serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.186 Sistema Nervoso Central .
A08.186.211 Encéfalo .
A08.186.211.132 Tronco Encefálico .
A08.186.211.132.659 Mesencéfalo .
A08.186.211.132.659.800 Teto do Mesencéfalo .
B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.493 Peixes .
B01.050.150.900.493.130 Caraciformes .
B01.050.150.900.493.130.150 Characidae .
C01 Infecções Bacterianas e Micoses .
C01.252 Infecções Bacterianas .
C01.252.410 Infecções por Bactérias Gram-Positivas .
C01.252.410.222 Infecções por Clostridium .
C01.252.410.222.864 Tétano .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.597 Manifestações Neurológicas .
C10.597.613 Manifestações Neuromusculares .
C10.597.613.875 Tetania .
C18 Doenças Nutricionais e Metabólicas .
C18.452 Doenças Metabólicas .
C18.452.174 Distúrbios do Metabolismo do Cálcio .
C18.452.174.509 Hipocalcemia .
C18.452.174.509.700 Tetania .
C23 Condições Patológicas, Sinais e Sintomas .
C23.888 Sinais e Sintomas .
C23.888.592 Manifestações Neurológicas .
C23.888.592.608 Manifestações Neuromusculares .
C23.888.592.608.875 Tetania .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.040 Hidrolases Anidrido Ácido .
D08.811.277.040.013 Proteínas AAA .
D08.811.277.040.013.500 ATPases Associadas a Diversas Atividades Celulares .
D08.811.277.040.013.500.032 Proteases Dependentes de ATP .
D08.811.277.040.013.500.032.099 Endopeptidases Dependentes de ATP .
D08.811.277.040.013.500.032.099.750 Protease La .
D08.811.277.040.025 Adenosina Trifosfatases .
D08.811.277.040.025.024 ATPases Associadas a Diversas Atividades Celulares .
D08.811.277.040.025.024.032 Proteases Dependentes de ATP .
D08.811.277.040.025.024.032.099 Endopeptidases Dependentes de ATP .
D08.811.277.040.025.024.032.099.750 Protease La .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.149 Proteases Dependentes de ATP .
D08.811.277.656.149.099 Endopeptidases Dependentes de ATP .
D08.811.277.656.149.099.750 Protease La .
D08.811.277.656.300 Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.065 Endopeptidases Dependentes de ATP .
D08.811.277.656.300.065.750 Protease La .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.025 Proteínas AAA .
D12.776.157.025.750 ATPases Associadas a Diversas Atividades Celulares .
D12.776.157.025.750.032 Proteases Dependentes de ATP .
D12.776.157.025.750.032.099 Endopeptidases Dependentes de ATP .
D12.776.157.025.750.032.099.750 Protease La .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.448 Proteínas Ligadas por GPI .
D12.776.395.550.448.150 Antígeno 2 do Estroma da Médula Óssea .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.484 Proteínas Ligadas a Lipídeos .
D12.776.543.484.500 Proteínas Ligadas por GPI .
D12.776.543.484.500.150 Antígeno 2 do Estroma da Médula Óssea .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.418 Proteínas Ligadas por GPI .
D12.776.543.550.418.150 Antígeno 2 do Estroma da Médula Óssea .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.275 Meio Ambiente .
G16.500.275.071 Clima .
G16.500.275.071.387 El Niño Oscilação Sul .
J01 Tecnologia, Indústria e Agricultura .
J01.576 Indústrias .
J01.576.655 Indústria Manufatureira .
J01.576.655.875 Indústrias Extrativas e de Processamento .
J01.576.655.875.500 Mineração .
M01 Pessoas .
M01.325 Pessoas em Situação de Rua .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.087 Contaminação .
SP4.011.087.718 Poluição Industrial .
SP4.011.087.718.439 Indústrias .
SP4.011.087.718.439.295 Mineração .
SP4.046 Saúde do Trabalhador .
SP4.046.462 Indústrias .
SP4.046.462.973 Mineração .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.587 Meteorologia .
SP8.473.654.587.492 El Niño Oscilação Sul .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Teto do Mesencéfalo .
Teto Mesencefálico .
Lâmina do Teto .
Tubérculos Quadrigêmeos .
Corpos Quadrigêmeos .
Lâmina Quadrigêmea .
Placa Quadrigêmea .
Colículos .
Porção dorsal ou teto do mesencéfalo que é composto de dois pares de saliências, os COLÍCULOS INFERIORES e os COLÍCULOS SUPERIORES. Estes quatro colículos também são chamados de corpos quadrigêmeos (TETO DO MESENCÉFALO). São centros para a integração sensorimotora visual. .
0.52
91224
 
Mineração .
Indústria Mineira .
Minas .
Mineralogia .
Processo de extração de depósitos de minerais da Terra. .
0.43
23010307
 
