B04.613.807 Retroviridae .
B04.613.807.200 Deltaretrovirus .
B04.613.807.200.725 Vírus 1 Linfotrópico T de Primatas .
B04.613.807.200.725.400 Vírus 1 Linfotrópico T Humano .
B04.613.807.200.730 Vírus 2 Linfotrópico T de Primatas .
B04.613.807.200.730.399 Vírus 2 Linfotrópico T Humano .
B04.820 Vírus de RNA .
B04.820.650 Retroviridae .
B04.820.650.200 Deltaretrovirus .
B04.820.650.200.725 Vírus 1 Linfotrópico T de Primatas .
B04.820.650.200.725.400 Vírus 1 Linfotrópico T Humano .
B04.820.650.200.730 Vírus 2 Linfotrópico T de Primatas .
B04.820.650.200.730.404 Vírus 2 Linfotrópico T Humano .
B04.820.650.589 Lentivirus .
B04.820.650.589.650 Lentivirus de Primatas .
B04.820.650.589.650.350 HIV 17702 .
B04.820.650.589.650.350.410 HIV-2 .
C02 Viroses .
C02.782 Infecções por Vírus de RNA .
C02.782.815 Infecções por Retroviridae .
C02.782.815.200 Infecções por Deltaretrovirus .
C20 Doenças do Sistema Imune .
C20.673 Síndromes de Imunodeficiência .
C20.673.483 Infecções por Deltaretrovirus .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.024 Proteínas Adaptadoras de Transdução de Sinal .
D12.776.476.024.381 Proteínas de Arcabouço Homer .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.327 Antígenos Virais .
D23.050.327.150 Antígenos de Deltaretrovirus .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Vírus 1 Linfotrópico T Humano .
Vírus Linfotrópico T Humano 1 .
Vírus Linfotrópico T Humano Tipo 1 .
Vírus I da Leucemia-Linfoma das Células T do Adulto .
ATLV 13260 .
Vírus I da Leucemia de Células T Humanas .
HTLV-I .
HTLV-1 .
Virus Linfotrópico de Células T Humanas Tipo 1 .
Linhagem de VIRUS T-LINFOTRÓPICO 1 DE PRIMATAS isolada de células T4 maduras em pacientes com malignidades de linfoproliferação T. Causa leucemia das células T do adulto (LEUCEMIA-LINFOMA AGUDA DE CÉLULAS T ASSOCIADA A HTLV-1) e está envolvida em micoses fungoides, SÍNDROME DE SÉZARY e PARAPARESIA TROPICAL ESPÁSTICA. .
1.00
 
Vírus 2 Linfotrópico T Humano .
Vírus II T-Linfotrópico Humano .
Vírus II da Leucemia de Células T Humanas .
HTLV-II .
HTLV-2 .
Vírus Linfotrópico T Humano Tipo 2 .
Linhagem de VÍRUS T-LINFOTRÓPICO 2 DE PRIMATAS que pode transformar linfócitos T normais e pode replicar nas linhagens de células B e T. O vírus é relacionado com HTLV-1 mas é diferente dele. .
0.60
 
HIV 17702 .
Vírus da AIDS .
HTLV-III .
Vírus da Imunodeficiência Humana .
Vírus Linfotrópico para Células T Humanas Tipo III .
Vírus Tipo III T-Linfotrópico Humano .
LAV-HTLV-III .
Vírus Associado a Linfadenopatia .
HTLV-III-LAV .
Vírus da imunodeficiência humana é um termo histórico não taxonômico que se refere a qualquer uma das duas espécies, em particular HIV-1 e/ou HIV-2. Antes de 1986, foi denominado Vírus Tipo III T-Linfotrópico Humano/Vírus Associado à Linfadenopatia (HTLV-III/LAV). De 1986 a 1990, foi reconhecido como espécie oficial denominada HIV. Desde 1991, HIV não foi mais considerado um nome de espécie oficial. As duas espécies foram rotuladas HIV-1 e HIV-2. .
0.59
 
Deltaretrovirus .
Vírus da Leucemia de Células T Humano .
Vírus da Leucemia-Linfoma de Células T Humano .
Vírus HTLV .
Vírus BLV-HTLV .
Vírus HTLV-BLV .
Gênero de vírus (família RETROVIRIDAE) constituído por vírus exógenos (transmitidos horizontalmente) encontrados em poucos grupos de mamíferos. As infecções causadas por estes vírus incluem a leucemia-linfoma de células adultas T ou B humanas (LEUCEMIA-LINFOMA AGUDA DE CÉLULAS T ASSOCIADA A HTLV-I), e a leucemia bovina (LEUCOSE ENZOÓTICA BOVINA). O representante da espécie é o VÍRUS DA LEUCEMIA BOVINA. .
0.58
 
HIV-2 .
HTLV-IV .
Vírus 2 da Imunodeficiência Humana .
Vírus Tipo IV T-Linfotrópico Humano .
LAV-2 .
VÍRUS TIPO 2 DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA .
Espécie de HIV relacionado com HIV-1, mas possui componentes antigênicos diferentes e com composição de ácido nucleico distinta. Compartilha a reatividade sorológica e possui uma sequência homóloga com o Lentivirus dos símios (VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA SÍMIA) e infecta somente linfócitos T4 que expressam o marcador fenotípico CD4. .
0.57
 
Antígenos de Deltaretrovirus .
Antígenos BLV .
Antígenos do HTLV .
Antígenos do HTLV-BLV .
Antígenos do Vírus da Leucemia de Células T Humanas .
Antígenos do Vírus da Leucemia-Linfoma de Células T Humanas .
Antígenos associados com o DELTARETROVIRUS, ANTÍGENOS HTLV-I e ANTÍGENOS HTLV-II pertencem a este grupo. .
0.52
 
Infecções por Deltaretrovirus .
Infecções por HTLV .
Infecções por BLV .
Infecções por HTLV-BLV .
Infecções causadas pelos deltaretrovirus HTLV e BLV. Incluem as Leucemia-Linfoma Aguda de Células T Associada a HTLV-I em humanos. .
0.49
 
Proteínas de Arcabouço Homer .
Homer 1 .
Homer 1a .
Homer 1C .
Homer 2 .
Homer 3 .
Proteína Homer 1a .
Proteínas Homer 1C .
Proteínas Homer 2 .
Proteínas Homer 3 .
Proteínas Homer .
Proteína Homer 1C .
As proteínas de Homer pertencem a uma família de proteínas adaptadoras e de arcabouço que incluem a Homer1, Homer2 e Homer3. Homer 1 e Homer2, desempenham papel na regulação da homeostase do cálcio, enquanto Homer3 atua no estímulo de alterações da dinâmica da actina em neurônios e nas células T. As proteínas Homer são mais reconhecidas como proteínas de arcabouço na densidade pós-sináptica, onde facilitam a sinalização sináptica. Agem como um interruptor molecular na sinalização do receptor de glutamato do metabolismo (MGluR) e estão associados com a síndrome humana do cromossomo X frágil. .
0.49