serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A01 Regiões do Corpo .
A01.456 Cabeça .
A01.456.505 Face 4014 .
A01.456.505.733 Nariz .
A04 Sistema Respiratório .
A04.531 Nariz .
A09 Órgãos dos Sentidos .
A09.531 Nariz .
B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.493 Peixes .
B01.050.150.900.493.370 Elasmobrânquios .
B01.050.150.900.493.370.935 Torpedo .
B01.050.150.900.493.378 Peixe Elétrico .
B01.050.150.900.493.378.722 Torpedo .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.618 Lilianae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100 Asparagales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100.050 Amaryllidaceae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.100.050.600 Narcissus .
B01.650.940.800.575.912.250.831 Proteaceae .
D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.132 Alcaloides .
D03.132.577 Alcaloides Opiáceos .
D03.132.577.500 Noscapina .
D03.633 Compostos Heterocíclicos de Anéis Fundidos .
D03.633.100 Compostos Heterocíclicos com 2 Anéis .
D03.633.100.531 Isoquinolinas .
D03.633.100.531.567 Noscapina .
D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.074 Ácido Aspártico Proteases .
D08.811.277.656.074.500 Ácido Aspártico Endopeptidases .
D08.811.277.656.074.500.340 Protease de HIV .
D08.811.277.656.300 Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.048 Ácido Aspártico Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.048.340 Protease de HIV .
D08.811.277.656.300.760 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760.718 Pró-Proteína Convertase 9 .
D08.811.277.656.837 Pró-Proteína Convertases .
D08.811.277.656.837.688 Pró-Proteína Convertase 9 .
D08.811.277.656.959 Serina Proteases .
D08.811.277.656.959.350 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.959.350.718 Pró-Proteína Convertase 9 .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.276 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.644.276.860 Fatores de Crescimento Neural .
D12.644.276.860.494 Netrinas .
D12.644.276.860.494.500 Netrina-1 .
D12.776 Proteínas .
D12.776.467 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.776.467.860 Fatores de Crescimento Neural .
D12.776.467.860.494 Netrinas .
D12.776.467.860.494.500 Netrina-1 .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.600 Fatores de Crescimento Neural .
D12.776.631.600.494 Netrinas .
D12.776.631.600.494.500 Netrina-1 .
D12.776.860 Escleroproteínas .
D12.776.860.300 Proteínas da Matriz Extracelular .
D12.776.860.300.731 Netrinas .
D12.776.860.300.731.500 Netrina-1 .
D12.776.964 Proteínas Virais .
D12.776.964.775 Proteínas dos Retroviridae .
D12.776.964.775.375 Produtos do Gene pol .
D12.776.964.775.375.545 Produtos do Gene pol do Vírus da Imunodeficiência Humana .
D12.776.964.775.375.545.750 Protease de HIV .
D23 Fatores Biológicos .
D23.125 Fatores Quimiotáticos .
D23.125.842 Netrinas .
D23.125.842.500 Netrina-1 .
D23.529 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D23.529.850 Fatores de Crescimento Neural .
D23.529.850.494 Netrinas .
D23.529.850.494.500 Netrina-1 .
D27 Ações Químicas e Utilizações .
D27.505 Ações Farmacológicas .
D27.505.696 Efeitos Fisiológicos de Drogas .
D27.505.696.277 Depressores do Sistema Nervoso Central .
D27.505.696.277.600 Entorpecentes .
D27.505.696.663 Fármacos do Sistema Nervoso Periférico .
D27.505.696.663.850 Fármacos do Sistema Sensorial .
D27.505.696.663.850.014 Analgésicos .
D27.505.696.663.850.014.760 Entorpecentes .
D27.505.954 Usos Terapêuticos .
D27.505.954.427 Fármacos do Sistema Nervoso Central .
D27.505.954.427.040 Analgésicos .
D27.505.954.427.040.550 Entorpecentes .
D27.505.954.427.210 Depressores do Sistema Nervoso Central .
D27.505.954.427.210.600 Entorpecentes .
VS2 Vigilância Sanitária de Produtos .
VS2.002 Controle de Medicamentos e Entorpecentes .
VS2.002.001 Preparações Farmacêuticas .
VS2.002.001.022 Entorpecentes .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Pró-Proteína Convertase 9 .
Convertase 1 Regulada por Apoptose Neural .
Convertase 1 Regulada por Apoptose de Células Nervosas .
PCSK9 .
Pró-Proteína Convertase Subtilisina-Kexina Tipo 9 .
Proproteína Convertase 9 .
Proteína NARC-1 .
Pro-proteína convertase essencial para a homeostase do COLESTEROL. Liga-se ao RECEPTOR LDL (LDLR), ao receptor VLDL e ao receptor da apolipoproteína E (ver PROTEÍNA-1 RELACIONADA A RECEPTOR DE LIPOPROTEÍNA DE BAIXA DENSIDADE), sendo necessário para a sua degradação lisossômica. Também regula a APOPTOSE neuronal. .
0.83
31151
 
