serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.046 Amebozoários .
B01.046.550 Micetozoários .
B01.046.550.550 Mixomicetos .
B01.046.550.550.600 Physarida .
B01.046.550.550.600.700 Physarum .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.875 Cetáceos .
B01.050.150.900.649.313.875.865 Baleias .
B01.050.500 Invertebrados .
B01.050.500.308 Cnidários .
B01.050.500.308.485 Hidrozoários .
B01.050.500.308.690 Cifozoários .
B01.050.500.500 Helmintos .
B01.050.500.500.294 Nematoides .
B01.050.500.500.294.400 Cromadoria .
B01.050.500.500.294.400.937 Espirurídios .
B01.050.500.500.294.400.937.700 Spirurina .
B01.050.500.500.294.400.937.700.680 Spiruroidea .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.137 Briófitas .
B01.650.940.800.575.137.500 Bryopsida .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.401 Fabaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.401.694 Physostigma .
B01.650.940.800.575.912.250.905 Solanaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.905.499 Physalis .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Bryopsida .
Ceratodon .
Physcomitrella .
Musgos Verdadeiros .
Musgos .
Classe de plantas, dentro de Bryophyta, que compreenda os musgos encontrados tanto em pântanos (incluindo de água doce) como em condições mais áridas. Os musgos possuem hastes cauloides (caulídeos) eretas ou prostradas sem folhas (musgos talosos), que dão origem a hastes sem folhas (setas) que sustentam cápsulas. Os esporos formados nas cápsulas são liberados e crescem produzindo novas plantas. (Tradução livre do original: Concise Dictionary of Biology, 1990). Na realidade, muitas plantas pequenas cujos nomes contêm a palavra 'musgo' não são musgos. O 'musgo' encontrado em árvores do lado norte (válido para o hemisfério norte; no hemisfério sul, estes 'musgos' se desenvolvem no lado sul) é na realidade uma alga verde (CLORÓFITAS). O musgo-da-Irlanda é, na verdade, uma alga vermelha (RODÓFITAS). O líquen em forma de barba (musgo do tipo barba), o musgo da Islândia, o musgo carvalho e o musgo rena são na realidade LÍQUENS. O musgo espanhol é um nome vulgar tanto para os LÍQUENS como para uma planta aérea (TILLANDSIA usneoides) da família do abacaxi (BROMELIACEAE). O licopódio é uma planta perene da família LYCOPODIACEAE. .
1.00
41208
 
Cifozoários .
Scyphozoa .
Cifomedusas .
Aurelia aurita .
Chrysaora fuscescens .
Medusa-Lua .
Medusas-Verdadeiras .
Urtiga-do-Mar da Costa Oeste .
Medusas .
cAurelia aurita .
PHYSALIA .
URTIGAS-DO-MAR .
ÁGUA-VIVA .
Classe das verdadeiras águas-vivas (filo CNIDNÁRIOS) marinhas preponderantemente livre-nadantes, cujo ciclo de vida é composto por cinco estágios e apresenta duas formas corporais: pólipo e medusa. .
0.52
21995
 
Physalis .
Physalis virginiana .
Physalis isocarpa .
Alquequenje-Amarelo .
Bate-Testa .
Camapu .
Camaru .
Juá 24852 .
Juapoca .
Balãozinho .
Bucho-de-Rã .
Juá-de-Capote .
Mata-Fome .
Mata-Peixe .
Erva-Noiva-do-Peru .
Timbó-do-Rio-de-Janeiro .
Physalis philadelphica .
Gênero de plantas (família SOLANACEAE) cujos membros contêm fisalina e witanogulatinas. .
0.52
 
Baleias .
Baleia de Bossas .
Baleia Sardinheira .
Baleias Bicudas .
Berardius .
Caperea .
Cachalote Anão .
Baleias Negras Gigantes .
Baleia-Bicuda-de-Cuvier .
Baleia-de-Bico-de-Cuvier .
Baleia Bico de Cuvier .
Baleia Cinzenta .
Mesoplodon .
Narvais .
Narval .
Baleia Franca Anã .
Cachalote Pigmeu .
Baleia Franca do Atlântico Norte .
Baleia Franca do Sul .
Zifiídeos .
Zífios .
Ziphiidae .
Ziphius .
Ziphius cavirostris .
Zifídeos .
Baleias Finas .
Baleia Bicuda do Indo-Pacífico .
Baleias Negras .
Tasmacetus shepherdi .
Hyperoodon .
Baleia Bicuda .
Indopacetus .
Kogia .
Megaptera .
Monodon .
Monodontidae .
Neobalaenidae .
Physeter .
Physeteridae .
Rorquais .
Baleia Bicuda de Shepherd .
Tasmacetus .
Baleias Focinho-de-Garrafa .
Eschrichtidae .
Eschrichtius .
Baleias-Verdadeiras .
Delphinapterus .
Eubalaena .
Balenídeos .
Balaena .
Balaenidae .
Balaenopteridae .
Grandes mamíferos marinhos (ordem CETACEA). No passado eram valorizados comercialmente por seu óleo, por sua carne (como alimento humano, na RAÇÃO ANIMAL e FERTILIZANTES) e pela barbatana. Hoje há uma moratória em quase toda a pesca comercial de baleias, pois todas as espécies figuram como ameaçadas ou em vias de extinção. .
0.52
212808
 
Physarida .
Fisarida .
Ordem de protozoários caracterizados por perídio e capilítio calcários e massa de esporo que é geralmente escura. .
0.51
05
 
Hidrozoários .
Caravela .
Hydrozoa .
Hidromedusas .
Liriope tetraphylla .
Physalia physalis .
Caravela-Portuguesa .
Classe no filo CNIDÁRIOS cujos membros alternam entre as formas de pólipo e medusa durante seu ciclo de vida. Há mais de 2.700 espécies em cinco ordens. .
0.51
16405
 
Physarum .
Gênero de protozoários, previamente também considerado como fungo. Suas características incluem a presença de esporos de coloração violeta a marrom. .
0.49
01017
 
Physostigma .
Fava-de-Calabar .
Feijão-de-Calabar .
Gênero de plantas (família FABACEAE), fonte de FISOSTIGMINA. .
0.45
12
 
Spiruroidea .
Gongylonema .
Physaloptera .
Habronema .
Tetrameres .
Superfamília de nematoides parasitas que requerem um ou dois hospedeiros artrópodes intermediários antes de serem ingeridos pelo hospedeiro terminal. Seus organismos ocorrem raramente no homem. .
0.44
13448