serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.157 Brassicaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.157.600 Lepidium .
B01.650.940.800.575.912.250.157.644 Nasturtium .
B01.650.940.800.575.912.250.401 Fabaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.401.968 Vicia .
B01.650.940.800.575.912.250.401.968.500 Vicia faba .
B01.650.940.800.575.912.250.583 Lamiales .
B01.650.940.800.575.912.250.583.520 Lamiaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.583.520.647 Ocimum .
B01.650.940.800.575.912.250.583.520.922 Salvia .
B01.650.940.800.575.912.250.583.520.922.770 Salvia officinalis .
B01.650.940.800.575.912.250.859 Rosanae .
B01.650.940.800.575.912.250.859.937 Rosales .
B01.650.940.800.575.912.250.859.937.500 Rosaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.859.937.500.177 Crataegus .
B04 Vírus .
B04.280 Vírus de DNA .
B04.280.350 Geminiviridae .
B04.715 Vírus de Plantas .
B04.715.270 Geminiviridae .
C13 Doenças Urogenitais Femininas e Complicações na Gravidez .
C13.703 Complicações na Gravidez .
C13.703.844 Transtornos Puerperais .
C13.703.844.603 Mastite .
C17 Doenças da Pele e do Tecido Conjuntivo .
C17.800 Dermatopatias .
C17.800.090 Doenças Mamárias .
C17.800.090.968 Mastite .
C23 Condições Patológicas, Sinais e Sintomas .
C23.888 Sinais e Sintomas .
C23.888.592 Manifestações Neurológicas .
C23.888.592.612 Dor 7776 .
C23.888.592.612.530 Mastodinia .
D10 Lipídeos .
D10.251 Ácidos Graxos .
D10.251.355 Ácidos Graxos Insaturados .
D10.251.355.255 Eicosanoides .
D10.251.355.255.550 Prostaglandinas .
D10.251.355.255.550.775 Prostaglandinas Sintéticas .
D10.251.355.255.550.775.450 Prostaglandinas E Sintéticas .
D10.251.355.255.550.775.450.750 Rioprostila .
D23 Fatores Biológicos .
D23.469 Mediadores da Inflamação .
D23.469.050 Autacoides .
D23.469.050.175 Eicosanoides .
D23.469.050.175.725 Prostaglandinas .
D23.469.050.175.725.775 Prostaglandinas Sintéticas .
D23.469.050.175.725.775.450 Prostaglandinas E Sintéticas .
D23.469.050.175.725.775.450.750 Rioprostila .
D23.469.700 Prostaglandinas Sintéticas .
D23.469.700.660 Prostaglandinas E Sintéticas .
D23.469.700.660.750 Rioprostila .
F02 Fenômenos Psicológicos .
F02.830 Psicofisiologia .
F02.830.816 Sensação .
F02.830.816.308 Mastodinia .
G11 Fenômenos Fisiológicos Musculoesqueléticos e Neurais .
G11.561 Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso .
G11.561.790 Sensação .
G11.561.790.308 Mastodinia .
HP4 Materia Medica .
HP4.018 Medicamento Homeopático .
HP4.018.685 Medicamento Homeopático S .
HP4.018.685.205 Salvia officinalis .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Lepidium .
Lepidium meyenenii .
Mastruço-Ordinário .
Ginseng Peruano .
Maka 23507 .
Maca-Maca .
Maino .
Maca (Raiz) .
Gênero de plantas (família BRASSICACEAE) que crescem nas montanhas do Peru. É fonte da raiz de maca. .
0.68
33206
 
Nasturtium .
Agrião-d'Água .
Agrião-do-Brejo .
Rorippa nasturtium-aquaticum .
Nasturtium officinale .
Mastruço-dos-Rios .
Gênero de plantas (família BRASSICACEAE) cujo nome também é usado como nome vulgar para o TROPAEOLUM. O nome vulgar do agrião-d'água também é usado para RORIPPA e TROPAEOLUM. Este é o mais popular dos agriões comestíveis, planta resistente, perene e rastejante nativa da Europa, mas extensamente naturalizada em qualquer lugar úmido. .
0.53
484
 
