serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.465 Neoplasias Embrionárias de Células Germinativas .
C04.557.465.625 Tumores Neuroectodérmicos .
C04.557.465.625.200 Craniofaringioma .
C04.557.580 Neoplasias de Tecido Nervoso .
C04.557.580.625 Tumores Neuroectodérmicos .
C04.557.580.625.200 Craniofaringioma .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Craniofaringioma .
Craniofaringioma Adamantinomatoso .
Craniofaringioma Papilar .
Cisto da Bolsa de Rathke .
Cisto de Bolsa de Rathke .
Cisto da Bursa de Rathke .
Craniofaringioma Adamantino .
Tumor de Rathke .
Cisto de Rathke .
Tumor da Bolsa de Rathke .
Neoplasia benigna na região hipofisária que se origina na bolsa de Rathke. Os dois principais subtipos clínicos e histológicos são o craniofaringioma adamantino (ou clássico) e o craniofaringioma papilar. A forma adamantina aparece em crianças e adolescentes como uma lesão cística expansiva na região hipofisária. A cavidade cística é preenchida com uma substância viscosa negra e histologicamente o tumor é composto por epitélio adamantinomatoso com áreas de calcificação e necrose. Os craniofaringiomas papilares ocorrem em adultos e histologicamente, apresentam um epitélio escamoso com papilas. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1998, Ch14, p50) .
0.71
753784