serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D01 Compostos Inorgânicos .
D01.268 Elementos .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.696 Fosfotransferases .
D08.811.913.696.445 Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308 DNA Nucleotidiltransferases .
D08.811.913.696.445.308.300 DNA Polimerase Dirigida por DNA .
D08.811.913.696.445.308.300.225 DNA Polimerase I .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.125 Proteínas de Ligação ao Cálcio .
D12.776.157.125.050 Anexinas .
D12.776.157.125.050.100 Anexina A5 .
D13 Ácidos Nucleicos, Nucleotídeos e Nucleosídeos .
D13.695 Nucleotídeos .
D13.695.578 Polinucleotídeos .
D13.695.578.550 Polirribonucleotídeos .
D13.695.578.550.650 Poli I .
D20 Misturas Complexas .
D20.633 Material Particulado .
G01 Fenômenos Físicos .
G01.238 Interações de Partículas Elementares .
G01.249 Partículas Elementares .
G02 Fenômenos Químicos .
G02.111 Fenômenos Bioquímicos .
G02.111.570 Estrutura Molecular .
G02.111.570.080 Sequência de Bases .
G02.111.570.080.708 Sequências Repetitivas de Ácido Nucleico .
G02.111.570.080.708.330 Sequências Repetitivas Dispersas .
G02.111.570.080.708.330.800 Retroelementos .
G02.111.570.080.708.330.800.200 Genes de Partícula A Intracisternal .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.360 Estruturas Genéticas .
G05.360.080 Sequência de Bases .
G05.360.080.708 Sequências Repetitivas de Ácido Nucleico .
G05.360.080.708.330 Sequências Repetitivas Dispersas .
G05.360.080.708.330.800 Retroelementos .
G05.360.080.708.330.800.200 Genes de Partícula A Intracisternal .
G05.360.340 Genoma .
G05.360.340.024 Componentes Genômicos .
G05.360.340.024.340 Genes .
G05.360.340.024.340.364 Genes Microbianos .
G05.360.340.024.340.364.875 Genes Virais .
G05.360.340.024.340.364.875.360 Genes de Partícula A Intracisternal .
G05.360.340.024.425 Sequências Repetitivas Dispersas .
G05.360.340.024.425.800 Retroelementos .
G05.360.340.024.425.800.200 Genes de Partícula A Intracisternal .
G05.360.340.358 Genoma Microbiano .
G05.360.340.358.024 Genes Microbianos .
G05.360.340.358.024.875 Genes Virais .
G05.360.340.358.024.875.360 Genes de Partícula A Intracisternal .
G05.360.340.358.840 Genoma Viral .
G05.360.340.358.840.500 Genes Virais .
G05.360.340.358.840.500.360 Genes de Partícula A Intracisternal .
G07 Fenômenos Fisiológicos .
G07.203 Alimentos, Dieta e Nutrição .
G07.203.300 Alimentos .
G07.203.300.525 Alimentos Especializados .
G07.203.300.525.350 Alimentos Formulados .
J02 Alimentos e Bebidas .
J02.500 Alimentos .
J02.500.525 Alimentos Especializados .
J02.500.525.350 Alimentos Formulados .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.087 Contaminação .
SP4.011.087.698 Contaminação Física .
SP4.011.087.698.384 Contaminação Radioativa .
SP4.011.087.698.384.070 Material Particulado .
SP4.011.097 Química .
SP4.011.097.063 Elementos .
SP4.011.097.093 Material Particulado .
SP4.011.112 Física .
SP4.011.112.318 Material Particulado .
SP4.041 Ar 306 .
SP4.041.432 Poluentes Atmosféricos .
SP4.041.432.568 Material Particulado .
SP6 Nutrição em Saúde Pública .
SP6.041 Alimentos .
SP6.041.147 Alimentos Formulados .
SP8 Desastres .
SP8.946 Administração de Desastres .
SP8.946.351 Impacto de Calamidades .
SP8.946.351.406 Impacto Primário .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.001 Controle e Fiscalização de Alimentos e Bebidas .
VS2.001.001 Alimentos .
VS2.001.001.003 Alimentos Especializados .
VS2.001.001.003.001 Alimentos Formulados .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Partículas Elementares .
Barions .
Partículas Fundamentais .
Componentes individuais dos átomos, geralmente subatômicas; as partículas subnucleares normalmente são detectadas só quando o núcleo atômico decai e, como a maioria deles é instável, isso ocorre de forma transitória, em geral liberando energia pura sem matéria, i. é, radiação. .
0.71
 
