serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.968 Lagomorpha .
B01.050.150.900.649.313.968.400 Lebres .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.131 Artrópodes .
B01.050.500.131.617 Insetos .
B01.050.500.131.617.576 Lepisma .
B03 Bactérias .
B03.510 Bactérias Gram-Positivas .
B03.510.024 Actinobacteria .
B03.510.024.049 Actinomycetales .
B03.510.024.049.525 Mycobacteriaceae .
B03.510.024.049.525.500 Mycobacterium .
B03.510.024.049.525.500.502 Mycobacterium leprae .
B03.510.460 Bacilos Gram-Positivos .
B03.510.460.400 Bacilos Gram-Positivos Asporogênicos .
B03.510.460.400.410 Bacilos Gram-Positivos Asporogênicos Regulares .
B03.510.460.400.410.552 Mycobacteriaceae .
B03.510.460.400.410.552.552 Mycobacterium .
B03.510.460.400.410.552.552.502 Mycobacterium leprae .
C01 Infecções Bacterianas e Micoses .
C01.252 Infecções Bacterianas .
C01.252.410 Infecções por Bactérias Gram-Positivas .
C01.252.410.040 Infecções por Actinomycetales .
C01.252.410.040.552 Infecções por Mycobacterium .
C01.252.410.040.552.386 Hanseníase .
C01.252.410.040.552.386.850 Hanseníase Paucibacilar .
C01.252.410.040.552.386.850.249 Hanseníase Dimorfa .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.705 Compostos Organofosforados .
D02.705.429 Organofosfonatos .
D02.705.429.812 Organotiofosfonatos .
D02.705.429.812.500 Leptofós .
D02.705.539 Compostos Organotiofosforados .
D02.705.539.692 Organotiofosfonatos .
D02.705.539.692.500 Leptofós .
D02.886 Compostos de Enxofre .
D02.886.300 Compostos Organotiofosforados .
D02.886.300.846 Organotiofosfonatos .
D02.886.300.846.500 Leptofós .
D06 Hormônios, Substitutos de Hormônios e Antagonistas de Hormônios .
D06.472 Hormônios .
D06.472.699 Hormônios Peptídicos .
D06.472.699.042 Adipocinas .
D06.472.699.042.500 Leptina .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.276 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.644.276.024 Adipocinas .
D12.644.276.024.500 Leptina .
D12.644.548 Hormônios Peptídicos .
D12.644.548.011 Adipocinas .
D12.644.548.011.500 Leptina .
D12.776 Proteínas .
D12.776.467 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.776.467.024 Adipocinas .
D12.776.467.024.500 Leptina .
D23 Fatores Biológicos .
D23.529 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D23.529.024 Adipocinas .
D23.529.024.500 Leptina .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.144 Ciclo Celular .
G04.144.220 Divisão Celular .
G04.144.220.220 Divisão do Núcleo Celular .
G04.144.220.220.687 Meiose .
G04.144.220.220.687.444 Prófase Meiótica I .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.113 Divisão Celular .
G05.113.220 Divisão do Núcleo Celular .
G05.113.220.687 Meiose .
G05.113.220.687.500 Prófase Meiótica I .
N02 Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços .
N02.278 Instalações de Saúde .
N02.278.524 Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.012 Doença Ambiental .
SP4.001.012.148 Doenças Transmissíveis .
SP4.001.012.148.164 Hanseníase .
VS3 Vigilância Sanitária de Serviços de Saúde .
VS3.002 Instalações de Saúde .
VS3.002.001 Hospitais .
VS3.002.001.015 Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Hanseníase .
Lepra .
Doença de Hansen .
Infecção granulomatosa crônica causada pelo MYCOBACTERIUM LEPRAE. As lesões granulomatosas são manifestadas na pele, nas mucosas e nos nervos periféricos. Há dois tipos polares ou principais: a lepromatosa e a tuberculoide. .
1.00
 
Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical .
Hospitais de Dermatologia .
Leprosário .
LEPROSÁRIOS .
COLÔNIAS DE HANSENIANOS .
Centros residenciais para tratamento de pessoas com hanseníase. .
0.73
43253
 
Leptina .
Proteína Bloqueadora da Sensação de Fome .
Proteína Ob .
Proteína Antiobesidade .
PROTEÍNA BLOQUEADORA DA SENSAÇÃO DE F0ME .
Hormônio peptídico de 16 kDa secretado por ADIPÓCITOS BRANCOS. A leptina serve como um sinal de retroalimentação de células adiposas ao SISTEMA NERVOSO CENTRAL que regula a ingestão alimentar, equilíbrio energético, e armazenamento de gordura. .
0.70
27821177
 
Lebres .
Lebre Americana .
Lepus .
Grande Coelho Americano .
Gênero Lepus (família Leporidae, ordem LAGOMORPHA) cujas lebres nascem abaixo do solo, completamente coberta de pelos e com olhos e orelhas abertos. Contrariamente aos COELHOS, as lebres têm 24 pares de cromossomos. .
0.69
4357
 
Hanseníase Dimorfa .
LEPRA DISMÓRFICA .
Forma de HANSENÍASE em que existem manifestações clínicas dos dois tipos principais (lepromatoso e tuberculoide). A doença pode mudar na direção de uma ou outra destas formas principais ou polares. .
0.68
 
Mycobacterium leprae .
Bacilo de Hansen .
Bacilo da Hanseníase .
Bacilo da Lepra .
Espécie de bactéria Gram-positiva aeróbia que causa HANSENÍASE no homem. Seus organismos são geralmente arranjados em amontoados, massas arredondadas ou em grupos de bacilos lado a lado. .
0.67
3545143
 
Lepisma .
Lepisma saccharina .
Peixinhho-de-Prata .
Traça .
Inseto noturno pequeno e sem asas de contorno afilado. .
0.64
10
 
Prófase Meiótica I .
Diacinese .
Diplóteno .
Estágio Diacinese .
Estágio Diplóteno .
Estágio Leptóteno .
Estágio Zigóteno .
Leptóteno .
Zigóteno .
Prófase 1 .
Prófase I .
Prófase Meiótica 1 .
Estágio Zigóteno .
Estágio de Leptóteno .
Estágio de Zigoteno .
Prófase da primeira divisão da MEIOSE (na qual ocorre a SEGREGAÇÃO DE CROMOSSOMOS homólogos). É dividida em cinco estágios: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese. .
0.63
3332
 
Leptofós .
Fosvel .
Inseticida organotiofosforado. .
0.62
187