serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

B01 Eucariotos .
B01.050 Animais .
B01.050.150 Cordados .
B01.050.150.900 Vertebrados .
B01.050.150.900.090 Anfíbios .
B01.050.150.900.090.180 Anuros .
B01.050.150.900.090.180.708 Ranidae .
B01.050.150.900.649 Mamíferos .
B01.050.150.900.649.313 Eutérios .
B01.050.150.900.649.313.500 Artiodáctilos .
B01.050.150.900.649.313.500.380 Ruminantes .
B01.050.150.900.649.313.500.380.373 Cervos .
B01.050.150.900.649.313.500.380.373.644 Rena 12575 .
B01.650 Plantas .
B01.650.940 Viridiplantae .
B01.650.940.800 Estreptófitas .
B01.650.940.800.575 Embriófitas .
B01.650.940.800.575.912 Traqueófitas .
B01.650.940.800.575.912.250 Magnoliopsida .
B01.650.940.800.575.912.250.456 Gentianales .
B01.650.940.800.575.912.250.456.937 Rubiaceae .
B04 Vírus .
B04.280 Vírus de DNA .
B04.280.410 Iridoviridae .
B04.280.410.700 Ranavirus .
C04 Neoplasias .
C04.182 Cistos .
C04.182.766 Rânula .
C07 Doenças Estomatognáticas .
C07.465 Doenças da Boca .
C07.465.780 Rânula .
D02 Compostos Orgânicos .
D02.065 Amidas .
D02.065.199 Anilidas .
D02.065.199.092 Acetanilidas .
D02.065.199.092.850 Ranolazina .
D02.092 Aminas .
D02.092.146 Compostos de Anilina .
D02.092.146.113 Anilidas .
D02.092.146.113.092 Acetanilidas .
D02.092.146.113.092.850 Ranolazina .
D03 Compostos Heterocíclicos .
D03.383 Compostos Heterocíclicos com 1 Anel .
D03.383.312 Furanos .
D03.383.312.750 Ranitidina .
D03.383.606 Piperazinas .
D03.383.606.841 Ranolazina .
D12 Aminoácidos, Peptídeos e Proteínas .
D12.644 Peptídeos .
D12.644.276 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.644.276.374 Citocinas .
D12.644.276.374.200 Quimiocinas .
D12.644.276.374.200.110 Quimiocinas CC .
D12.644.276.374.200.110.250 Quimiocina CCL5 .
D12.776 Proteínas .
D12.776.467 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D12.776.467.374 Citocinas .
D12.776.467.374.200 Quimiocinas .
D12.776.467.374.200.110 Quimiocinas CC .
D12.776.467.374.200.110.250 Quimiocina CCL5 .
D23 Fatores Biológicos .
D23.125 Fatores Quimiotáticos .
D23.125.300 Quimiocinas .
D23.125.300.110 Quimiocinas CC .
D23.125.300.110.250 Quimiocina CCL5 .
D23.469 Mediadores da Inflamação .
D23.469.200 Quimiocinas .
D23.469.200.110 Quimiocinas CC .
D23.469.200.110.250 Quimiocina CCL5 .
D23.529 Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular .
D23.529.374 Citocinas .
D23.529.374.200 Quimiocinas .
D23.529.374.200.110 Quimiocinas CC .
D23.529.374.200.110.250 Quimiocina CCL5 .
F02 Fenômenos Psicológicos .
F02.830 Psicofisiologia .
F02.830.816 Sensação .
F02.830.816.643 Olfato .
G11 Fenômenos Fisiológicos Musculoesqueléticos e Neurais .
G11.561 Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso .
G11.561.790 Sensação .
G11.561.790.643 Olfato .
M01 Pessoas .
M01.526 Categorias de Trabalhadores .
M01.526.390 Fazendeiros .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Fazendeiros .
Agricultor .
Agricultores .
Chacareiro .
Chacareiros .
Fazendeiro .
Rancheiros .
Granjeiro .
Granjeiros .
Sitiante .
Sitiantes .
Pessoas que cultivam a terra ou criam GADO. .
1.00
20657
 
Quimiocina CCL5 .
RANTES .
Quimiocinas CCL5 .
Quimiocina tipo CC que é um quimioatraente para EOSINÓFILOS, MONÓCITOS e LINFÓCITOS. É uma quimiotaxina eosinofílica potente e seletiva, armazenada e liberada de PLAQUETAS e LINFÓCITOS T ativados. A quimiocina CCL5 é específica para RECEPTORES CCL5, RECEPTORES CCR3 E RECEPTORES CCR5. O acrônimo RANTES refere-se a 'Regulada por Ativação, Normal T Expressa e Secretada'. .
0.56
34168
 
Rubiaceae .
Bouvardia .
Rubiáceas .
Chiococca .
Cruciata .
Isertia .
Nauclea .
Palicourea .
Pentanisia .
Pentas .
Randia .
Saprosma .
Schumanniophyton .
Família de plantas conhecidas como garança ou ruiva, da ordem Gentianales (anteriormente,Rubiales), subclasse Asteridae, classe Magnoliopsida, que inclui importantes plantas medicinais que fornecem QUININO, IPECA e CAFÉ. Possuem filotaxia oposta (folhas arranjadas em oposição uma à outra) e estípulas interpeciolares. .
0.52
53824
 
Rânula .
Forma de cisto de retenção no assoalho da boca, normalmente devido à obstrução dos dutos das glândulas submaxilares ou sublinguais, que se apresenta como uma mucocele profunda, indolor e de crescimento lento em um dos lados da boca. É chamada também de cisto sublingual ou ptialocele sublingual. .
0.50
41399
 
Ranidae .
Rãs Verdadeiras .
Rana 9107 .
Família de rãs verdadeiras da ordem Anuros. A família ocorre no mundo todo, exceto na Antártica. .
0.49
245550
 
Ranolazina .
Ranexa .
Derivado de acetanilida e piperazina que age como BLOQUEADOR DOS CANAIS DE CÁLCIO e evita a liberação de enzimas durante a ISQUEMIA MIOCÁRDICA. É usado no tratamento da ANGINA PECTORIS. .
0.48
0589
 
Olfato .
Olfação .
Cheiro .
A habilidade de detectar aromas ou odores, como a função dos NEURÔNIOS RECEPTORES OLFATÓRIOS. .
0.44
7813406
 
Ranitidina .
Bloqueador não imidazólico daqueles receptores de histamina que fazem a mediação da secreção gástrica (receptores H2). É usado para tratar úlceras gastrointestinais. .
0.44
1325055
 
Rena 12575 .
Caribu .
Rangifer .
Renas .
Gênero de renas, Rangifer, que habitam partes ao norte da Europa, Ásia e América. Caribu é o nome norte-americano; rena, o europeu. São frequentemente domesticados e utilizados, especialmente na Lapônia, para puxar trenós e como fonte alimentar. Rangifer é o único gênero da família dos cervos em que ambos os sexos possuem cornos. A maioria dos caribus habita tundra ártica e florestas coníferas arbóreas vizinhas, e a maioria possui turnos sazonais de migração. São extensamente caçadas por sua carne, pele, cornos e outras partes. .
0.44
11225
 
Ranavirus .
Vírus de Rã .
Gênero de IRIDOVIRIDAE que infecta peixes, anfíbios e répteis. Não é patogênico para seu hospedeiro natural, Rana pipiens, mas é letal para outras espécies de rãs, sapos, salamandras e tartarugas. A espécie-tipo é o vírus 3 de rãs. .
0.43
0318