serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A12 Líquidos e Secreções .
A12.200 Secreções Corporais .
D05 Substâncias Macromoleculares .
D05.500 Complexos Multiproteicos .
D05.500.890 Sistemas de Translocação de Proteínas .
D05.500.890.500 Sistemas de Secreção Bacterianos .
D05.500.890.500.500 Sistemas de Secreção Tipo I .
D06 Hormônios, Substitutos de Hormônios e Antagonistas de Hormônios .
D06.472 Hormônios .
D06.472.317 Hormônios Gastrointestinais .
D06.472.317.800 Secretina .
D06.472.699 Hormônios Peptídicos .
D06.472.699.810 Secretina .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.400 Neuropeptídeos .
D12.644.400.705 Secretina .
D12.644.548 Hormônios Peptídicos .
D12.644.548.810 Secretina .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.485 Imunoglobulinas .
D12.776.124.486.485.114 Anticorpos .
D12.776.124.486.485.114.619 Isotipos de Imunoglobulinas .
D12.776.124.486.485.114.619.026 Imunoglobulina A .
D12.776.124.486.485.114.619.026.030 Imunoglobulina A Secretora .
D12.776.124.790 Soroglobulinas .
D12.776.124.790.651 Imunoglobulinas .
D12.776.124.790.651.114 Anticorpos .
D12.776.124.790.651.114.619 Isotipos de Imunoglobulinas .
D12.776.124.790.651.114.619.026 Imunoglobulina A .
D12.776.124.790.651.114.619.026.030 Imunoglobulina A Secretora .
D12.776.377 Globulinas .
D12.776.377.715 Soroglobulinas .
D12.776.377.715.548 Imunoglobulinas .
D12.776.377.715.548.114 Anticorpos .
D12.776.377.715.548.114.619 Isotipos de Imunoglobulinas .
D12.776.377.715.548.114.619.026 Imunoglobulina A .
D12.776.377.715.548.114.619.026.030 Imunoglobulina A Secretora .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.199 Cromograninas .
D12.776.631.199.500 Cromogranina B .
D12.776.631.199.750 Secretogranina II .
D12.776.631.650 Neuropeptídeos .
D12.776.631.650.705 Secretina .
G01 Fenômenos Físicos .
G01.311 Fenômenos Geológicos .
G01.311.750 Rios 26022 .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.275 Meio Ambiente .
G16.500.275.157 Ecossistema .
G16.500.275.157.812 Zonas Úmidas .
G16.500.275.280 Água Doce .
G16.500.275.280.650 Rios 26022 .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.230 Meio Ambiente .
N06.230.124 Ecossistema .
N06.230.124.625 Zonas Úmidas .
N06.230.232 Água Doce .
N06.230.232.650 Rios 26022 .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.016 Recursos Hídricos .
SP4.016.132 Água 12871 .
SP4.016.132.553 Águas de Superfície .
SP4.016.132.553.914 Rios 26022 .
SP4.016.132.553.934 Zonas Úmidas .
SP4.026 Esgotos .
SP4.026.292 Tratamento de Águas Residuárias .
SP4.026.292.663 Tratamento Biológico .
SP4.026.292.663.214 Zonas Úmidas .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.482 Geografia .
SP8.473.654.482.147 Zonas Úmidas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Imunoglobulina A Secretora .
Imunoglobulina A Secretada .
Imunoglobulina A Secretória .
IgA do Colostro .
IgA Exócrina .
IgA Secretória .
SIgA (Imunoglobulina A Secretora) .
IgA Secretora .
Principal imunoglobulina encontrada em secreções exócrinas, como leite, mucinas respiratória e intestinal, saliva e lágrima. A molécula (cerca de 400 kD) é composta de duas unidades de IMUNOGLOBULINA A com quatro cadeias, um COMPONENTE SECRETÓRIO e uma cadeia J (CADEIAS J DE IMUNOGLOBULINA). .
0.69
 
Cromogranina B .
Secretogranina I .
Tipo de cromogranina que foi inicialmente caracterizada em uma LINHAGEM CELULAR DE FEOCROMOCITOMA. É enontrada em várias espécies, incluindo a espécie humana, rato, camundongo, entre outras. É uma proteína ácida com 626 a 657 resíduos de aminoácidos. Em algumas espécies, inibe a secreção do HORMÔMIO PARATIREÓIDEO ou INSULINA e em outras exece efeitos bacteriolíticos. .
0.55
 
