serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.124 Proteínas Sanguíneas .
D12.776.124.790 Soroglobulinas .
D12.776.124.790.651 Imunoglobulinas .
D12.776.124.790.651.950 Receptores de Antígenos de Linfócitos B .
D12.776.124.790.651.950.750 Receptores de Células Precursoras de Linfócitos B .
D12.776.377 Globulinas .
D12.776.377.715 Soroglobulinas .
D12.776.377.715.548 Imunoglobulinas .
D12.776.377.715.548.950 Receptores de Antígenos de Linfócitos B .
D12.776.377.715.548.950.750 Receptores de Células Precursoras de Linfócitos B .
D12.776.543 Proteínas de Membrana .
D12.776.543.750 Receptores de Superfície Celular .
D12.776.543.750.690 Receptores de Morte Celular .
D12.776.543.750.705 Receptores Imunológicos .
D12.776.543.750.705.408 Integrinas .
D12.776.543.750.705.408.600 Receptores de Adesão de Leucócito .
D12.776.543.750.705.816 Receptores de Antígenos .
D12.776.543.750.705.816.821 Receptores de Antígenos de Linfócitos B .
D12.776.543.750.705.816.821.750 Receptores de Células Precursoras de Linfócitos B .
D12.776.543.750.705.816.824 Receptores de Antígenos de Linfócitos T .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.022 Adesão Celular .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Integrinas .
Proteínas de Adesão Celular de Receptores .
Receptores de Moléculas de Adesão Celular .
Família de glicoproteínas transmembranosas (GLICOPROTEÍNAS DE MEMBRANA) consistindo em heterodímeros não covalentes. Elas interagem com uma ampla variedade de ligantes, abrangendo as PROTEÍNAS EXTRACELULARES DE MATRIZ, COMPLEMENTO e outras células, enquanto seus domínios intracelulares interagem com o CITOESQUELETO. As integrinas consistem em pelo menos três famílias identificadas: RECEPTORES DE CITOADESINA, RECEPTORES DE ADESÃO DE LEUCÓCITOS e RECEPTORES DE ANTÍGENOS muito tardios. Cada família contém uma subunidade beta comum (CADEIAS BETA DE INTEGRINAS) combinada com uma ou mais subunidades alfa distintas. Estes receptores participam da adesão célula-célula e célula-matriz em muitos processos fisiologicamente importantes, incluindo o desenvolvimento embrionário, HEMOSTASIA, TROMBOSE, CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS, mecanismos de defesa imunológica e não imunológica e transformação oncogênica. .
0.79
9514188
 
Receptores de Morte Celular .
Receptores contendo Domínio de Morte .
Receptores com Domínio de Morte .
Receptores de Domínio de Morte .
Receptores de Domínios de Morte .
Receptores da Morte .
Receptores da Morte Celular .
Receptores de Morte .
Família de receptores da superfície celular que sinalizam por meio de um domínio conservado que se extende para o CITOPLASMA da célula. O domínio conservado é chamado de DOMÍNIO DE MORTE porque vários destes receptores estão envolvidos nas vias de sinalização da APOPTOSE. Várias PROTEÍNAS ADAPTADORAS DE SINALIZAÇÃO DE RECEPTORES DE DOMÍNIO DE MORTE podem se ligar a estes domínios dos receptores ativados e, por meio de uma complexa sequência de interações, ativar os mediadores apoptóticos, como as CASPASES. .
0.52
3609
 
Adesão Celular .
Aderência Celular .
Aderência de células a superfícies ou a outras células. .
0.52
19672891
 
Receptores de Antígenos de Linfócitos T .
Receptores de Antígeno de Célula T .
Receptores de Antígeno de Células T .
Receptores de Antígeno de Linfócito T .
Receptores de Antígeno de Linfócitos T .
Receptores de Antígenos de Células T .
Receptores para Antígenos de Células T .
Receptores de Células T .
Receptores de Célula T .
Receptores para Antígenos de Célula T .
Receptores de Antígeno da Célula T .
Moléculas na superfície de linfócitos T que reconhecem e se combinam com antígenos. Os receptores estão não covalentemente associados com um complexo de diversos polipeptídeos coletivamente chamados de antígenos CD3 (ANTÍGENOS CD3). O reconhecimento de antígenos estranhos e complexo de histocompatibilidade principal é acompanhado por uma estrutura heterodimérica simples, composta por cadeias alfa-beta (RECEPTORES DE ANTÍGENOS DE LINFÓCITOS T ALFA-BETA) ou gama-delta (RECEPTORES DE ANTÍGENOS DE LINFÓCITOS T GAMA-DELTA). .
0.52
2421103
 
Receptores de Adesão de Leucócito .
Família do Receptor Lev-CAM .
Família de proteínas associadas com a capacidade dos LEUCÓCITOS se aderirem entre si e a certos substratos, p.ex., o componente C3bi do complemento. Os membros desta família são o ANTÍGENO-1 LINFOCITÁRIO ASSOCIADO A FUNÇÃO (LFA-1), ANTÍGENO DE MACRÓFAGO-1 (Mac-1) e INTEGRINA ALFAXBETA2 ou a proteína de adesão leucocitária p150,95. Todas compartilham uma subunidade beta em comum que é o antígeno CD18. Todos os três antígenos citados acima estão ausentes na SÍNDROME DA ADERÊNCIA LEUCOCÍTICA DEFICITÁRIA hereditária, caracterizada por infecções bacterianas recorrentes, alteração na formação de pus e cicatrização de feridas, bem como anormalidades em um amplo espectro de funções das células granulócitos, monócitos e linfoides dependentes de aderência. .
0.48
3544
 
Receptores de Superfície Celular .
Receptores de Hormônios de Superfície Celular .
Receptores de Substâncias Endógenas .
Receptores Hormonais da Superfície Celular .
Receptor de Superfície Celular .
Receptores da Superfície Celular .
Proteínas de superfície celular que ligam moléculas externas de sinalização à célula com alta afinidade e convertem este evento extracelular em um ou mais sinais intracelulares que alteram o comportamento da célula alvo. .
0.48
10664919
 
Receptores de Células Precursoras de Linfócitos B .
Receptores de Células Pré-B .
Receptores de Células Precursoras B .
Receptores de Células Precursoras de Células B .
Receptores de Células Precursoras Tipo B .
Receptores de Células B Precursoras .
Proteínas de membrana em precursores de LINFÓCITOS B (Células precursoras B). São formados por CADEIAS PESADAS DE IMUNOGLOBULINAS MU de membrana complexadas com CADEIAS LEVES SUBSTITUTAS ao invés de com CADEIAS LEVES DE IMUNOGLOBULINAS convencionais. Só rearranjos bem sucedidos dos segmentos VDJ no locus de GENES DE CADEIA PESADA DE IMUNOGLOBULINA produzirão cadeias pesadas mu capazes de parear com cadeias leves substitutas. Assim, a formação de receptores de células precursoras de células B é um ponto de controle importante no desenvolvimento de células B maduras. .
0.48
0139