El Niño Oscilação Sul .
El Niño .
Corrente el Niño .
El Niño-Oscilação Sul .
ENOS 30576 .
OSEN 30576 .
ENSO 30576 .
La Niña .
Oscilação El Niño-Sul .
Oscilação Sul-El Niño .
El Niño-Oscilação Meridional .
Fenômeno El Niño Oscilação Sul .
1) El Niño-Oscilação Sul, ou ENSO é um ciclo de eventos de extrema alternância entre quente (El Niño) e frio (La Niña), que é o padrão dominante de clima de ano para ano na Terra. Os dois termos referem-se a grandes mudanças na temperatura da superfície do mar no Pacífico tropical oriental. A ENOS está associada com um risco aumentado para certas doenças transmitidas por vetores. (Tradução livre do original: http://www.elnino.noaa.gov/lanina_new_faq.html, accessed 5/12/2020) 2) O fenômeno El Niño Oscilação Sul representa de forma mais genérica um fenômeno de interação atmosfera-oceano, associado a alterações dos padrões normais da Temperatura da Superfície do Mar (TSM) e dos ventos alísios na região do Pacífico Equatorial, entre a Costa Peruana e no Pacifico oeste próximo à Austrália. Além de índices baseados nos valores da temperatura da superfície do mar no Oceano Pacifico equatorial, o fenômeno ENOS pode ser também quantificado pelo Índice de Oscilação Sul (IOS). Este índice representa a diferença entre a pressão ao nível do mar entre o Pacifico Central (Taiti) e o Pacifico do Oeste (Darwin/Austrália). Esse índice está relacionado com as mudanças na circulação atmosférica nos níveis baixos da atmosfera, consequência do aquecimento/resfriamento das águas superficiais na região. Valores negativos e positivos da IOS são indicadores da ocorrência do El Niño e La Niña respectivamente. (Fonte: http://www.cptec.inpe.br/enos/Oque_el-nino.shtml) .
0.41
13204
 
Antígeno 2 do Estroma da Médula Óssea .
Antígeno CD317 .
Antígenos CD317 .
Antígeno 2 da Célula do Estroma da Medula Óssea .
Teterina .
Glicoproteína de membrana ligada por âncora de GPI, é um fator antiviral que atua como homodímero. É induzido por INTERFERON GAMA e bloqueia a liberação de vírus de mamíferos envelopados por meio direto, amarrando as PARTÍCULAS VIRAIS nascentes nas membranas de células infectadas. .
0.40
01
 
Protease La .
Protease Lon .
Protease procariótica dependente de ATP que desempenha um papel na degradação de muitas proteínas anormais. É um tetrâmero de subunidades de 87 kDa de peso molecular, cada qual contendo um sítio proteolítico e um sítio de ligação de ATP. .
0.40
0450
 
Characidae .
Caracídeos .
Characinae .
Néon-Tetras .
Tetragonopterus .
Tetras .
Família de peixes de água doce da ordem CHARACIFORMES que inclui os néon-tetras. .
0.40
71304
 
Tétano .
Tétano Neonatal .
Infecção por Clostridium tetani .
Doença causada pela tetanospasmina, uma toxina proteica potente produzida por CLOSTRIDIUM TETANI. O tétano ocorre frequentemente após um ferimento agudo, tal como uma ferida por perfuração ou por laceração. O tétano generalizado, a forma mais comum, é caracterizado por contrações musculares tetânicas e hiper-reflexia. O tétano localizado apresenta-se como uma afecção atenuada com manifestações restritas dos músculos próximos ao ferimento. Pode progredir para a forma generalizada. .
0.40
3825848
 
Pessoas em Situação de Rua .
Falta de Moradia .
Falta de Habitação .
População em Situação de Rua .
Pessoas sem Lar .
Pessoas Sem Teto .
Morador de Rua .
Moradores de Rua .
Sem-Abrigo .
Sem-Teto .
População de Rua .
DESABRIGADOS .
1. Pessoas que não possuem residência permanente. O conceito exclui pessoas nômades. 2. Grupo populacional heterogêneo que possui em comum a pobreza extrema, os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e a inexistência de moradia convencional regular, e que utiliza os logradouros públicos e as áreas degradadas como espaço de moradia e de sustento, de forma temporária ou permanente, bem como as unidades de acolhimento para pernoite temporário ou como moradia provisória. (Decreto 7.053/2009, Brasil Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Decreto/D7053.htm) .
0.38
1886439
 
Tetania .
Espasmofilia .
Tetania Neonatal .
Transtorno caracterizado por puxões musculares, cãibras e espasmo carpopedal e, quando grave, laringoespasmo e convulsões. Este estado está associado com despolarização instável de membranas axonais, principalmente no sistema nervoso periférico. A tetania normalmente resulta de HIPOCALCEMIA ou níveis séricos reduzidos de MAGNÉSIO que pode estar associado com HIPERVENTILAÇÃO, HIPOPARATIREOIDISMO, RAQUITISMO, UREMIA ou outras afecções. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p1490) .
0.37
161550