serw-MX  [xml]  
 


    
 Categorias DeCS

A08 Sistema Nervoso .
A08.186 Sistema Nervoso Central .
A08.186.211 Encéfalo .
C10 Doenças do Sistema Nervoso .
C10.228 Doenças do Sistema Nervoso Central .
C10.228.140 Encefalopatias .
C10.228.140.300 Transtornos Cerebrovasculares .
C10.228.140.300.150 Isquemia Encefálica .
C10.228.140.300.150.477 Infarto Encefálico .
C10.228.140.300.150.716 Hipóxia-Isquemia Encefálica .
C10.228.140.300.775 Acidente Vascular Cerebral .
C10.228.140.300.775.200 Infarto Encefálico .
C10.228.140.300.900 Vasoespasmo Intracraniano .
C10.228.140.624 Hipóxia Encefálica .
C10.228.140.624.500 Hipóxia-Isquemia Encefálica .
C14 Doenças Cardiovasculares .
C14.907 Doenças Vasculares .
C14.907.253 Transtornos Cerebrovasculares .
C14.907.253.092 Isquemia Encefálica .
C14.907.253.092.477 Infarto Encefálico .
C14.907.253.092.716 Hipóxia-Isquemia Encefálica .
C14.907.253.855 Acidente Vascular Cerebral .
C14.907.253.855.200 Infarto Encefálico .
C14.907.253.951 Vasoespasmo Intracraniano .
 
 Termos
 Sinônimos e Históricos
Documentos
LILACS e MDL
 
Isquemia Encefálica .
Isquemia Cerebral .
Encefalopatia Isquêmica .
Redução localizada do fluxo sanguíneo em tecidos encefálicos, devido à obstrução arterial ou hipoperfusão sistêmica. Ocorre frequentemente em conjunto com a HIPÓXIA ENCEFÁLICA. A isquemia prolongada está associada com INFARTO ENCEFÁLICO. .
0.74
52643711
 
Hipóxia-Isquemia Encefálica .
Anoxia-Isquemia Encefálica .
Anoxia-Isquemia Cerebral .
Encefalopatia Anóxico-Isquêmica .
Encefalopatia Anóxica-Isquêmica .
Encefalopatia Isquêmica-Anóxica .
Encefalopatia Isquêmico-Anóxica .
Anoxia-Isquemia do Encéfalo .
Hipóxia-Isquemia do Encéfalo .
Isquemia-Hipóxia Encefálica .
Anoxia-Isquemia do Cérebro .
Hipóxia-Isquemia Cerebral .
Isquemia-Anoxia Cerebral .
Isquemia-Hipóxia Cerebral .
Hipóxia-Isquemia do Cérebro .
Encefalopatia Hipóxica-Isquêmica .
Isquemia-Anoxia do Encéfalo .
Isquemia-Anoxia do Cérebro .
Isquemia-Hipóxia do Encéfalo .
Isquemia-Hipóxia do Cérebro .
Encefalopatia Isquêmica-Hipóxica .
Isquemia-Anoxia Encefálica .
Transtorno caracterizado por uma redução de oxigênio no sangue combinado com fluxo sanguíneo reduzido (ISQUEMIA) ao encéfalo por obstrução localizada de uma artéria cerebral ou por hipoperfusão sistêmica. A hipóxia-isquemia prolongada está associada com ATAQUE ISQUÊMICO TRANSITÓRIO, INFARTO ENCEFÁLICO, EDEMA ENCEFÁLICO, COMA e outras afecções. .
0.46
914722
 
Vasoespasmo Intracraniano .
Angioespasmo Intracraniano .
Angiospasmo Intracraniano .
Vasoespasmo Cerebral .
Vasospasmo Cerebral .
Vasospasmo Intracraniano .
Constrição de artérias no CRÂNIO devido à contração súbita, aguda e frequentemente persistente do músculo liso em vasos sanguíneos. Vasospasmo intracraniano resulta em luz do vaso reduzida, fluxo sanguíneo restrito ao encéfalo, e ISQUEMIA ENCEFÁLICA que pode levar a lesão encefálica hipóxico-isquêmica (HIPÓXIA-ISQUEMIA ENCEFÁLICA). .
0.44
562781
 
Hipóxia Encefálica .
Anóxia Cerebral .
Anóxia do Cérebro .
Anóxia do Encéfalo .
Anóxia Encefálica .
Encefalopatia Anóxica .
Hipoxia Cerebral .
Hipóxia do Cérebro .
Hipóxia do Encéfalo .
Encefalopatia Hipóxica .
Encefalopatia por Anóxia .
Encefalopatia por Hipóxia .
Redução no suprimento de oxigênio encefálico devido a ANOXEMIA (quantidade reduzida de oxigênio sendo transportado no sangue pela HEMOGLOBINA), ou a uma restrição do suprimento sanguíneo ao encéfalo, ou ambos. A hipóxia grave refere-se a anóxia e é uma causa relativamente comum de lesão ao sistema nervoso central. A anóxia encefálica prolongada pode levar à MORTE ENCEFÁLICA ou a um ESTADO VEGETATIVO PERSISTENTE. Histologicamente esta afecção é caracterizada pela perda neuronal que é mais proeminente no HIPOCAMPO, GLOBO PÁLIDO, CEREBELO e olivas bulbares. .
0.37
806475
 
Infarto Encefálico .
Infarto Venoso Encefálico .
Infarto Venoso Cerebral .
Infarto Venoso do Encéfalo .
Infarto do Encéfalo .
Necrose de tecido em qualquer área do encéfalo, inclusive os HEMISFÉRIOS CEREBRAIS, CEREBELO e TRONCO ENCEFÁLICO. O infarto encefálico é o resultado de uma cascata de eventos iniciada por fluxo sanguíneo inadequado através do encéfalo que é seguido por HIPOXIA e HIPOGLICEMIA no tecido encefálico. O dano pode ser temporário, permanente, seletivo ou necrose total. .
0.36
143925
 
Encéfalo .
1) A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO. 2) Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro) .
0.34
597411387