serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.637 Neuroglia .
A08.637.800 Células de Schwann .
A08.637.800.500 Bainha de Mielina .
A08.637.800.500.550 Neurilema .
A08.675 Neurônios .
A08.675.542 Fibras Nervosas .
A08.675.542.512 Fibras Nervosas Mielinizadas .
A08.675.542.512.560 Bainha de Mielina .
A08.675.542.512.560.550 Neurilema .
A08.800 Sistema Nervoso Periférico .
A08.800.800 Nervos Periféricos .
A08.800.800.690 Células de Schwann .
A08.800.800.690.500 Bainha de Mielina .
A08.800.800.690.500.550 Neurilema .
A10 Tecidos .
A10.755 Tecido Nervoso .
A10.755.503 Bainha de Mielina .
A10.755.503.550 Neurilema .
A11 Células .
A11.650 Neuroglia .
A11.650.800 Células de Schwann .
A11.650.800.500 Bainha de Mielina .
A11.650.800.500.550 Neurilema .
A11.671 Neurônios .
A11.671.501 Fibras Nervosas .
A11.671.501.512 Fibras Nervosas Mielinizadas .
A11.671.501.512.560 Bainha de Mielina .
A11.671.501.512.560.550 Neurilema .
C04 Neoplasias .
C04.557 Neoplasias por Tipo Histológico .
C04.557.580 Neoplasias de Tecido Nervoso .
C04.557.580.600 Neoplasias da Bainha Neural .
C04.557.580.600.610 Neuroma .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.399 Isomerases .
D08.811.399.475 Oxirredutases Intramoleculares .
D08.811.399.475.200 Aldose-Cetose Isomerases .
D08.811.399.475.200.350 Glucose-6-Fosfato Isomerase .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.372 Proteínas Sensoras de Cálcio Intracelular .
D12.644.360.372.500 Proteínas Sensoras de Cálcio Neuronal .
D12.644.360.372.500.500 Neurocalcina .
D12.776 Proteínas .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.125 Proteínas de Ligação ao Cálcio .
D12.776.157.125.412 Proteínas Sensoras de Cálcio Intracelular .
D12.776.157.125.412.500 Proteínas Sensoras de Cálcio Neuronal .
D12.776.157.125.412.500.500 Neurocalcina .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.395.550.200.250 Moléculas de Adesão Celular Neuronais .
D12.776.395.550.200.250.150 Moléculas de Adesão Celular Neurônio-Glia .
D12.776.395.550.200.250.150.050 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D12.776.395.550.200.250.520 Moléculas de Adesão de Célula Nervosa .
D12.776.395.550.200.250.520.789 Neurocam .
D12.776.395.650 Proteoglicanas .
D12.776.395.650.750 Proteoglicanas de Sulfatos de Condroitina .
D12.776.395.650.750.687 Hialectinas .
D12.776.395.650.750.687.450 Neurocam .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.387 Proteínas Sensoras de Cálcio Intracelular .
D12.776.476.387.500 Proteínas Sensoras de Cálcio Neuronal .
D12.776.476.387.500.500 Neurocalcina .
D12.776.503 Lectinas .
D12.776.503.280 Lectinas Tipo C .
D12.776.503.280.437 Hialectinas .
D12.776.503.280.437.450 Neurocam .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.200 Moléculas de Adesão Celular .
D12.776.543.550.200.250 Moléculas de Adesão Celular Neuronais .
D12.776.543.550.200.250.150 Moléculas de Adesão Celular Neurônio-Glia .
D12.776.543.550.200.250.150.050 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D12.776.543.550.200.250.520 Moléculas de Adesão de Célula Nervosa .
D12.776.543.550.200.250.520.789 Neurocam .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.645 Proteínas Sensoras de Cálcio Neuronal .
D12.776.631.645.500 Neurocalcina .
D12.776.860 Escleroproteínas .
D12.776.860.300 Proteínas da Matriz Extracelular .
D12.776.860.300.030 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.301 Antígenos de Superfície .
D23.050.301.350 Moléculas de Adesão Celular .
D23.050.301.350.250 Moléculas de Adesão Celular Neuronais .
D23.050.301.350.250.150 Moléculas de Adesão Celular Neurônio-Glia .
D23.050.301.350.250.150.050 Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
D23.050.301.350.250.520 Moléculas de Adesão de Célula Nervosa .
D23.050.301.350.250.520.789 Neurocam .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.277 Depressores do Sistema Nervoso Central .
D27.505.696.277.950 Tranquilizantes .
D27.505.696.277.950.040 Antipsicóticos .
D27.505.954 Usos Terapêuticos .
D27.505.954.427 Fármacos do Sistema Nervoso Central .
D27.505.954.427.210 Depressores do Sistema Nervoso Central .
D27.505.954.427.210.950 Tranquilizantes .
D27.505.954.427.210.950.040 Antipsicóticos .
D27.505.954.427.700 Psicotrópicos .
D27.505.954.427.700.872 Tranquilizantes .
D27.505.954.427.700.872.331 Antipsicóticos .
E03 Anestesia e Analgesia .
E03.155 Anestesia .
E03.155.086 Anestesia por Condução .
E03.155.086.711 Bloqueio Nervoso .
E04 Procedimentos Cirúrgicos Operatórios .
E04.525 Procedimentos Neurocirúrgicos .
E04.525.210 Denervação .
E04.525.210.550 Bloqueio Nervoso .
F03 Transtornos Mentais .
F03.080 Transtornos de Ansiedade .
F03.080.550 Transtornos Neuróticos .
F03.650 Transtornos Neuróticos .
H02 Ocupações em Saúde .
H02.403 Medicina .
H02.403.600 Neurologia .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Glucose-6-Fosfato Isomerase .
Fosfoglucose Isomerase .
Fosfoexose Isomerase .
Glucosefosfato Isomerase .
Neuroleucina .
Fator Autócrino de Motilidade .
Fator Tumoral Autócrino de Motilidade .
Aldose-cetose isomerase que catalisa a interconversão reversível da glucose-6-fosfato e da frutose-6-fosfato. Em organismos procarióticos e eucarióticos, desempenha um papel essencial nas vias glicolítica e neoglicogênica. Esta forma secretada de glucose-6-fosfato isomerase tem sido denominada como um fator de motilidade autócrino ou neuroleucina, e age como uma citocina que se liga a RECEPTORES DO FATOR AUTÓCRINO DE MOTILIDADE. A deficiência nesta enzima em humanos é uma característica autossômica recessiva que resulta em ANEMIA HEMOLÍTICA CONGÊNITA NÃO ESFEROCÍTICA. .
1.00
 
