serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.675 Neurônios .
A11 Células .
A11.671 Neurônios .
C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.580 Neoplasias de Tecido Nervoso .
C04.557.580.600 Neoplasias da Bainha Neural .
C04.557.580.600.610 Neuroma .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.395.550.200.250 Moléculas de Adesão Celular Neuronais .
D12.776.395.550.200.250.150 Moléculas de Adesão Celular Neurônio-Glia .
D12.776.395.550.200.250.150.050 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D12.776.395.550.200.250.520 Moléculas de Adesão de Célula Nervosa .
D12.776.395.550.200.250.520.789 Neurocam .
D12.776.395.650 Proteoglicanas .
D12.776.395.650.750 Proteoglicanas de Sulfatos de Condroitina .
D12.776.395.650.750.687 Hialectinas .
D12.776.395.650.750.687.450 Neurocam .
D12.776.503 Lectinas .
D12.776.503.280 Lectinas Tipo C .
D12.776.503.280.437 Hialectinas .
D12.776.503.280.437.450 Neurocam .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.543.550.200.250 Moléculas de Adesão Celular Neuronais .
D12.776.543.550.200.250.150 Moléculas de Adesão Celular Neurônio-Glia .
D12.776.543.550.200.250.150.050 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D12.776.543.550.200.250.520 Moléculas de Adesão de Célula Nervosa .
D12.776.543.550.200.250.520.789 Neurocam .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.720 Receptores de Neurotransmissores .
D12.776.860 Escleroproteínas .
D12.776.860.300 Proteínas da Matriz Extracelular .
D12.776.860.300.030 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.301 Antígenos de Superfície .
D23.050.301.350 Moléculas de Adesão Celular .
D23.050.301.350.250 Moléculas de Adesão Celular Neuronais .
D23.050.301.350.250.150 Moléculas de Adesão Celular Neurônio-Glia .
D23.050.301.350.250.150.050 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D23.050.301.350.250.520 Moléculas de Adesão de Célula Nervosa .
D23.050.301.350.250.520.789 Neurocam .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.519 Mecanismos Moleculares de Ação Farmacológica .
D27.505.519.625 Neurotransmissores .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.577 Neurotransmissores .
D27.505.696.706 Substâncias Protetoras .
D27.505.696.706.548 Fármacos Neuroprotetores .
D27.505.954 Usos Terapêuticos .
D27.505.954.427 Fármacos do Sistema Nervoso Central .
D27.505.954.427.575 Fármacos Neuroprotetores .
F03 Transtornos Mentais .
F03.080 Transtornos de Ansiedade .
F03.080.550 Transtornos Neuróticos .
F03.650 Transtornos Neuróticos .
V02 Formatos de Publicação .
V02.540 Humorismo .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Neurotransmissores .
Agentes Atuantes na Neurotransmissão .
Agentes Neurotransmissores .
Neuroesteroides .
Neuro-Humores .
Neuro-Hormônios .
Neurormônios .
Neuromoduladores .
Neurorreguladores .
Substâncias Neuronais Transmissoras .
Substâncias Neurotransmissoras .
Substâncias Transmissoras dos Nervos .
Substâncias Transmissoras do Nervo .
Substâncias Transmissoras Neuronais .
Aminoácidos Neurotransmissores .
Neurotransmissores e Agentes Atuantes na Neurotransmissão .
Neurotrasmissores e Agentes Neurotransmissores .
Substâncias usadas por suas ações farmacológicas em qualquer aspecto dos sistemas de neurotransmissores. O grupo de agentes neurotransmissores inclui agonistas, antagonistas, inibidores da degradação, inibidores da recaptação, substâncias que esgotam (depleters) estoques [ou reservas de outras substâncias], precursores, e moduladores da função dos receptores. .
1.00
 
Receptores de Neurotransmissores .
Receptores de Neuromediadores .
Receptores de Neuromoduladores .
Receptores de Neurorreguladores .
Receptores de Neuro-Humor .
Receptores Sinápticos .
Receptores de superfície celular que se ligam às moléculas de sinalização liberadas por neurônios e que convertem esses sinais em mudanças intracelulares influenciando o comportamento das células. O termo neurotransmissor é utilizado aqui no seu sentido mais amplo, incluindo não apenas mensageiros que atuam na regulação de canais iônicos, mas também aqueles que atuam em sistemas de segundos mensageiros e aqueles que podem atuar à distância a partir do seu sítio de liberação. Estão incluídos os receptores para neuromoduladores, neurorreguladores, neuromediadores e neuro-humorais, localizados ou não nas sinapses. .
0.78
 
Transtornos Neuróticos .
Neurose .
Psiconeurose .
Transtornos cujos sintomas trazem sofrimento para o indivíduo e são reconhecidos por ele como sendo inaceitáveis. As relações sociais podem ser imensamente afetadas, mas geralmente permanecem dentro de limites aceitáveis. O transtorno é relativamente duradouro e recorrente se não for tratado. .
0.56
 
Neuroma .
Tumor que cresce de um nervo ou é constituído principalmente de células nervosas e fibras nervosas. Muitas lesões antigamente chamadas neuromas atualmente recebem nomes mais específicos, tais como ganglioneuroma, neurilemoma ou neurofibroma. (Dorland, 28a ed) .
0.56
 
Neurocam .
Neurocan .
Membro da família de hialectinas que é expresso no tecido neuronal e tem papel na ADESÃO CELULAR dos neurônios. .
0.53
 
Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
Antígenos CD166 .
ALCAM .
Ligante de CD6 .
KG-CAM .
Neurolina .
Antígeno BEN .
DM-GRASP .
Proteína SC1 .
Molécula de adesão celular expressa em leucócitos ativados, fibroblastos e neurônios. É um ligante para CD6. As interações ALCAM-CD6 podem desempenhar um papel na ligação de células T e B para leucócitos ativados. .
0.52
 
Humorismo .
Humorismo [Tipo de Publicação] .
HUMOR [TIPO DE PUBLICAÇÃO] .
Trabalhos que consistem em piadas e brincadeiras relacionadas com um assunto. .
0.52
 
Neurônios .
Células Nervosas .
Células Neurais .
Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO. .
0.51
 
Fármacos Neuroprotetores .
Agentes Neuroprotetores .
Drogas Neuroprotetoras .
Medicamentos Neuroprotetores .
Neuroprotetores .
Efeito Neuroprotetor .
Fármacos usados com a intenção de impedir lesões encefálicas ou medulares devidas a isquemia, acidente vascular cerebral, convulsões, ou traumatismos. Alguns devem ser administrados antes que o evento ocorra, mas outros podem ser eficazes durante algum tempo depois. Agindo por meio de diversos mecanismos, de modo direto ou indireto, eles frequentemente minimizam a lesão produzida pelos aminoácidos excitatórios endógenos. .
0.50