Ocimum .
Alfavaca .
Manjericão-de-Ceilão .
Manjericão-de-Folha-Miúda .
Manjericão-dos-Jardins .
Manjericão-Menor .
Manjericão-Miúdo .
Manjericão-Ordinário .
Espécie de planta da família Lamiaceae que ocorre em regiões tropicais e temperadas de todo o mundo. Inclui a erva aromática OCIMUM BASILICUM (manjericão) e a PLANTA MEDICINAL Ocimum tenuiflorum (manjericão sagrado). .
0.39
25347
 
Crataegus .
Cratego .
Cratego-Pilriteiro .
Pilriteiro .
Estrepeiro .
Crataegus aria .
Cratego-Ordinário .
Crataegus azarolus .
Azarola .
Alzaror .
Azaroleira .
Azaroleiro .
Azeroleira .
Azeroleiro .
Mostajeiro .
Cratego-Azeroleiro .
Espinheiro-Alvar .
Crataegus pyracantha .
Espinheiro-Ardente .
Espinheiro-Branco .
Crataegus Oxyachanta .
Gênero (família ROSACEAE) de arbustos e árvores pequenas, nativas da Zona Temperada do Norte. Mais conhecidas pela medicação tradicional para o coração. .
0.35
2437
 
Mastodinia .
Mastalgia .
Dor Mamária .
Dor nas mamas geralmente classificada como cíclica (associada com períodos menstruais) ou não cíclica, que se origina nas mamas ou nos músculos adjacentes ou articulações, e vão desde um desconforto leve à incapacitação grave. .
0.35
9101
 
Mastite .
INFLAMAÇÃO da MAMA ou glândula mamária. .
0.34
1473115
 
Salvia officinalis .
Salva-das-Boticas .
Erva-Sacra .
Salva-dos-Jardins .
Salva-Ordinária .
Salveta .
Planta Salva .
Espécie de plantas (gênero Salvia) conhecida como especiaria e planta medicinal. .
0.34
12265
 
Vicia faba .
Fava-Ordinária .
Fava-Cavalina .
Fava-da-Holanda .
Favarola .
Fava 24538 .
Fava-de-Cavalo .
Fava-dos-Pântanos .
Fava-do-Brejo .
Fava-Cavaleira .
Espécie de plantas (gênero VICIA, família FABACEAE) cujas vagens comestíveis são bem conhecidas, porém causam FAVISMO em alguns indivíduos com DEFICIÊNCIA DE GLUCOFOSFATO DESIDROGENASE. Esta planta contém vicina, convicina, lectinas Vicia, proteínas desconhecidas nas sementes, proteína transportadora AAP2 e a proteína 1 que se liga ao DNA da Vicia faba. .
0.33
4770
 
Geminiviridae .
Curtovirus .
Geminivirus .
Mastrevirus .
Família de vírus de plantas, nas quais o VÍRION apresenta uma morfologia incomum que consiste em um par de partículas isométricas. A transmissão ocorre via cigarrinhas verdes ou moscas brancas. Alguns vírus causam doenças de importância econômica no cultivo de plantas. Há quatro gêneros: Mastrevirus, Curtovirus, Topocuvirus e BEGOMOVIRUS. .
0.32
2745
 
Rioprostila .
Rioprostil .
Análogo sintético da metilprostaglandina E1 que reduz a secreção do ácido gástrico e aumenta a barreira de bicarbonato da mucosa gástrica. É eficaz na terapia das úlceras gástricas e confere proteção significante contra lesão da mucosa gástrica induzida por NSAID. A droga também previne o dano induzido pela ciclosporina A às secreções pancreáticas endócrina e exócrina. Apresenta baixos níveis de toxicidade aguda e não há evidência de embriotoxicidade, fetotoxicidade, teratogenicidade ou mutagenicidade em estudos experimentais com animais. .
0.32
093