serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.465 Neoplasias Embrionárias de Células Germinativas .
C04.557.465.330 Germinoma .
C04.557.465.625 Tumores Neuroectodérmicos .
C04.557.465.625.600 Neoplasias Neuroepiteliomatosas .
C04.557.465.625.600.355 Ganglioneuroma .
C04.557.465.625.600.380 Glioma .
C04.557.465.625.600.380.080 Astrocitoma .
C04.557.465.625.600.590 Tumores Neuroectodérmicos Primitivos .
C04.557.465.625.650 Tumores Neuroendócrinos .
C04.557.465.625.650.595 Neurilemoma .
C04.557.470 Neoplasias Epiteliais e Glandulares .
C04.557.470.670 Neoplasias Neuroepiteliomatosas .
C04.557.470.670.355 Ganglioneuroma .
C04.557.470.670.380 Glioma .
C04.557.470.670.380.080 Astrocitoma .
C04.557.470.670.590 Tumores Neuroectodérmicos Primitivos .
C04.557.580 Neoplasias de Tecido Nervoso .
C04.557.580.600 Neoplasias da Bainha Neural .
C04.557.580.600.610 Neuroma .
C04.557.580.600.610.595 Neurilemoma .
C04.557.580.625 Tumores Neuroectodérmicos .
C04.557.580.625.600 Neoplasias Neuroepiteliomatosas .
C04.557.580.625.600.355 Ganglioneuroma .
C04.557.580.625.600.380 Glioma .
C04.557.580.625.600.380.080 Astrocitoma .
C04.557.580.625.600.590 Tumores Neuroectodérmicos Primitivos .
C04.557.580.625.650 Tumores Neuroendócrinos .
C04.557.580.625.650.595 Neurilemoma .
C04.588 Neoplasias por Localização .
C04.588.614 Neoplasias do Sistema Nervoso .
C04.588.614.596 Neoplasias do Sistema Nervoso Periférico .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.551 Neoplasias do Sistema Nervoso .
C10.551.775 Neoplasias do Sistema Nervoso Periférico .
C10.551.775.500 Neoplasias da Bainha Neural .
C10.668 Doenças Neuromusculares .
C10.668.829 Doenças do Sistema Nervoso Periférico .
C10.668.829.725 Neoplasias do Sistema Nervoso Periférico .
C10.668.829.725.500 Neoplasias da Bainha Neural .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.012 Doença Ambiental .
SP4.001.012.098 Neoplasias .
SP4.046 Saúde do Trabalhador .
SP4.046.452 Medicina do Trabalho .
SP4.046.452.698 Doenças Profissionais .
SP4.046.452.698.879 Câncer Ocupacional .
SP4.046.452.698.879.165 Neoplasias .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Neoplasias do Sistema Nervoso Periférico .
Tumores do Sistema Nervoso Periférico .
Neoplasias dos Nervos Periféricos .
Neoplasias que se originam do tecido nervoso periférico. Isso inclui os neurofibromas, Schwannomas, tumores de células granulares, e NEOPLASIAS DA BAINHA NEURAL. (Tradução livre do original: DeVita Jr et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, pp1750-1) .
0.77
 
Germinoma .
Neoplasia maligna do tecido germinativo das GÔNADAS, MEDIASTINO ou região pineal. Os germinomas são uniformes na aparência, compostos por células grandes e redondas com núcleos vesiculares e citoplasma sutilmente corado de grânulos eosinofílicos. (Tradução livre do original: Stedman, 265th ed; from DeVita Jr et al., Cancer: Principles & Practice of Oncology, 3d ed, pp1642-3) .
0.36
 
Ganglioneuroma .
Gangliocitoma .
Neoplasia benigna que normalmente origina-se do tronco simpático no mediastino. Entre as características histológicas estão a proliferação de células em fuso (assemelhando-se a um neurofibroma) e a presença de células ganglionares. O tumor pode se apresentar clinicamente com a SÍNDROME DE HORNER ou diarreia devido à produção ectópica do peptídeo intestinal vasoativo. (Tradução livre do original: DeVita et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, p966) .
0.35
 
Astrocitoma .
Astrocitoma Subependimal de Células Gigantes .
Glioma Astrocítico .
Oligoastrocitoma Misto .
Neoplasias do cérebro e medula espinhal derivadas de células da glia que variam de formas histologicamente benignas aos tumores altamente anaplásicos e malignos. Astrocitomas fibrilares são mais comuns e podem ser classificados em ordem crescente de malignidade (graus I até IV). Nas primeiras duas décadas de vida, os astrocitomas tendem a se originar nos hemisférios cerebelares. Em adultos, estas neoplasias se originam no cérebro e frequentemente sofrem transformação maligna. (Tradução livre do original: Devita et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, pp2013-7; Holland et al., Cancer Medicine, 3d ed, p1082) .
0.34
 
Neoplasias .
Câncer .
Cancro (Tumor Maligno) .
Neoplasmas .
Tumor .
Tumores .
Tumores Malignos .
Neoplasia .
Neoplasia Benigna .
Neoplasia Maligna .
Neoplasias Malignas .
Malignidade .
Crescimento novo anormal de tecido. As neoplasias malignas apresentam um maior grau de anaplasia e têm propriedades de invasão e de metástase quando comparadas às neoplasias benignas. .
0.34
 
Neoplasias da Bainha Neural .
Tumores da Bainha de Mielina .
Perineurioma .
Tumores da Bainha Neural Periféricos .
Tumores da Bainha Neural .
Neoplasias que surgem das bainhas dos nervos formados por CÉLULAS DE SCHWANN no SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO ou por OLIGODENDRÓCITOS no SISTEMA NERVOSO CENTRAL. Os tumores malignos e periféricos da bainha neural, NEUROFIBROMA e NEURILEMOMA são tumores relativamente comuns nessa categoria. .
0.33
 
Tumores Neuroectodérmicos Primitivos .
Ependimoblastoma .
Meduloepitelioma .
Tumores Neuroepiteliais Primitivos .
PNET 19350 .
Espongioblastoma .
TUMOR NEUROECTODÉRMICO PRIMITIVO .
Grupo de tumores malignos do sistema nervoso apresentando células primitivas com elementos de diferenciação neuronal e/ou glial. O uso deste termo é limitado por alguns autores a tumores do sistema nervoso central e outros incluem as neoplasias de origem semelhante que aparecem extracranialmente (p. ex., TUMORES NEUROECTODÉRMICOS PRIMITIVOS PERIFÉRICOS). Este termo também é usado ocasionalmente como sinônimo para MEDULOBLASTOMA. Em geral, estes tumores aparecem na primeira década de vida e tendem a ser altamente malignos. (Tradução livre do original: DeVita et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, p2059). .
0.33
 
Neurilemoma .
Neurinoma .
Schwanoma .
Neurilemossarcoma .
Tumores da Bainha Neural Periféricos Malignos .
Schwanomatose Plexiforme .
Neoplasia que se origina das CÉLULAS DE SCHWANN dos nervos autônomos, periféricos e cranianos. Clinicamente, estes tumores podem se apresentar como uma neuropatia craniana, uma massa de tecido mole ou abdominal, lesão intracraniana ou com compressão da medula espinhal. Histologicamente, estes tumores são encapsulados, altamente vascularizados e compostos por um padrão homogêneo de células bifásicas em forma de fuso que podem ter a aparência de paliçadas. (Tradução livre do original: DeVita Jr et al., Cancer: Principles and Practice of Oncology, 5th ed, pp964-5). .
0.32