Interações de Partículas Elementares .
Interações entre partículas, responsáveis por seu espalhamento e transformações (decaimentos e reações). Devido às interações, uma partícula isolada pode decair [dando origem a] outras partículas. Duas partículas passando próximas entre si podem se transformar, nas mesmas partículas, mas com momentos modificados (espalhamento elástico) ou em outras partículas (espalhamento não elástico). As interações caem em três grupos: fortes, eletromagnéticas e fracas. .
0.58
 
Elementos .
Elementos Químicos .
Substâncias que compõem toda a matéria. Cada elemento é formado de átomos que são idênticos em número de elétrons, prótons e carga nuclear, mas podem ser diferentes em massa ou número de nêutrons. .
0.46
 
Genes de Partícula A Intracisternal .
Elementos de Partícula A Intracisternal .
Elementos IAP .
Genes de elementos IAP (intracisternal a-particle: família de elementos genéticos semelhantes a retrovirus) que codificam partículas semelhantes a virus (IAPs), encontradas regularmente nos embriões novos de roedores. ("Intracisternais" refere-se às cisternas do retículo endoplasmático.) Sob determinadas circunstâncias, como hipometilação do DNA, estes genes são transcritos. Suas transcrições são encontradas em várias neoplasias, inclusive plasmacitomas, neuroblastoma, rabdomiossarcomas, teratocarcinomas e carcinomas de colo. .
0.42
 
Material Particulado .
Matéria Particulada .
Partículas no Ar .
Material Particulado Suspenso no Ar .
Partículas .
Particulados .
Partículas em Suspensão no Ar .
Partículas Suspensas no Ar .
Partículas Transportadas pelo Ar .
Partículas Atmosféricas .
Poeira em Suspensão .
Partículas em Suspensão .
Partículas de qualquer substância sólida, geralmente menores que 30 micra de tamanho, cuja notação é PM30. Há especial preocupação com PM1, que pode atingir os ALVÉOLOS PULMONARES e induzir a ATIVAÇÃO DE MACRÓFAGOS e a FAGOCITOSE levando à REAÇÃO A CORPO ESTRANHO e PNEUMOPATIAS. .
0.42
 
Impacto Primário .
Impacto Elementar .
Manifestação própria da calamidade. Apresenta-se como sua consequência direta. De acordo com sua forma de realização, distinguem-se os seguintes tipos básicos de impacto: mecânicos (causados pelo movimento do solo); térmicos (provocados pelo fogo); químicos (ligados a elementos tóxicos); políticos (atingem o meio político, provocando, por exemplo, falta de confiança). (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992) .
0.39
 
Alimentos Formulados .
Alimento Artificial .
Alimentos Artificiais .
Alimento Formulado .
Alimentos para Nutrição Enteral .
Dieta Definida Quimicamente .
Dieta Elementar .
Dieta Sintética .
Fórmulas para Dieta .
Receitas Dietéticas .
Formulação alimentícia e dietética; inclui alimentos "de imitação", como por exemplo, os substitutos do ovo, carne e do leite, fórmulas completas do ponto de vista nutricional como as dietas "elementares" (quimicamente definidas, fórmula definida), dietas sintéticas ou semissintéticas, dietas espaciais, fórmulas para redução de peso, dietas para alimentação por sonda, dietas totalmente líquidas e dietas suplementares líquidas ou sólidas. .
0.39
 
DNA Polimerase I .
DNA Polimerase I Dependente de DNA .
Pol I .
Fragmento Klenow .
DNA Polimerase alfa .
DNA polimerase dependente de DNA, caracterizada em procariotos, e que pode estar presente em organismos superiores. Tem tanto atividade de exonuclease 3'-5'quanto 5'-3', mas não pode usar o DNA de fita dupla nativo como molde-iniciador. Não é inibida por reagentes sulfidrílicos e é ativa tanto na síntese quanto no reparo do DNA. Ec 2.7.7.7. .
0.38
 
Anexina A5 .
Anexina V .
Proteína Anticoagulante I de Placenta .
Ancorina CII .
Calfobindina I .
Endonexina II .
Lipocortina V .
PAP-I .
Proteína da família anexina isolada da PLACENTA humana e outros tecidos. Inibe a FOSFOLIPASE A2 citosólica e demonstra atividade anticoagulante. .
0.37
 
Poli I .
Inosina Polinucleotídeos .
Ácidos Poli-Inosínicos .
INOSINA POLINUCLEOTÍDIOS .
Grupo de ribonucleotídeos inosina nos quais os resíduos fosfato de cada ribonucleotídeo inosina atuam como pontes formando ligações diéster entre as moléculas de ribose. .
0.37