serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

N03 Economia e Organizações de Saúde .
N03.349 Planejamento em Saúde .
N03.706 Controle Social Formal .
N03.706.615 Legislação como Assunto .
N03.706.615.302 Planejamento em Saúde .
N04 Administração de Serviços de Saúde .
N04.452 Organização e Administração .
N04.452.718 Técnicas de Planejamento .
N04.452.718.500 Planejamento Estratégico .
N06 Meio Ambiente e Saúde Pública .
N06.230 Meio Ambiente .
N06.230.100 Desastres .
N06.230.100.035 Planejamento em Desastres .
SP1 Políticas, Planejamento e Administração em Saúde .
SP1.006 Planejamento em Saúde .
SP1.006.067 Técnicas de Planejamento .
SP1.006.067.078 Planejamento Estratégico .
SP4 Saúde Ambiental .
SP4.001 Saúde .
SP4.001.007 Administração Sanitária .
SP4.001.007.078 Planejamento Sanitário .
SP4.001.027 Saneamento .
SP4.001.027.303 Saneamento em Desastres .
SP4.001.037 Desastres .
SP4.001.037.418 Saneamento em Desastres .
SP4.001.037.438 Planejamento em Desastres .
SP4.011 Ciência .
SP4.011.072 Ciências Ambientais .
SP4.011.072.583 Administração Ambiental .
SP4.011.072.583.094 Planejamento .
SP4.011.072.583.094.715 Planejamento Sanitário .
SP8 Desastres .
SP8.946 Administração de Desastres .
SP8.946.117 Estado de Alerta em Emergências .
SP8.946.117.217 Reconstrução .
SP8.946.117.217.416 Saneamento em Desastres .
SP8.946.585 Organizações .
SP8.946.585.640 Organizações, Comitês e Convenções .
SP8.946.585.640.502 Organizações de Planejamento e Atendimento a Desastres .
SP8.946.702 Planejamento em Desastres .
VS4 Vigilância Sanitária Ambiental .
VS4.001 Saúde Ambiental .
VS4.001.003 Saneamento .
VS4.001.003.013 Saneamento em Desastres .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Planejamento em Desastres .
PLANEJAMENTO EM CALAMIDADES .
Procedimentos definidos para o atendimento em desastres e a manutenção de serviços nestas situações. .
1.00
55612562
 
Organizações de Planejamento e Atendimento a Desastres .
Instituições de Atendimento a Desastres .
Organizações de Planejamento em Desastres .
0.79
330
 
Planejamento .
Planeamento .
Planificação .
Sistemas de Planejamento .
Sistemas de Planificação .
Instrumentos de Planejamento .
Planejamento Governamental .
Divisão de Planejamento .
Determinação de um conjunto de procedimentos, de ações (por uma empresa, um órgão do governo etc.), visando à realização de determinado projeto. (Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa, 2002) .
0.70
3070
 
Planejamento Sanitário .
Planejamento em Saneamento .
0.66
380
 
Planejamento em Saúde .
Planejamento em Saúde e Bem-Estar .
Planejamento Estatal em Saúde dos Estados Unidos .
National Health Planning and Resources Development Act of 1974 .
Processo que consiste em desenhar, executar, acompanhar e avaliar um conjunto de propostas de ação com vistas à intervenção sobre um determinado recorte de realidade. Trata-se também de um instrumento de racionalização das ações no setor de saúde, realizada por atores sociais, orientada por um propósito de manter ou modificar uma determinada situação de saúde. (Tancredi, 2002) .
0.66
166821024
 
Saneamento em Desastres .
Saneamento em Emergências .
SANEAMENTO EM CALAMIDADES .
Fornecimento de água potável, evacuação de resíduos sólidos e águas residuárias, controle de vetores, eliminação de cadáveres e provisão de condições para higiene pessoal em situações de desastres. .
0.62
800
 
Planejamento Estratégico .
Método de planejamento que leva em conta a complexidade da realidade social, com suas variações e situações imprevisíveis. Suas etapas correspondem: I - identificação, seleção e priorização dos problemas; II - descrição do problema; III - explicação do problema; IV - definição da situação objetivo; V - identificação das operações necessárias ao enfrentamento do problema; VI - análise de viabilidade; VII - implementação. .
0.59
110830
 
Desastres .
Calamidades .
Catástrofes .
PICE 3283 .
Eventos com Potencial de Criação de Lesão .
1) Calamidades que produzem grandes danos, perda de vidas e desgraça. Incluem aquelas que são resultados de fenômenos naturais e de fenômenos originados pelo homem. As condições normais de existência são interrompidas e o nível de impacto supera a capacidade da comunidade afetada. 2) Resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem, sobre um ecossistema vulnerável, causando danos humanos, materiais e ambientais e consequentes prejuízos econômicos e sociais. Os desastres classificam-se quanto à Evolução, Intensidade e Tipologia. Quanto à Evolução, podem ser: Súbitos ou de Evolução Aguda, de Evolução Crônica e Gradual e Por Somação de Efeitos Graduais. A intensidade do desastre é definida, em termos absolutos, a partir da proporção entre necessidade/possibilidade de meios disponíveis na área, para responder ao problema. Dessa forma, caracterizam-se: Acidentes, quando os danos e os prejuízos são de pouca importância; Desastres de Médio Porte, quando solucionados com recursos locais; Desastres de Grande Porte, quando exigem reforço de recursos regionais e algum apoio central; Desastres de Muito Grande Porte, quando exigem a intervenção coordenada dos três níveis do Sistema Nacional de Defesa Civil. Quanto à Tipologia, classificam-se: a) Natural, provocado por fenômenos e desequilíbrios da natureza e gerados por fatores de origem externa que atuam independentemente das ações humanas; b) Humano, provocado pelas ações ou omissões do homem, de origem interna, enquanto resultante da atividade humana, provocadora de desajustes políticos ou sociais, de desequilíbrios ambientais ou da redução de padrões de segurança coletiva; c) Misto, quando as ações ou omissões humanas contribuem para intensificar ou complicar os efeitos dos desastres naturais (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992) .
0.58
90816348