serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D08 Enzimas e Coenzimas .
D08.811 Enzimas .
D08.811.277 Hidrolases .
D08.811.277.656 Peptídeo Hidrolases .
D08.811.277.656.300 Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.300.760.501 Serina Proteases Associadas a Proteína de Ligação a Manose .
D08.811.277.656.959 Serina Proteases .
D08.811.277.656.959.350 Serina Endopeptidases .
D08.811.277.656.959.350.501 Serina Proteases Associadas a Proteína de Ligação a Manose .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.360 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.644.360.024 Proteínas Adaptadoras de Transdução de Sinal .
D12.644.360.024.332 Proteína Associada à Molécula de Sinalização da Ativação Linfocitária .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.486 Imunoproteínas .
D12.776.124.486.274 Proteínas do Sistema Complemento .
D12.776.124.486.274.045 Enzimas Ativadoras do Complemento .
D12.776.124.486.274.045.387 Convertases de Complemento C3-C5 .
D12.776.124.486.274.045.387.875 Serina Proteases Associadas a Proteína de Ligação a Manose .
D12.776.157 Proteínas de Transporte .
D12.776.157.057 Proteínas Adaptadoras de Transdução de Sinal .
D12.776.157.057.166 Proteína Associada à Molécula de Sinalização da Ativação Linfocitária .
D12.776.210 Proteínas Contráteis .
D12.776.210.500 Proteínas Musculares .
D12.776.210.500.410 Proteínas Associadas à Distrofina .
D12.776.212 Proteínas Associadas a CRISPR .
D12.776.220 Proteínas do Citoesqueleto .
D12.776.220.362 Proteínas Associadas à Distrofina .
D12.776.395 Glicoproteínas .
D12.776.395.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.395.550.014 Antígeno CD47 .
D12.776.476 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intracelular .
D12.776.476.024 Proteínas Adaptadoras de Transdução de Sinal .
D12.776.476.024.426 Proteína Associada à Molécula de Sinalização da Ativação Linfocitária .
D12.776.503 Lectinas .
D12.776.503.280 Lectinas Tipo C .
D12.776.503.280.578 Proteínas Associadas a Pancreatite .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.268 Proteínas Associadas à Distrofina .
D12.776.543.550 Glicoproteínas de Membrana .
D12.776.543.550.147 Antígeno CD47 .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.705 Receptores Imunológicos .
D12.776.543.750.705.408 Integrinas .
D23 Fatores Biológicos .
D23.050 Antígenos .
D23.050.285 Antígenos de Neoplasias .
D23.050.285.733 Proteínas Associadas a Pancreatite .
D23.101 Biomarcadores .
D23.101.140 Biomarcadores Tumorais .
D23.101.140.780 Proteínas Associadas a Pancreatite .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Antígeno CD47 .
Antígenos CD47 .
Antígeno IAP-50 .
Proteína Associada a Integrinas p50 .
Proteína p50 Associada a Integrinas .
Receptor CD47 de Trombospondina-1 .
Receptor de Trombospondina-1 CD47 .
Glicoproteína de membrana expressa ubiquamente. Interage com uma variedade de INTEGRINAS e medeia respostas para PROTEÍNAS EXTRACELULARES DE MATRIZ. .
0.88
0685
 
Proteínas Associadas a CRISPR .
Componentes proteicos dos SiISTEMAS CRISPR-CAS para defesa antiviral em ARCHAEA e BACTÉRIAS. São proteínas que possuem uma variedade de funções durante a criação e expansão dos arranjos de CRISPR, a captura de novos CRISPR, a biogênese de novos RNA INTERFERENTES PEQUENOS (CRISPR ou crRNAs) e o direcionamento ou silenciamento de vírus e plasmídeos invasores. Incluem as DNA HELICASES, PROTEÍNAS LIGANTES DE RNA, ENDONUCLEASES e RNA e DNA POLIMERASES. .
0.49
1426
 
Proteínas Associadas à Distrofina .
Grupo de proteínas associadas à DISTROFINA na MEMBRANA CELULAR para formar o COMPLEXO DE PROTEÍNAS ASSOCIADAS À DISTROFINA. .
0.49
1556
 
Integrinas .
Proteínas de Adesão Celular de Receptores .
Receptores de Moléculas de Adesão Celular .
Família de glicoproteínas transmembranosas (GLICOPROTEÍNAS DE MEMBRANA) consistindo em heterodímeros não covalentes. Elas interagem com uma ampla variedade de ligantes, abrangendo as PROTEÍNAS EXTRACELULARES DE MATRIZ, COMPLEMENTO e outras células, enquanto seus domínios intracelulares interagem com o CITOESQUELETO. As integrinas consistem em pelo menos três famílias identificadas: RECEPTORES DE CITOADESINA, RECEPTORES DE ADESÃO DE LEUCÓCITOS e RECEPTORES DE ANTÍGENOS muito tardios. Cada família contém uma subunidade beta comum (CADEIAS BETA DE INTEGRINAS) combinada com uma ou mais subunidades alfa distintas. Estes receptores participam da adesão célula-célula e célula-matriz em muitos processos fisiologicamente importantes, incluindo o desenvolvimento embrionário, HEMOSTASIA, TROMBOSE, CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS, mecanismos de defesa imunológica e não imunológica e transformação oncogênica. .
0.48
9914188
 
Proteína Associada à Molécula de Sinalização da Ativação Linfocitária .
Proteína Associada a SLAM .
Proteína SH2D1A .
Proteína adaptadora de transdução de sinais que contém um único DOMÍNIO SH2 e é essencial para a regulação da FAMÍLIA DE RECEPTORES SLAM na resposta imune. Mutações no gene da proteína associada a SLAM foram identificadas em casos de SÍNDROME LINFOPROLIFERATIVA ASSOCIADA AO CROMOSSOMO X. .
0.48
0321
 
Serina Proteases Associadas a Proteína de Ligação a Manose .
Serina Proteases Associadas a Proteínas Ligantes de Manose .
Serina proteases séricas que participam da ATIVAÇÃO DO COMPLEMENTO. São ativadas quando complexadas com a LECTINA DE LIGAÇÃO A MANOSE, também conhecida como serina proteases associadas a proteína de ligação a manose (MASPs). Clivam o COMPLEMENTO C4 e o COMPLEMENTO C2 para formar o C4b2a, a via clássica da C3 convertase. .
0.47
2432
 
Proteínas Associadas a Pancreatite .
Proteínas Derivadas de Ilhotas em Regeneração .
Proteína 1 Associada a Pancreatite .
Proteína Associada a Pancreatite .
Proteína 3 Derivada de Ilhotas em Regeneração .
Lectinas do tipo C que restringem o crescimento bacteriano no epitélio intestinal e possuem atividade bactericida contra bactérias Gram-positivas e Gram-negativas. Também regulam a proliferação e a diferenciação de QUERATINÓCITOS após lesão. A proteína-1 associada a pancreatite humana (Reg3a) é superexpressa por CÉLULAS ACINARES pancreáticas em pacientes com PANCREATITE CRÔNICA. Também é altamente expressa por células tumorais pancreáticas, da bexiga e gastrointestinais e podem servir como biomarcador diagnóstico. .
0.45
01044