serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.750 Sinapsinas .
D12.776.744 Fosfoproteínas .
D12.776.744.840 Sinapsinas .
D12.776.964 Proteínas Virais .
D12.776.964.970 Proteínas Estruturais Virais .
D12.776.964.970.600 Proteínas do Nucleocapsídeo .
D12.776.964.970.600.550 Proteínas do Capsídeo .
D12.776.964.970.600.850 Proteínas do Core Viral .
D12.776.964.970.880 Proteínas do Envelope Viral .
D12.776.964.970.910 Proteínas da Cauda Viral .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.144 Ciclo Celular .
G04.144.220 Divisão Celular .
G04.144.220.220 Divisão do Núcleo Celular .
G04.144.220.220.687 Meiose .
G04.144.220.220.687.444 Prófase Meiótica I .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.113 Divisão Celular .
G05.113.220 Divisão do Núcleo Celular .
G05.113.220.687 Meiose .
G05.113.220.687.500 Prófase Meiótica I .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Proteínas do Core Viral .
Proteínas Nucleares Virais .
Proteína Major do Core .
Proteínas Major do Core Viral .
Proteínas encontradas principalmente em vírus DNA e RNA icosaédricos. Elas consistem em proteínas diretamente associadas com os ácidos nucleicos dentro da NUCLEOCÁPSIDE. .
0.75
 
Sinapsinas .
Sinapsina I .
Sinapsina II .
Sinapsina III .
Proteína I .
Proteína III .
Família de proteínas associadas às vesículas sinápticas envolvidas na regulação de curto prazo da liberação de NEUROTRANSMISSORES. A sinapsina I, o membro predominante desta família, liga as VESÍCULAS SINÁPTICAS a FILAMENTOS DE ACTINA no terminal nervoso pré-sináptico. Essas interações são moduladas pela FOSFORILAÇÃO reversível da sinapsina I através de várias vias de transdução de sinal. A proteína também é um substrato para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE C-AMP e para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE CÁLCIO-CALMODULINA. Acredita-se que essas propriedades funcionais também sejam compartilhadas pela sinapsina II. .
0.56
 
Proteínas do Capsídeo .
Proteínas de Revestimento .
Proteínas da Cápside .
Proteínas de Revestimento Viral .
Proteínas do Capsídeo Viral .
Proteínas da Cápsula .
Proteínas do Envelope .
Proteínas que formam o CAPSÍDEO de VÍRUS. .
0.52
 
Proteínas da Cauda Viral .
Proteínas da Cauda de Vírus .
Proteínas encontradas nas caudas de vírus DNA e vírus RNA. Acredita-se que essas proteínas desempenham um papel importante no direcionamento do dobramento e montagens das cadeias polipeptídicas. .
0.49
 
Proteínas Virais .
Produtos Gênicos Virais .
Proteínas Gênicas Virais .
Proteínas encontradas em quaisquer espécies de vírus. .
0.48
 
Proteínas do Envelope Viral .
Proteína de Invólucro Viral .
Proteínas Virais do Invólucro .
Proteínas do Invólucro Viral .
Proteínas da Cápsula Viral .
Proteínas Virais dos Peplômeros .
Camadas de proteínas que circundam o capsídeo num vírus com nucleocapsídeoos tubulares. O envelope consiste em uma camada interna de lipídeos e proteínas específicas de vírus também chamadas de proteínas de matriz. A camada exterior consiste em um ou mais tipos de subunidades morfológicas chamadas peplômeros que se projetam do envelope viral; essa camada sempre é constituída de glicoproteínas. .
0.46
 
Prófase Meiótica I .
Diacinese .
Diplóteno .
Estágio Diacinese .
Estágio Diplóteno .
Estágio Leptóteno .
Estágio Zigóteno .
Leptóteno .
Zigóteno .
Prófase 1 .
Prófase I .
Prófase Meiótica 1 .
Estágio Zigóteno .
Estágio de Leptóteno .
Estágio de Zigoteno .
Prófase da primeira divisão da MEIOSE (na qual ocorre a SEGREGAÇÃO DE CROMOSSOMOS homólogos). É dividida em cinco estágios: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese. .
0.43