serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.050 Grupos de População Animal .
B01.050.050.199 Animais de Laboratório .
B01.050.050.199.520 Animais Endogâmicos .
B01.050.050.199.520.040 Animais Congênicos .
B01.050.050.199.520.040.500 Camundongos Congênicos .
B01.050.050.199.520.520 Camundongos Endogâmicos .
B01.050.050.199.520.520.200 Camundongos Pelados .
B01.050.050.199.520.520.600 Camundongos Endogâmicos SENCAR .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.988 Primatas .
B01.050.150.900.649.313.988.400 Haplorrinos .
B01.050.150.900.649.313.988.400.112 Catarrinos .
B01.050.150.900.649.313.988.400.112.199 Cercopithecidae .
B01.050.150.900.649.313.988.400.112.199.120 Cercopithecinae .
B01.050.150.900.649.313.988.400.112.199.120.510 Macaca .
B01.050.150.900.649.313.988.700 Strepsirhini .
B01.050.150.900.649.313.988.700.200 Cheirogaleidae .
B01.050.150.900.649.313.992 Roedores .
B01.050.150.900.649.313.992.635 Muridae .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505 Murinae .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500 Camundongos .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.150 Camundongos Congênicos .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.400 Camundongos Endogâmicos .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.400.200 Camundongos Pelados .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.400.600 Camundongos Endogâmicos SENCAR .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.550 Camundongos Mutantes .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.550.230 Camundongos Pelados .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.550.480 Camundongos Mutantes Neurológicos .
B01.050.150.900.649.313.992.635.505.500.550.780 Camundongos SCID .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Cheirogaleidae .
Allocebus .
Cheirogaleus .
Macaco Lêmure Anão .
Macaco Camundongo Lêmure .
Microcebus .
Mirza .
Phaner .
Família da ordem PRIMATAS, subordem Strepsirhini (PROSIMII), que contém cinco gêneros. Todos os gêneros habitam Madagascar e são os seguintes: Allocebus, Cheirogaleus (macaco lêmure anão), Microcebus (macaco camundongo lêmure), Mirza e Phaner. .
0.70
1325
 
Camundongos .
Camundongo Caseiro .
Camundongos Caseiros .
Mus 6757 .
Mus musculus .
Camundongo .
Camundongos Caseiro .
Camundongos de Laboratório .
Camundongos Suíços .
Mus domesticus .
Nome comum do gênero Mus. .
0.57
57811326423
 
Camundongos Pelados .
Camundongos Endogâmicos HRS .
Camundongos HR .
CAMUNDONGO PELADO .
Linhagens de camundongos mutantes que produzem muito pouco pelo ou não o produzem. .
0.46
52910
 
Macaca .
Macaco-de-Gibraltar .
Macaco .
Macaco Japonês .
Yaki 6314 .
Macaco de Celebes .
Gênero da subfamília CERCOPITHECINAE, família CERCOPITHECIDAE, que compreende 16 espécies que habitam florestas da África, Ásia e ilhas de Bornéu, Filipinas e Celebes. .
0.44
3816156
 
Camundongos Congênicos .
Cepas de camundongos criados para possuir genótipos idênticos exceto por diferença num único locus gênico. .
0.44
11212
 
Camundongos Endogâmicos SENCAR .
Camundongos SENCAR .
Camundongos seletivamente criados para hipersusceptibilidade à carcinogênese cutânea química em dois estágios. São também hipersusceptíveis a tumorigênese com dose única de radiação UV, mas não a exposições crônicas e de baixas doses. Camundongos SENCAR (SENsíveis a CARcinogênese) são utilizados em pesquisa como modelo animal para produção de tumor. .
0.44
0240
 
Camundongos Mutantes Neurológicos .
Camundongos Lurcher .
Camundongos Reeler .
Camundongos Cambaleantes .
Camundongos Weaver .
Mutantes Sg .
Camundongos Mutantes Sg .
Camundongos Sg .
Camundongos Mutantes ckr .
Camundongos Chakragati .
Camundongos que portam genes mutantes para defeitos neurológicos ou anomalias. .
0.43
13881
 
Camundongos SCID .
Camundongos com Imunodeficiência Combinada Severa .
Camundongos com Imunodeficiência Combinada Grave .
Camundongos SCID-hu .
Camundongos homozigotos para o gene autossômico recessivo mutante "scid", que é localizado na extremidade centromérica do cromossomo 16. Estes camundongos não possuem linfócitos maduros e funcionais e são por isso altamente susceptíveis a infecções oportunistas letais se não forem cronicamente tratados com antibióticos. A ausência de imunidade das células B e T assemelha-se à síndrome de imunodeficiência combinada severa (SCID) em crianças humanas. Camundongos SCID são úteis como modelos animais já que são receptivos à implantação de sistema imune humano produzindo camundongos hematoquiméricos com SCID-humana (SCID-hu). .
0.43
621632