serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.090 Anfíbios .
B01.050.150.900.090.180 Anuros .
B01.050.150.900.090.180.610 Pipidae .
B01.050.150.900.090.180.610.500 Xenopus .
B01.050.150.900.090.180.610.500.562 Xenopus laevis .
B01.050.150.900.090.180.708 Ranidae .
B01.050.150.900.090.180.708.210 Rana clamitans .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.937 Quirópteros .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.063 Gleiquênias .
B01.650.940.800.575.912.063.750 Pteridaceae .
B01.650.940.800.575.912.063.750.666 Pteris .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.618 Lilianae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.050 Alismatales .
B01.650.940.800.575.912.250.618.050.625 Alismataceae .
B01.650.940.800.575.912.250.618.050.625.044 Alisma .
B04 Vírus .
B04.280 Vírus de DNA .
B04.280.410 Iridoviridae .
B04.280.410.700 Ranavirus .
C11 Oftalmopatias .
C11.187 Doenças da Túnica Conjuntiva .
C11.187.781 Pterígio .
D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.633 Compostos Heterocíclicos de Anéis Fundidos .
D03.633.100 Compostos Heterocíclicos com 2 Anéis .
D03.633.100.733 Pteridinas .
D03.633.100.733.631 Pterinas .
D20 Misturas Complexas .
D20.888 Peçonhas .
D20.888.033 Venenos de Anfíbios .
D23 Fatores Biológicos .
D23.767 Pigmentos Biológicos .
D23.767.831 Pterinas .
D23.946 Toxinas Biológicas .
D23.946.833 Peçonhas .
D23.946.833.033 Venenos de Anfíbios .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Pteris .
Pteris Vittata .
Pteris Crética .
Samambaia-Prata .
Gênero de plantas (família PTERIDACEAE) cujos membros contêm DITERPENOS entkaurano. Seu nome é semelhante à 'bracken fern' (PTERIDIUM). .
0.53
4266
 
Pterinas .
Compostos baseados no 2-amino-4-hidroxipteridina. .
0.51
01342
 
Rana clamitans .
Rã Verde .
Espécie da família Ranidae que ocorre principalmente na metade oriental dos Estados Unidos e Canadá. Existem duas subespécies, popularmente conhecidas como rã verde (R. c. melanota) e rã bronze (R. c. clamitans). .
0.48
034
 
Ranavirus .
Vírus de Rã .
Gênero de IRIDOVIRIDAE que infecta peixes, anfíbios e répteis. Não é patogênico para seu hospedeiro natural, Rana pipiens, mas é letal para outras espécies de rãs, sapos, salamandras e tartarugas. A espécie-tipo é o vírus 3 de rãs. .
0.48
0318
 
Pterígio .
Estrutura semelhante a uma asa, aplicada especialmente a uma dobra triangular anormal de membrana, na fissura interpalpebral, estendendo-se da conjuntiva à córnea, sendo unida à córnea no seu ápice, firmemente fixada à esclera em toda a sua porção média, e fundida com a conjuntiva na sua base. (Dorland, 28a ed) .
0.48
1902022
 
Alisma .
Tanchaguem-de-Água .
Tanchagem-Aquática .
Tanchagem D'Água .
Alface-dos-Arrozais .
Erva-Alface .
Orelha-de-Mula .
Pão-de-Rã .
Gênero de plantas da família ALISMATACEAE. As flores têm 3 sépalas verdes, 3 pétalas amarelas e brancas, 6 estames e vários pistilos. Os membros deste gênero possuem TRITERPENOS e SESQUITERPENOS. A alisma é um componente do tokishakuyakusan, usado em medicina tradicional chinesa. Algumas espécies deste gênero são denominadas tanchagem d'água, que é também o nome vulgar para outras plantas da família ALISMATACEAE. .
0.47
079
 
Pteridinas .
Pirazinopirimidinas .
Compostos baseados em pirazino[2,3-d]pirimidina que é uma pirimidina unida a um pirazino contendo quatro átomos de NITROGÊNIO. .
0.46
22431
 
Quirópteros .
Chiroptera .
Morcegos .
Morcegos Frugívoros do Gênero Pteropus .
Raposas Voadoras .
Morcegos-de-Ferradura Mouricos .
Morcegos-de-Ferradura Mediterrânicos .
Pteropodidae .
Pteropodídeos .
Pteropus .
Rhinolophus .
Rousettus .
Rinolofídeos .
Rhinolophidae .
PTEROPODÍDIOS .
Ordem de mamíferos cujos membros são adaptados para o vôo. Incluem os morcegos, raposas voadoras e morcegos frugívoros. .
0.46
3367810
 
Xenopus laevis .
Platanna .
X. laevis .
RÃ ALBINA .
Espécie de "rã" com garras (Xenopus) mais comum e de maior abrangência na África. Esta espécie é utilizada intensamente em pesquisa científica. Há atualmente uma população significativa na Califórnia descendente de animais que escaparam de laboratórios. .
0.45
1324072
 
Venenos de Anfíbios .
Venenos de Rã .
Venenos de Sapo .
Venenos de Salamandra .
Venenos produzidos por rãs, sapos, salamandras, etc. As glândulas de veneno geralmente estão na pele das costas e contêm glicosídeos cardiotóxicos, colinolíticos, e vários outros materiais bioativos, muitos dos quais foram caracterizados. Os venenos (inclusive a bufogenina, a bufotoxina, a bufagina, a bufotalina, histrionicotoxinas, e a pumiliotoxina) têm sido usados em flechas. .
0.45
12385