serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D05 Substâncias Macromoleculares .
D05.500 Complexos Multiproteicos .
D05.500.781 Proteínas do Grupo Polycomb .
D05.500.781.750 Complexo Repressor Polycomb 2 .
D05.500.781.750.250 Proteína Potenciadora do Homólogo 2 de Zeste .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.913 Transferases .
D08.811.913.555 Transferases de Grupo de Um Carbono .
D08.811.913.555.500 Metiltransferases .
D08.811.913.555.500.800 Metiltransferases de Proteína .
D08.811.913.555.500.800.400 Histona-Lisina N-Metiltransferase .
D08.811.913.555.500.800.400.500 Complexo Repressor Polycomb 2 .
D08.811.913.555.500.800.400.500.500 Proteína Potenciadora do Homólogo 2 de Zeste .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.024 Proteínas Adaptadoras de Transdução de Sinal .
D12.776.476.024.381 Proteínas de Arcabouço Homer .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.058 Receptores Patched .
D12.776.543.750.058.750 Receptor Patched-2 .
D12.776.624 Proteínas de Neoplasias .
D12.776.624.776 Proteínas Supressoras de Tumor .
D12.776.624.776.633 Receptores Patched .
D12.776.624.776.633.750 Receptor Patched-2 .
D12.776.660 Proteínas Nucleares .
D12.776.660.235 Proteínas Cromossômicas não Histona .
D12.776.660.235.600 Proteínas do Grupo Polycomb .
D12.776.660.235.600.200 Complexo Repressor Polycomb 2 .
D12.776.660.235.600.200.250 Proteína Potenciadora do Homólogo 2 de Zeste .
D12.776.664 Nucleoproteínas .
D12.776.664.235 Proteínas Cromossômicas não Histona .
D12.776.664.235.800 Proteínas do Grupo Polycomb .
D12.776.664.235.800.200 Complexo Repressor Polycomb 2 .
D12.776.664.235.800.200.250 Proteína Potenciadora do Homólogo 2 de Zeste .
D12.776.930 Fatores de Transcrição .
D12.776.930.780 Proteínas Repressoras .
D12.776.930.780.890 Proteínas do Grupo Polycomb .
D12.776.930.780.890.200 Complexo Repressor Polycomb 2 .
D12.776.930.780.890.200.250 Proteína Potenciadora do Homólogo 2 de Zeste .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.580 Potenciais da Membrana .
G04.580.100 Potenciais de Ação .
G07 Fenômenos Fisiológicos .
G07.265 Fenômenos Eletrofisiológicos .
G07.265.675 Potenciais da Membrana .
G07.265.675.100 Potenciais de Ação .
G11 Fenômenos Fisiológicos Musculoesqueléticos e Neurais .
G11.561 Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso .
G11.561.570 Potenciais da Membrana .
G11.561.570.100 Potenciais de Ação .
G12 Fenômenos do Sistema Imunológico .
G12.300 Relação Dose-Resposta Imunológica .
G12.300.500 Potência de Vacina .
HP3 Terapêutica Homeopática .
HP3.095 Posologia .
HP3.095.490 Potência .
HP7 Farmácia Homeopática .
HP7.029 Farmacotécnica Homeopática .
HP7.029.141 Preparações Derivadas .
HP7.029.141.162 Dinamização .
HP7.029.141.162.139 Potência .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Proteína Potenciadora do Homólogo 2 de Zeste .
Histona-Lisina N-Metiltransferase EZH2 .
Lisina N-Metiltransferase 6 .
Proteína Potenciadora do Homólogo de Zeste 2 .
Potenciador do Homólogo 2 de Zeste .
Histona-lisina N-metiltransferase e subunidade catalítica do COMPLEXO REPRESSOR POLYCOMB 2. Metila a LISINA 9 (H3K9me) e a LISINA 27 (H3K27me) da HISTONA H3, levando à repressão transcricional do gene-alvo afetado. A EZH2 também metila proteínas não histônicas como o FATOR DE TRANSCRIÇÃO GATA4 e o receptor nuclear RORA. Regula os RELÓGIOS CIRCADIANOS por meio da metilação de histonas nas REGIÕES PROMOTORAS dos genes circadianos e sua atividade repressora também é importante para a identidade e diferenciação de CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS. .
0.80
 
Potência .
Concentração (Homeopatia) .
Grau de diluição e dinamização do remédio homeopático. .
0.38
 
Receptor Patched-2 .
Proteína PTCH2 .
Homólogo Patched-2 .
Homólogo 2 de Patched .
Proteína Patched-2 .
Receptor 2 Patched .
Receptor patched que pode agir de forma redundante com o RECEPTOR PATCHED-1 modulando a sinalização hedgehog. Também pode desempenhar papel no desenvolvimento epidérmico e como proteína supressora de tumor (ver PROTEÍNAS SUPRESSORAS DE TUMOR). As mutações no gene patched-2 estão associadas com a SÍNDROME DO NEVO BASOCELULAR, CARCINOMA BASOCELULAR e MEDULOBLASTOMA. .
0.33
 
Proteínas de Arcabouço Homer .
Homer 1 .
Homer 1a .
Homer 1C .
Homer 2 .
Homer 3 .
Proteína Homer 1a .
Proteínas Homer 1C .
Proteínas Homer 2 .
Proteínas Homer 3 .
Proteínas Homer .
Proteína Homer 1C .
As proteínas de Homer pertencem a uma família de proteínas adaptadoras e de arcabouço que incluem a Homer1, Homer2 e Homer3. Homer 1 e Homer2, desempenham papel na regulação da homeostase do cálcio, enquanto Homer3 atua no estímulo de alterações da dinâmica da actina em neurônios e nas células T. As proteínas Homer são mais reconhecidas como proteínas de arcabouço na densidade pós-sináptica, onde facilitam a sinalização sináptica. Agem como um interruptor molecular na sinalização do receptor de glutamato do metabolismo (MGluR) e estão associados com a síndrome humana do cromossomo X frágil. .
0.33
 
Potenciais de Ação .
Potenciais de Espiga .
Potenciais de Espícula .
Potentiais de Pico .
Potenciais de Ponta .
Impulsos Nervosos .
Mudanças abruptas no potencial de membrana, que percorrem a MEMBRANA CELULAR de células excitáveis em resposta a estímulos excitatórios. .
0.32
 
Potência de Vacina .
Potência Vacinal .
Relação entre uma IMUNIDADE ADAPTATIVA e a dose da vacina administrada. .
0.30