serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.776 Proteínas .
D12.776.090 Proteínas Arqueais .
D12.776.093 Proteínas de Artrópodes .
D12.776.093.500 Proteínas de Insetos .
D12.776.097 Proteínas de Bactérias .
D12.776.290 Proteínas do Ovo .
D12.776.354 Proteínas Fúngicas .
D12.776.419 Proteínas de Helminto .
D12.776.631 Proteínas do Tecido Nervoso .
D12.776.631.750 Sinapsinas .
D12.776.744 Fosfoproteínas .
D12.776.744.840 Sinapsinas .
D12.776.820 Proteínas de Protozoários .
D12.776.964 Proteínas Virais .
G04 Fenômenos Fisiológicos Celulares .
G04.144 Ciclo Celular .
G04.144.220 Divisão Celular .
G04.144.220.220 Divisão do Núcleo Celular .
G04.144.220.220.687 Meiose .
G04.144.220.220.687.444 Prófase Meiótica I .
G05 Fenômenos Genéticos .
G05.113 Divisão Celular .
G05.113.220 Divisão do Núcleo Celular .
G05.113.220.687 Meiose .
G05.113.220.687.500 Prófase Meiótica I .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Proteínas Virais .
Produtos Gênicos Virais .
Proteínas Gênicas Virais .
Proteínas encontradas em quaisquer espécies de vírus. .
0.56
 
Proteínas de Insetos .
Proteínas encontradas em quaisquer espécies de inseto. .
0.54
 
Proteínas Fúngicas .
Produtos de Genes Fúngicos .
Proteínas de Genes Fúngicos .
Peptídeos Fúngicos .
Proteínas de Leveduras .
PEPTÍDIOS FÚNGICOS .
Proteínas encontradas em quaisquer espécies de fungos. .
0.53
 
Proteínas de Protozoários .
Proteínas encontradas em quaisquer espécies de protozoários. .
0.52
 
Proteínas de Helminto .
Proteínas encontradas em quaisquer espécies de helminto. .
0.51
 
Sinapsinas .
Sinapsina I .
Sinapsina II .
Sinapsina III .
Proteína I .
Proteína III .
Família de proteínas associadas às vesículas sinápticas envolvidas na regulação de curto prazo da liberação de NEUROTRANSMISSORES. A sinapsina I, o membro predominante desta família, liga as VESÍCULAS SINÁPTICAS a FILAMENTOS DE ACTINA no terminal nervoso pré-sináptico. Essas interações são moduladas pela FOSFORILAÇÃO reversível da sinapsina I através de várias vias de transdução de sinal. A proteína também é um substrato para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE C-AMP e para PROTEÍNAS QUINASES DEPENDENTES DE CÁLCIO-CALMODULINA. Acredita-se que essas propriedades funcionais também sejam compartilhadas pela sinapsina II. .
0.46
 
Proteínas de Bactérias .
Produtos de Genes Bacterianos .
Proteínas de Genes Bacterianos .
Proteínas encontradas em qualquer espécie de bactéria. .
0.44
 
Proteínas do Ovo .
Proteínas da Casca do Ovo .
Proteínas da Clara do Ovo .
Proteínas da Gema do Ovo .
Proteínas da Gema .
Proteínas encontradas em ovos de qualquer espécie. .
0.42
 
Proteínas Arqueais .
Proteínas do Gene de Archaea .
Peptídeos de Archaea .
Produtos do Gene Arqueal .
Proteínas do Gene Arqueal .
Peptídeos Arqueais .
Produtos do Gene de Archaea .
PEPTÍDIOS DE ARCHAEA .
PEPTÍDIOS ARQUEAIS .
Proteínas encontradas em qualquer espécie arqueológica. .
0.40
 
Prófase Meiótica I .
Diacinese .
Diplóteno .
Estágio Diacinese .
Estágio Diplóteno .
Estágio Leptóteno .
Estágio Zigóteno .
Leptóteno .
Zigóteno .
Prófase 1 .
Prófase I .
Prófase Meiótica 1 .
Estágio Zigóteno .
Estágio de Leptóteno .
Estágio de Zigoteno .
Prófase da primeira divisão da MEIOSE (na qual ocorre a SEGREGAÇÃO DE CROMOSSOMOS homólogos). É dividida em cinco estágios: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese. .
0.37