serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.137 Briófitas .
B01.650.940.800.575.137.500 Bryopsida .
B01.650.940.800.575.137.750 Sphagnopsida .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.618 Lilianae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.050 Alismatales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.050.625 Alismataceae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.050.625.777 Sagittaria .
B01.650.940.800.575.912.250.618.937 Zingiberales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.937.900 Zingiberaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.937.900.099 Amomum .
B01.650.940.800.575.912.250.841 Rhizophoraceae .
G16 Fenômenos Biológicos .
G16.500 Fenômenos Ecológicos e Ambientais .
G16.500.275 Meio Ambiente .
G16.500.275.157 Ecossistema .
G16.500.275.157.812 Zonas Úmidas .
HP4 Materia Medica .
HP4.018 Medicamento Homeopático .
HP4.018.592 Medicamento Homeopático P .
HP4.018.592.689 Polytrichum juniperinum .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.230 Meio Ambiente .
N06.230.124 Ecossistema .
N06.230.124.625 Zonas Úmidas .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.016 Recursos Hídricos .
SP4.016.132 Água 12871 .
SP4.016.132.553 Águas de Superfície .
SP4.016.132.553.934 Zonas Úmidas .
SP4.026 Esgotos .
SP4.026.292 Tratamento de Águas Residuárias .
SP4.026.292.663 Tratamento Biológico .
SP4.026.292.663.214 Zonas Úmidas .
SP8 Desastres .
SP8.473 Risco .
SP8.473.654 Ameaças .
SP8.473.654.482 Geografia .
SP8.473.654.482.147 Zonas Úmidas .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Sphagnopsida .
Esfagno .
Esfagnópsidas .
Musgo Sphagnum .
Musgo Esfagno .
Musgo-do-Brejo .
Musgos-do-Brejo .
Musgos-d'Água .
Musgos de Turfeira .
Sphagnum .
Classe de BRYOPHYTA que é mais conhecida como "esfagnos" [do gênero Sphagnum] formadores de lodaçais de TURFA. .
1.00
3319
 
Bryopsida .
Ceratodon .
Physcomitrella .
Musgos Verdadeiros .
Musgos .
Classe de plantas, dentro de Bryophyta, que compreenda os musgos encontrados tanto em pântanos (incluindo de água doce) como em condições mais áridas. Os musgos possuem hastes cauloides (caulídeos) eretas ou prostradas sem folhas (musgos talosos), que dão origem a hastes sem folhas (setas) que sustentam cápsulas. Os esporos formados nas cápsulas são liberados e crescem produzindo novas plantas. (Tradução livre do original: Concise Dictionary of Biology, 1990). Na realidade, muitas plantas pequenas cujos nomes contêm a palavra 'musgo' não são musgos. O 'musgo' encontrado em árvores do lado norte (válido para o hemisfério norte; no hemisfério sul, estes 'musgos' se desenvolvem no lado sul) é na realidade uma alga verde (CLORÓFITAS). O musgo-da-Irlanda é, na verdade, uma alga vermelha (RODÓFITAS). O líquen em forma de barba (musgo do tipo barba), o musgo da Islândia, o musgo carvalho e o musgo rena são na realidade LÍQUENS. O musgo espanhol é um nome vulgar tanto para os LÍQUENS como para uma planta aérea (TILLANDSIA usneoides) da família do abacaxi (BROMELIACEAE). O licopódio é uma planta perene da família LYCOPODIACEAE. .
0.66
41208
 
Rhizophoraceae .
Bruguiera .
Cassipourea .
Cassipúrea .
Ceriops .
Kandelia .
Mangue Americano .
Mangue-de-Espeto .
Mangue-de-Pendão .
Mangue-do-Brejo .
Mangue-Gaiteiro .
Mangue Vermelho .
Rhizophora .
Rhizophora mangle .
Mangue-de-Água-Doce .
Mangue-do-Pará .
Família de plantas (ordem Rhizophorales, subclasse Rosidae, classe Magnoliopsida) compostas por árvores de manguezais. .
0.62
 
Polytrichum juniperinum .
Musgo .
Medicamento homeopático. Musgo. Abrev.: "polytr.". Origem vegetal. .
0.61
10
 
Sagittaria .
Flecha .
Sagittaria sagittifolia .
Erva-do-Pântano .
Chá-da-Campanha .
Chá-do-Brejo .
Chá-Mineiro .
Congonha-do-Brejo .
Erva-do-Brejo .
Sagitária .
Gênero de plantas da família ALISMATACEAE que crescem em pântanos salgados e são usadas para fitorremediação de derrame de óleo. As flores unissexuais possuem 3 sépalas e 3 pétalas. Seus membros contêm trifolionas (DITERPENOS). .
0.61
144
 
Amomum .
Amomo .
Cana-do-Brejo .
Gênero de plantas (família ZINGIBERACEAE) cujos membros contêm aculeatina D, beta-sitosterol e ESTIGMASTEROL. Alguns membros foram reclassificados para ELETTARIA e outros para ZINGIBERACEAE. .
0.61
097
 
Zonas Úmidas .
Biofiltros (Pântanos Construídos) .
Pântanos Artificiais .
Mangues .
Lodaçais .
Lodaçal .
Terra Pantanosa .
Pântanos .
Brejos .
Braço de Rio .
Igarapé .
Marimbu .
Atoleiros .
Pantanal .
Turfeira .
Lamaçal .
Charco .
Alagadiço .
Manguezais .
Restinga .
Marisma Costeiro .
Mangues Salinos .
Esteros .
Marisma .
Esteiros .
Orla Marítima .
Manguezal .
Mangue .
Biofiltros [Pântanos construído] .
1) Ambientes ou habitats na interface entre ecossistemas verdadeiramente terrestres e sistemas verdadeiramente aquáticos tornando-os diferentes de cada um deles mas altamente dependentes de ambos. Adaptações a baixo [nível de] oxigênio do solo caracterizam muitas das espécies de zonas úmidas. 2) Pântanos: Área com cobertura vegetal que se encontra inundada ou saturada por água superficial ou subterrânea durante uma parte significativa do ano. A vegetação é adaptada para viver nas condições de solo saturada (Tradução livre do original: USGS 1048). 3) Manguezais: Floresta ou associação vegetal halófila em que predomina esse tipo de árvore e que se pode formar junto a praias, à foz de rios, ou na margem lamacenta de portos, rios, lagoas etc. (Fonte: Dicionário Houaiss da língua portuguesa). 4) Marisma: Terreno à beira de mar ou rio baixo e pantanoso que se inunda pela ação das marés (Fonte: Material IV - Glossário de Proteção Civil, OPAS, 1992). 5) Orla Marítima: Terra costeira baixa, parcialmente sob a água do mar, ao menos nas marés cheias, e que possui características ecológicas especiais. .
0.60
1655406
 
Briófitas .
Bryophyta .
Andreaeopsida .
Andreópsidas .
Musgos do Granito .
Musci .
Plantas Avasculares .
Plantas Não Vasculares .
Divisão do reino vegetal (subdivisão Musci), contendo as classes Andreaeopsida, BRYOPSIDA e SPHAGNOPSIDA. .
0.58
9947