serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.633 Compostos Heterocíclicos de Anéis Fundidos .
D03.633.100 Compostos Heterocíclicos com 2 Anéis .
D03.633.100.759 Purinas .
D03.633.100.759.646 Nucleotídeos de Purina .
D03.633.100.759.646.138 Nucleotídeos de Adenina .
D03.633.100.759.646.138.694 NAD 7093 .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.211 Coenzimas .
D08.211.589 NAD 7093 .
D08.811 Enzimas .
D08.811.150 Enzimas de Restrição-Modificação do DNA .
D08.811.150.280 Enzimas de Restrição do DNA .
D08.811.150.280.250 Desoxirribonucleases de Sítio Específico do Tipo I .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.352 Esterases .
D08.811.277.352.335 Desoxirribonucleases .
D08.811.277.352.335.350 Endodesoxirribonucleases .
D08.811.277.352.335.350.300 Enzimas de Restrição do DNA .
D08.811.277.352.335.350.300.250 Desoxirribonucleases de Sítio Específico do Tipo I .
D08.811.277.352.355 Endonucleases .
D08.811.277.352.355.325 Endodesoxirribonucleases .
D08.811.277.352.355.325.300 Enzimas de Restrição do DNA .
D08.811.277.352.355.325.300.250 Desoxirribonucleases de Sítio Específico do Tipo I .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.675 Metaloproteases .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.555 Transferases de Grupo de Um Carbono .
D08.811.913.555.500 Metiltransferases .
D08.811.913.555.500.175 Betaína-Homocisteína S-Metiltransferase .
D08.811.913.555.500.800 Metiltransferases de Proteína .
D08.811.913.555.500.800.750 Proteína-Arginina N-Metiltransferases .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.276 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.644.276.937 Somatomedinas .
D12.644.276.937.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.420 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D12.776 Proteínas .
D12.776.097 Proteínas de Bactérias .
D12.776.097.533 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.862 Somatomedinas .
D12.776.124.862.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
D12.776.467 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.776.467.937 Somatomedinas .
D12.776.467.937.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.420 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.054 Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
D13 Ácidos Nucleicos, Nucleotídeos e Nucleosídeos .
D13.444 Ácidos Nucleicos .
D13.444.735 RNA 12333 .
D13.444.735.757 RNA de Transferência .
D13.444.735.757.700 RNA de Transferência Aminoácido-Específico .
D13.444.735.757.700.525 RNA de Transferência de Metionina .
D13.695 Nucleotídeos .
D13.695.667 Nucleotídeos de Purina .
D13.695.667.138 Nucleotídeos de Adenina .
D13.695.667.138.694 NAD 7093 .
D13.695.827 Ribonucleotídeos .
D13.695.827.068 Nucleotídeos de Adenina .
D13.695.827.068.694 NAD 7093 .
D23 Fatores Biológicos .
D23.529 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D23.529.937 Somatomedinas .
D23.529.937.400 Fator de Crescimento Insulin-Like I .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Betaína-Homocisteína S-Metiltransferase .
Metaloenzima de ZINCO que catalisa a transferência de um grupo metila da BETAINA à HOMOCISTEÍNA para produzir dimetilglicina e METIONINA, respectivamente. Esta enzima é um membro da família das METILTRANSFERASES dependentes de ZINCO, que utilizam os Tióis ou selenóis como aceptores de radicais metil. .
0.72
 
Proteína-Arginina N-Metiltransferases .
Proteína Arginina Metiltransferase .
Proteína-Arginina N-Metiltransferase .
Proteína Metilase I .
Proteína Metiltransferase I .
Enzimas que catalisam a metilação de resíduos de arginina das proteínas, originando N-mono- e N,N-dimetilarginina. Esta enzima é encontrada em muitos órgãos, principalmente cérebro e baço. .
0.41
 
RNA de Transferência de Metionina .
tRNA Iniciador .
tRNA Metionina Específico .
tRNAm Metionina Específica .
RNA de Transferência Iniciador .
tRNA(m)Met .
tRNAMet .
tRNA(f)Met .
tRNA(i)Met .
RNA de transferência específico para transportar metionina aos sítios nos ribossomos. Durante o início da síntese proteica, o RNA de transferência (f)Met em células procarióticas e RNA de transferência (i)Met em células eucarióticas liga-se ao códon iniciador (CÓDON DE INICIAÇÃO). .
0.38
 