Secretina .
Hormônio peptídico da mucosa duodenal de aproximadamente 27 aminoácidos, ativa a secreção pancreática e diminui o nível de açúcar no sangue. Tradução livre do original: (USAN and the USP Dictionary of Drug Names, 1994, p597) .
0.48
 
/secreção .
Usado para a liberação de substâncias endógenas através da membrana celular nos espaços ou ductos extracelulares, resultantes da atividade de células intactas de glândulas, tecidos e órgãos. .
0.40
 
Sistemas de Secreção Tipo I .
Sistemas de secreção de bactérias Gram-negativas que translocam efetores em uma única etapa por meio das membranas internas e externas. A secreção em uma etapa é realizada por um canal que passa pelo CITOPLASMA, através da membrana interna, pelo PERIPLASMA e pelo ESPAÇO EXTRACELULAR. A especificidade dos sistemas de secreção do tipo I é determinada pela especificidade dos três subcomponentes que formam o canal - um transportador de ATP (TRANSPORTADORES DE CASSETES DE LIGAÇÃO DE ATP), uma proteína de fusão de membrana (PROTEÍNAS DE FUSÃO DE MEMBRANA) e uma proteína da parte exterior da membrana (PROTEÍNAS DA MEMBRANA BACTERIANA EXTERNA). .
0.39
 
Zonas Úmidas .
Biofiltros (Pântanos Construídos) .
Pântanos Artificiais .
Mangues .
Lodaçais .
Lodaçal .
Terra Pantanosa .
Pântanos .
Brejos .
Braço de Rio .
Igarapé .
Marimbu .
Atoleiros .
Pantanal .
Turfeira .
Lamaçal .
Charco .
Alagadiço .
Manguezais .
Restinga .
Marisma Costeiro .
Mangues Salinos .
Esteros .
Marisma .
Esteiros .
Orla Marítima .
Manguezal .
Mangue .
Biofiltros [Pântanos construído] .
1) Ambientes ou habitats na interface entre ecossistemas verdadeiramente terrestres e sistemas verdadeiramente aquáticos tornando-os diferentes de cada um deles mas altamente dependentes de ambos. Adaptações a baixo [nível de] oxigênio do solo caracterizam muitas das espécies de zonas úmidas. 2) Pântanos: Área com cobertura vegetal que se encontra inundada ou saturada por água superficial ou subterrânea durante uma parte significativa do ano. A vegetação é adaptada para viver nas condições de solo saturada (Tradução livre do original: USGS 1048). 3) Manguezais: Floresta ou associação vegetal halófila em que predomina esse tipo de árvore e que se pode formar junto a praias, à foz de rios, ou na margem lamacenta de portos, rios, lagoas etc. (Fonte: Dicionário Houaiss da língua portuguesa). 4) Marisma: Terreno à beira de mar ou rio baixo e pantanoso que se inunda pela ação das marés (Fonte: Material IV - Glossário de Proteção Civil, OPAS, 1992). 5) Orla Marítima: Terra costeira baixa, parcialmente sob a água do mar, ao menos nas marés cheias, e que possui características ecológicas especiais. .
0.39
 
Secreções Corporais .
Secreção Corporal .
Secreções Corpóreas .
Secreções .
Substâncias endógenas produzidas pela atividade de células intactas de glândulas, tecidos ou órgãos. .
0.38
 
Rios 26022 .
Arroio .
Arroios .
Córrego .
Córregos .
Riacho .
Riachos .
Grandes correntes naturais de ÁGUA DOCE formadas pela convergência de afluentes e que desembocam em um grande volume de água (lago ou oceano). .
0.38
 
Secretogranina II .
Cromogranina C .
Cromogramina C .
Tipo de cromogranina que foi inicialmente caracterizada na ADENO-HIPÓFISE. É encontrada em várias espécies, incluindo a espécie humana, rato, camundongo, entre outras. A secretogranina II é uma proteína ácida com 559 a 586 resíduos de aminoácidos que pode estimular a liberação de DOPAMINA pelos neurônios e a de GONADOTROPINAS pela hipófise. .
0.37