Neurilema .
Neurolema .
Camada citoplasmática mais externa das CÉLULAS DE SCHWANN que cobrem as FIBRAS NERVOSAS. .
0.70
 
Molécula de Adesão de Leucócito Ativado .
Antígenos CD166 .
ALCAM .
Ligante de CD6 .
KG-CAM .
Neurolina .
Antígeno BEN .
DM-GRASP .
Proteína SC1 .
Molécula de adesão celular expressa em leucócitos ativados, fibroblastos e neurônios. É um ligante para CD6. As interações ALCAM-CD6 podem desempenhar um papel na ligação de células T e B para leucócitos ativados. .
0.69
 
Bloqueio Nervoso .
Neurólise .
Interrupção da CONDUÇÃO NERVOSA pelos nervos periféricos ou pelos troncos nervosos por meio de injeção local de substâncias anestésicas (ex.: LIDOCAÍNA, FENOL, TOXINAS BOTULÍNICAS) para controlar ou tratar a dor. .
0.62
 
Antipsicóticos .
Agentes Antipsicóticos .
Drogas Antipsicóticas .
Medicamentos Antipsicóticos .
Neurolépticos .
Tranquilizantes Maiores .
Efeito Antipsicótico .
Antipsicótico .
Antipsicóticos Fenotiazínicos .
Tranquilizantes de Fenotiazina .
Antipsicóticos Butirofenônicos .
Tranquilizantes Butirofenônicos .
Fármacos que controlam o comportamento psicótico agitado, aliviam os estados psicóticos agudos, reduzem os sintomas psicóticos, e exercem um efeito tranquilizador. São usados na ESQUIZOFRENIA, demência senil, psicose passageira após cirurgia ou INFARTO DO MIOCÁRDIO, etc. Embora estes fármacos sejam frequentemente chamados neurolépticos (com alusão à tendência para produzir efeitos neurológicos colaterais) é pouco provável que todos os antipsicóticos produzam esse tipo de efeito. Muitos destes fármacos também podem ser eficazes contra náusea, êmese e prurido. .
0.61
 
Transtornos Neuróticos .
Neurose .
Psiconeurose .
Transtornos cujos sintomas trazem sofrimento para o indivíduo e são reconhecidos por ele como sendo inaceitáveis. As relações sociais podem ser imensamente afetadas, mas geralmente permanecem dentro de limites aceitáveis. O transtorno é relativamente duradouro e recorrente se não for tratado. .
0.61
 
Neuroma .
Tumor que cresce de um nervo ou é constituído principalmente de células nervosas e fibras nervosas. Muitas lesões antigamente chamadas neuromas atualmente recebem nomes mais específicos, tais como ganglioneuroma, neurilemoma ou neurofibroma. (Dorland, 28a ed) .
0.61
 
Neurologia .
Especialidade médica que se ocupa do estudo das estruturas, funções e doenças do sistema nervoso. .
0.60
 
Neurocalcina .
Proteína sensora de cálcio neuronal que está expressada como diversas isoformas e pode interagir com ACTINA, TUBULINA e CLATRINA. .
0.58
 
Neurocam .
Neurocan .
Membro da família de hialectinas que é expresso no tecido neuronal e tem papel na ADESÃO CELULAR dos neurônios. .
0.57