Desoxirribonucleases de Sítio Específico do Tipo I .
Enzimas de Restrição do DNA do Tipo I .
Endonucleases de Restrição Tipo I .
Enzimas de Restrição Tipo I .
DNase de Sítio Específico do Tipo I .
Sistemas enzimáticos que contêm três subunidades diferentes e que requerem ATP, S-adenosilmetionina e magnésio para atividade endonucleolítica, produzindo fragmentos de fita dupla ao acaso, com fosfatos nas extremidades 5'. Funcionam também como ATPases dependentes de DNA e como metilases de modificação, catalisando as reações de EC 2.1.1.72 e EC 2.1.1.73, com especificidade de sítio semelhante. Os sistemas reconhecem sequências específicas curtas do DNA e clivam sítios remotos da sequência de reconhecimento. Enzimas de diferentes micro-organismos com a mesma especificidade são chamadas isoesquizômeras. EC 3.1.21.3. .
0.36
 
NAD 7093 .
NADH 7093 .
Coenzima I .
Difosfopiridina Nucleotídeo .
DPN 7093 .
Nicotinamida-Adenina Dinucleotídeo .
DIFOSFOPIRIDINA NUCLEOTÍDIO .
NICOTINAMIDA-ADENINA DINUCLEOTÍDIO .
Coenzima composta de nicotinamida monoculeotídeo (NMN) acoplada à adenosina monofosfato (AMP) por ligação pirofosfato. É encontrada amplamente na natureza e está envolvida em numerosas reações enzimáticas nas quais serve como portador de elétrons sendo alternadamente oxidada (NAD+) e reduzida (NADH). (Dorland, 28a ed) .
0.35
 
Metaloproteases .
Metaloproteinases .
Proteases que utilizam um metal, normalmente ZINCO, no mecanismo catalítico. Este grupo de enzimas é inativado por quelantes de metais. .
0.33
 
Proteínas Quimiotáticas Aceptoras de Metil .
MACP-I .
MACP-II .
Proteína Quimiotática 1 Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática 2 Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática 3 Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática I Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática II Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática III Aceptora de Metil .
Proteína Quimiotática 1 Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática 2 Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática 3 Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática I Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática II Aceitadora de Metil .
Proteína Quimiotática III Aceitadora de Metil .
Proteínas Quimiotáticas Aceitadoras de Metil .
Proteínas Quimiotáticas de Aceitação de Metil .
Proteínas transmembrana sensitivas receptoras que são componentes centrais de sistemas quimiotáticos de várias espécies de bactérias móveis que incluem ESCHERICHIA COLI e SALMONELLA TYPHIMURIUM. Proteínas quimiotáticas aceptoras de metil devem o seu nome ao processo de adaptação sensorial que envolve a metilação em vários resíduos de glutamil no seu domínio citoplasmático. As proteínas quimiotáticas aceptoras de metil desencadeiam respostas quimiotáticas através de gradientes químicos espaciais, fazendo com que os organismos se movam ao encontro de estímulos favoráveis ou contra estímulos tóxicos. .
0.33
 
Fator de Crescimento Insulin-Like I .
Fator de Crescimento Semelhante à Insulina I .
Fator de Crescimento Insulina-Símile I .
Fator I de Crescimento Semelhante à Insulina .
Fator I de Crescimento Similar à Insulina .
Fator de Crescimento Similar à Insulina Tipo I .
IGF-I .
Somatomedina C .
Peptídeo básico bem caracterizado supostamente secretado pelo fígado e circula no sangue. Tem atividades reguladora de crescimento (similar à insulina) e mitogênica. Este fator de crescimento possui uma principal (mas não absoluta) dependência do HORMÔNIO DE CRESCIMENTO. Acredita-se ser ativa principalmente em adultos, em contraste com o FATOR DE CRESCIMENTO INSULIN-LIKE II, que é o principal fator de crescimento fetal. .
0.33