Netrina-1 .
Proteína NTN1 .
Proteína Netrina-1 .
Netrina que se liga ao RECEPTOR DCC ou aos receptores UNC5, resultando, respectivamente, na atração ou na repulsão de axônios. Sua interação com estes receptores também impedem a APOPTOSE. Pode atuar como proteína supressora de tumor. .
0.49
2736
 
Torpedo .
Raia-Torpedo .
Raia-Elétrica .
Raias-Elétricas .
Raias-Torpedo .
Arraias-Torpedo .
Arraias-Elétricas .
Tremelga .
Torpedinidae .
Torpedinídeos .
Torpedo nobiliana .
Torpedo puelcha .
Arraias Elétricas .
TREME-TREMES .
ARRAIA ELÉTRICA .
NARCINE .
TREME-TREME .
Gênero (família Torpedinidae) composto por várias espécies, cujos membros possuem poderosos órgãos elétricos e são comumente chamados de arraias elétricas. .
0.46
62828
 
Proteaceae .
Grevillea .
Grevílea .
Prótea .
Proteáceas .
Família de planta da ordem Proteales, subclasse Rosidae, classe Magnoliopsida. Raízes pivotantes e feixes de radículas semelhantes aos do equisseto formados em consequência do solo fraco são comuns nesta família. .
0.46
3195
 
Narcissus .
Narciso .
Gênero de plantas da família Amaryllidaceae. Seus membros contêm ungiminorina e LECTINAS. .
0.45
1120
 
Nariz .
Parte componente do trato respiratório superior. Contém o órgão do OLFATO. O termo inclui o nariz externo, a cavidade nasal, e os SEIOS PARANASAIS. .
0.45
54318053
 
Entorpecentes .
Analgésicos Narcóticos .
Analgésicos Entorpecentes .
Efeito Entorpecente .
Entorpecente .
Estupefaciente .
Estupefacientes .
Narcótico .
Narcóticos .
Abuso de Entorpecentes .
Adição a Entorpecentes .
Adição a Narcóticos .
Dependência de Entorpecentes .
Dependência de Narcóticos .
Abuso de Narcóticos .
Uso Indevido de Entorpecentes .
Uso Indevido de Narcóticos .
Opiáceos .
Agentes que induzem NARCOSE. Entorpecentes incluem agentes que causam sonolência ou induzem o sono (ESTUPOR), derivados naturais ou sintéticos do ÓPIO ou da MORFINA, ou ainda qualquer substância que possua tais efeitos. São potentes indutores de ANALGESIA e de TRANSTORNOS RELACIONADOS AO USO DE OPIOIDES. .
0.43
23414845
 
Noscapina .
Narcotina .
Alcaloide do ópio que ocorre na natureza, e que atua centralmente como agente antitussígeno. .
0.42
0328
 
Protease de HIV .
Protease do HIV .
Proteinase de HIV .
Protease do HTLV-III .
Protease do HTLV-II .
Protease de HIV-1 .
Enzima do vírus da imunodeficiência humana que é requerido para a clivagem pós-tradução das polipoproteínas precursoras gag e gag-pol nos produtos funcionais necessários para a montagem viral. A protease de HIV é uma protease aspártica codificada pelo terminal amino do gene pol. .
0.41
253323