serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A10 Tecidos .
A10.082 Compartimentos de Líquidos Corporais .
A10.082.500 Espaço Extracelular .
A11 Células .
A11.284 Estruturas Celulares .
A11.284.295 Espaço Extracelular .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.822 Proteínas Secretadas Inibidoras de Proteinases .
D12.644.822.468 Nexinas de Proteases .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.274 Proteínas do Sistema Complemento .
D12.776.124.486.274.920 Proteínas Inativadoras do Complemento .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.448 Proteínas Ligadas por GPI .
D12.776.395.550.448.500 Glipicanas .
D12.776.395.550.847 Sindecanas .
D12.776.395.550.847.100 Sindecana-1 .
D12.776.395.650 Proteoglicanas .
D12.776.395.650.350 Proteoglicanas de Heparan Sulfato .
D12.776.395.650.350.249 Glipicanas .
D12.776.395.650.350.500 Sindecanas .
D12.776.395.650.350.500.100 Sindecana-1 .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.484 Proteínas Ligadas a Lipídeos .
D12.776.543.484.500 Proteínas Ligadas por GPI .
D12.776.543.484.500.550 Glipicanas .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.418 Proteínas Ligadas por GPI .
D12.776.543.550.418.500 Glipicanas .
D12.776.543.550.847 Sindecanas .
D12.776.543.550.847.100 Sindecana-1 .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.645 Proteínas Secretadas Inibidoras de Proteinases .
D12.776.645.468 Nexinas de Proteases .
G07 Fenômenos Fisiológicos .
G07.690 Fenômenos Farmacológicos e Toxicológicos .
G07.690.773 Fenômenos Farmacológicos .
G07.690.773.500 Citoproteção .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Nexinas de Proteases .
Protease-Nexinas .
Inibidores de protease extracelular que são secretados de FIBROBLASTOS. Formam um complexo covalente com as SERINA PROTEASES e podem mediar sua internalização celular e degradação. .
0.83
0458
 
Citoproteção .
Proteção Celular .
Proteção à Célula .
Processo pelo qual [determinados] compostos químicos garantem (provide) proteção para as células contra agentes prejudiciais. .
0.37
326728
 
Glipicanas .
Glipicana .
Glipicam .
Glipican .
Glipicano .
Glipicanos .
Glipicans .
Família de proteoglicanas de heparan sulfato da superfície celular que ancoram o GLICOSILFOSFADITILINOSITOL que podem desempenhar um papel nos PROCESSOS DE CRESCIMENTO CELULAR e DIFERENCIAÇÃO CELULAR modulando as interações entre o ligante e o receptor. .
0.36
0756
 
Peptídeo Hidrolases .
Enzimas Proteolíticas .
Peptidases .
Proteinases .
Proteases .
Protease .
PEPTÍDIO HIDROLASES .
Hidrolases que especificamente clivam as ligações peptídicas encontradas em PROTEÍNAS e PEPTÍDEOS. Exemplos de subclasses deste grupo são as EXOPEPTIDASES e ENDOPEPTIDASES. .
0.36
19828511
 
Receptores de Superfície Celular .
Receptores de Hormônios de Superfície Celular .
Receptores de Substâncias Endógenas .
Receptores Hormonais da Superfície Celular .
Receptor de Superfície Celular .
Receptores da Superfície Celular .
Proteínas de superfície celular que ligam moléculas externas de sinalização à célula com alta afinidade e convertem este evento extracelular em um ou mais sinais intracelulares que alteram o comportamento da célula alvo. .
0.35
10664919
 
Sindecana-1 .
Antígenos CD138 .
Sindecano-1 .
Syndecana-1 .
Sindecana que interage com as PROTEÍNAS DA MATRIZ EXTRACELULAR e desempenha um papel na PROLIFERAÇÃO CELULAR e MIGRAÇÃO CELULAR. .
0.34
31385
 
Espaço Extracelular .
Espaço Intercelular .
Espaço intersticial entre células, preenchido pelo líquido intersticial, bem como, por substâncias amorfas e fibrosas. Para os organismos com uma PAREDE CELULAR, o espaço extracelular, abrange tudo externo à MEMBRANA CELULAR incluindo o PERIPLASMA e a parede celular. .
0.34
6623518
 
Proteínas Inativadoras do Complemento .
Inibidores do Complemento .
Proteínas séricas que regulam negativamente o processo em cascata de ATIVAÇÃO DO COMPLEMENTO. A ativação do complemento descontrolada e a subsequente lise celular são perigosas para o hospedeiro. O sistema de complemento é fortemente regulado por inativadores que aceleram o declínio de intermediários e de certos receptores da superfície celular. .
0.33
12353